Destaques

01 outubro 2020

Resenha - Heróis involuntários

Título: Heróis Involuntários
Autora: Camila Pelegrini
Editora: Delirium
Onde comprar: Delirium Editora Sinopse: Poderia existir moralidade em se preocupar com vidas animais quando tantas humanas padeciam? Poderia existir sentido? Poderia existir um limite para a compaixão que se pode possuir? A resposta talvez não seja óbvia, porque a pergunta tampouco é. Uma jovem, solitária e amedrontada enfermeira. Um jovem, ferido e assustado pássaro. Um encontro que poderia carecer de significado, mas que acabou mudando vidas. A da ave. A de Madison. E a de tantos animais que cruzaram seu caminho a partir de então. Este é o relato de uma mulher que se arriscou ao enxergar o invisível. É a confissão de uma mulher que ousou agir movida por suas próprias convicções. É a história de alguém que teve dúvidas, conquanto humana, mas que seguiu mesmo assim, pois é isso o que mulheres fazem. O drama de alguém que não salvou “apenas” animais. O drama de alguém que salvou vidas.

Heróis Involuntários é de autoria da Camila Pellegrini, a responsável pelo selo editorial da Delirium: Inspirium, um selo destinado a publicações de autoras mulheres e que é, além de necessário no mercado editorial brasileiro, muito significativo, para autoras contemporâneas ou não. A Camila é autora de vários títulos, além de já ter publicado contos em algumas antologias. Conhecer sua escrita, além do seu trabalho belíssimo na editora, foi mais do que especial.

O livro narra a história de uma enfermeira durante a Segunda Guerra Mundial, na Inglaterra, que inicia sua trajetória com os animais após o resgate de um gato ferido. O gatinho perdeu suas duas patas traseiras e a protagonista o encontra em estado grave em meio à cidade caótica. Mesmo assim, ela consegue salvá-lo e pela primeira vez vive uma experiência com bichanos, em que ele se torna seu alento, nesse período tão cruel e turbulento. 

A enfermeira continua salvando homens, indo ao hospital de guerra para cumprir seu dever, porém, seu trabalho também se volta para os animais, cavalos, cachorros, gatos, passarinhos... Todos que encontra no meio do seu caminho e aos arredores de sua casa, no trajeto casa-trabalho, ela tenta salvá-los ou tratá-los, para garantir talvez um sofrimento menor a eles.

Por meio dessa história, conhecemos a dimensão da problemática sobre o tratamento que a humanidade forneceu aos animais. Cachorros, gatos e até morcegos foram utilizados no período histórica da narrativa, como tentativa de os transformarem em armas, destinadas a matar/ferir os inimigos de guerra. E claro, o resultado não seria outro se não uma matança de bichos, principalmente de cachorros, sem nenhum toque de compaixão ou preocupação com a vida desses seres.

A história de Camila e sua enfermeira dedicada aos animais é tocante e sensível, mas não menos angustiante. As cenas de guerra entremeadas com as cenas no lar da protagonista, ela e seu gato, com descrições tão verossímeis no narrar do afeto e carinho que o bichinho nos proporciona, são duas das grandes qualidades que a narrativa de Camila possui. Para quem tem o amor pelos animais, especificamente por gatos, a identificação com a trama é inevitável. E muito bela.

Porém, mesmo com todo o cenário caótico e todas as maldades descritas que possuem um pano de fundo baseado em histórias reais, o final da trama ainda me proporcionou uma sensação de esperança. Não pelo que aconteceu com os bichinhos, mas pela resistência de Madison, nossa enfermeira cheia de bravura, que resistiu, até o último momento da trama, em salvar os animais, e que não desistiu do seu propósito. Pessoas como essas existem na vida real, são elas que nos proporcionam esperança, e ao conhecer a autora, igualmente defensora dos bichanos, tão dedicada aos seus, vi muito dela nessa protagonista, o que não deixou de tirar toda a magia de sua história ficcional, pelo contrário, a leitura possuiu uma simbologia muito mais significativa.

