22 abril 2017

Girlboss ou a série sobre moda que eu precisava

Preciso deixar claro que eu amo moda e a ideia de saber quase tudo sobre esse mundo me fascina, sou apaixonada pelos filmes ou séries nessa temática, e mesmo sendo muito leiga ainda no assunto, filmes como The Devil Wears Prada, Confessions of a Shopaholic e outros menos famosos se tornaram meus favoritos por sua temática. Quando lançaram Jane by Design, eu surtei. E infelizmente surtei mais ainda quando cancelaram a série ainda no meio da temporada. Me tornei uma carente de produções cinematográficas que envolvem Moda e que não sejam reality shows (porque não tenho paciência pra acompanhar mais de um), então saber sobre uma nova produção girlpower que fala sobre Moda e ainda baseada em fatos reais, foi uma bela novidade pra mim e a ansiedade foi grande.
Felizmente toda essa expectativa foi atentida com a série Girlboss, produção da Netlflix, inspirada na vida de Sophia Amoruso, empresária no ramo da Moda que obteve grande sucesso, em pouco tempo, com sua marca Nasty Gal
Preciso deixar claro que não li o livro e por isso irei opinar apenas sobre a série.
Sophia, com apenas 23 anos, não se via trabalhando em empregos "normais", fazendo a mesma coisa todos os dias, amamentando as "tetas do capitalismo" com seu tempo e dinheiro e por isso não mantinha um emprego fixo. Tentando se encontrar como uma adulta, cheia de responsabilidades e dívidas para pagar e após uma sequência de fatos ruins em sua vida pessoal e financeira, Sophia anuncia no eBay a jaqueta dos anos 70, peça rara, que adquiriu por um preço muito baixo em um brechó e com lances altos em sua peça, ela vislumbra o que finalmente quer fazer com sua vida profissional.
A série retrata a trajetória de Sophia desde o seu início até o estouro que foi e continua sendo a marca Nasty Gal. Mas também retrata alguns dramas da vida pessoal da empresária e outros assuntos relevantes a serem discutidos. Sendo jovem, autêntica e inconsequente, Sophia, como mulher e com pouca idade, é desacreditada não só pelo pai, mas por outros personagens - homens - que ela tenta fechar acordos. Mesmo com o apoio de amigos e conhecidos, ser mulher e jovem, não garantiu a confiança de alguns homens com certos poderes. Por outro lado, a amizade entre Annie e Sophia é um destaque na produção. Mesmo Sophia sendo tão imatura e egoísta, Annie se mantém como um grande apoio e ajuda na nova carreira da amiga, e ver o crescimento da relação entre elas, é um ponto alto da trama, assim como vislumbrar o crescimento de cada uma, separadamente.
Com a série, temos também o estereótipo da cidade grande como uma cidade mágica, cheia de descobertas interessantes, seja em prédios, em lojas ou em pessoas. E, ao meu ver, é algo marcadamente presente em outras produções sobre moda ambientadas em grandes cidades. A trajetória de Sophia com as roupas é, com certeza, o ponto mais forte da série. Para mim, ver a paixão dela pelo seu novo trabalho, os obstáculos sofridos e as superações que teve de alcançar, foi muito interessante.
Um ponto fraco a ser dito é a falta de graves consequências quanto às ações de Sophia. Sendo alguém bem 'desbocada', agindo contra a lei em certos momentos, a produção não revela grandes consequências com esses delitos.
Não posso deixar de mencionar meu amor pela atriz Britt Robertson que interpreta a protagonista. Depois do cancelamento de The Secret Circle, achei que não a veria mais em séries que me interessasse, mas aqui está ela, atuando muito bem, inclusive, dando vida à personagem de Girlboss. A presença de RuPaul também foi maravilhosa, mesmo que pouca. Como fã de RuPaul's Drag Race, vibrei a cada minuto que ele aparecia.
Com apenas 13 episódios de mais ou menos 20 minutos cada, o final não deixa pontas soltas para uma continuação, mas quem sabe? Pra quem não leu o livro ou não sabe muito da vida de Sophia Amoruso ou sobre sua marca, é um pontapé inicial muito bom para conhecê-la melhor.

10 comentários:

  1. Já tinha visto uma propaganda da série é achei super divertido so não sabia da existência do livro que me interessou ainda mais.
    Penso em conferir a série acho que vou gostar.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma série bem legal mesmo, assista quando puder e me diz se gostou <3

      Excluir
  2. Olá, eu vou começar hoje a ver, estava ansiosa pela estreia *_*

    bjus

    Ari ♥
    De volta ao retrô

    ResponderExcluir
  3. Eu vi a série em apenas um dia, porque como tu disse ela é bem rápida e tivemos nosso feriadão aí. Achei super bem feita a produção, a RuPaul toda vez que aparecia era maravilhosa, mas eu não consegui me sentir bem vendo uma pessoa babaca, mimada, prepotente e arrogante se dando bem.
    A Sophia é uma pessoa péssima. É aquele tipo de pessoa que precisa humilhar os outros para se sentir bem, que levanta o nariz para "eu fiz tudo sozinha" sendo que contou com ajuda de muita gente.
    Sei lá, ela tem seus momentos, mas ela realmente é difícil de engolir. E aí por conta disso não posso dizer que gostei da série, mas também não posso dizer que não gostei. :c

    Beijos
    www.jadeamorim.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu me identifiquei bastante com a Sophia, tirando a parte dos furtos. Acredito que todo mundo tem seus erros e acertos e ela, ainda nova e toda cheia de ideias idealistas, achei até normal o comportamento dela. Não é nenhuma protagonista perfeitinha que sempre tentam passar pra gente, sabe?

      Excluir
  4. Oi, não conhecia a série.
    E apesar de não ser tão ligada assim em moda,fiquei curiosa em conhecer uma história baseada em fatos reais.
    Gosto de ver a trajetória de pessoas que lutaram para conquistar seu espaço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como eu disse, ela também trata de outros assuntos pertinentes na vida da Sophia, o que não faz a série focar apenas em moda <3 Se assistir, me diz se gostou ;}

      Excluir
  5. Não conhecia e acho que também não serguiria, pois não gosto muito de série desse tipo. Mas valeu a dica. Se houver oportunidade, darei uma chance, nem que seja de apenas um capítulo.

    ResponderExcluir
  6. Muito feliz de ter assistido a série e triste por ter episódios tão curtinhos :(

    ResponderExcluir

Opine,reclame,exclame,comente.Mas uma dica: palavras sinceras são sempre bem-vindas.

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger| Personalizado por: Jeniffer Yara | Imagens do Header: Pinterest | Ícones de gadgets/categorias: Freepik | Uso pessoal • voltar ao topo