A edição da Delirium está muito boa. Contém pinturas/ilustrações de Flávio Pereira, o fundador da Delirium, autor e ilustrador talentoso, além de estudos sobre a época. A obra possui uma lista de referências estudadas pela autora, que proporciona ao leitor outras leituras sobre o tema. Afora alguns errinhos de revisão textual (pouquíssimos), a edição está belíssima. Recomendo fortemente.

Comentários via Facebook

12 comentários:

  1. Oi Jen,
    Parece ser uma narrativa bem tocante. Fiquei emotiva só de ler a parte do gatinho.
    E realmente, existem pessoas boas que ainda olham por eles. Tenho minha madrinha como grande exemplo, acolhe e cuida dos cachorrinhos sempre que pode. Hoje mesmo ela estava me contando do cão idoso que cuidou de tudo dele e acabou adotando. haha

    tenha uma ótima semana :D
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  2. Eu amei muito! Obrigada por tanto carinho e cuidado ao falar de Heróis. Feliz aqui ❤️

    ResponderExcluir
  3. Olá, Jeniffer.
    Eu já li um livro da autora que não gostei muito . Mas achei esse bem interessante. Como fã de animais já fico com vontade de ler a história.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Amei a base reflexiva desse livro, pois toda vez que vejo um filme de época com guerra, eu só consigo ver cavalos caindo ao chão e sendo feridos. Além disso, li um artigo em que até cães eram usados como arma pelos romanos. Então eu achei um máximo ter um livro que fala sobre o assunto.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  5. Oie Jen!
    Faz tempo que não leio nada da editora e esse tema é um pouco diferente, mas ao mesmo tempo achei bem interessante como o desenvolvimento e deve ter sido interessante também ver as ilustrações
    e outra coisa é que gosto de livros que passam durante a Guerra, me fazem ter uma outra visão sobre hoje em dia, sabe? Gostei da resenha!

    e espero que sua ressaca literaria passe logo :(

    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
  6. Oi Jeniffer, tudo bem?
    Apesar da temática triste, fiquei contente em saber que o final é esperançoso.
    Os animais sempre sofrem junto com a gente nesses conflitos horríveis, e não é todo mundo que olha pra isso e se preocupa. :(
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  7. Deve ser tocante esse livro realmente, principalmente baseado em histórias reais. Mas gostei de saber que no fim há uma pitada de esperança.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  8. Amei a resenha. O livro já me conquistou pelo gatinho rs.
    Eu fico com muito receio de ler livros qe tiveram partes baseadas na realidade, pois fico com raiva quando é algo ruim.
    beijos
    https://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Nunca tinha ouvido falar desse livro mas estou com muita curiosidade para lê-lo depois de sua resenha, parece ser bem tocante.

    Beijinhos
    Renata

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    parece que o livro é interessante, gostei pois o plano de fundo dele é baseado em histórias reais, isso que me chamou a atenção. Deixei essa dica de leitura anotada.
    Beijos.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Jeniffer, tudo bem?

    Pela sua resenha dá para sentir que mesmo com o final esperançoso, o livro possui um carga emocional fortíssima. Eu confesso que tenho muito problema com livros que tem animais. Sempre acabo sofrendo o dobro por eles, pois muitas vezes como podemos ver agora com os incêndios no Pantanal eles acabam sendo invisíveis diante da ganância e crueldade humana.

    Beijos;*
    Ariane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  12. Olá,
    Primeiro preciso exaltar a ideia do selo editorial, precisamos mesmo dar mais voz as mulheres. Apesar de não ler tanto quanto gostaria sobre a guerra, eles sempre me chamam a atenção, e quando conseguem inovar como é a situação com os animais, me chama ainda mais a atenção.

    Beijo!
    www.amorpelaspaginas.com

    ResponderExcluir

Opine, reclame, exclame, comente. Mas uma dica: palavras sinceras são sempre bem-vindas.

Siga o blog no Facebook e meu perfil no Instagram.

@blogmeuoutrolado

© Meu Outro Lado – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in