06 junho 2016

Do que sinto falta


Não é à toa que eu voltei. Nunca vai ser à toa quando eu volto atrás em alguma decisão. Eu sempre pretendi ser alguém que fosse boa em algo e não me sentia dessa forma há um bom tempo. Talvez por isso eu tenha deixado de lado esse espaço por um tempo. Eu queria ser (muito) boa no que eu faço e acho até que já fui uma boa blogueira um tempo atrás. Mas os tempos mudam, as novidades chegam e os interesses se modificam. Esse espaço se tornou obsoleto para muitos e talvez por isso eu o tenha deixado de lado. Talvez por isso e por muitas outras coisas que já escrevi diversas vezes aqui. O que me torna importante na vida de alguém à ponto dessa pessoa tomar um tempo do seu dia para ler o que eu escrevo, ver o que eu posto, opinar sobre o que publico? São pensamentos que sempre me circundam ao tornar público qualquer tipo de texto em alguma rede social que eu use. Eu mesma não visito mais blogs conhecidos, nem procuro novos para o meu entretenimento. Por que alguém faria o mesmo com o meu? Por que eu deveria continuar insistindo em algo obsoleto, entregue às moscas pela própria proprietária do espaço? O que me leva a insistir estando aqui, eu, que sem tempo, preciso me dedicar a outros assuntos que não envolvem necessariamente minha escrita e minha capacidade criativa? Honestamente, não sei. Apenas sei que senti falta.

P.S: sou bem indecisa mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Opine,reclame,exclame,comente.Mas uma dica: palavras sinceras são sempre bem-vindas.

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger| Personalizado por: Jeniffer Yara | Imagens do Header: Pinterest | Ícones de gadgets/categorias: Freepik | Uso pessoal • voltar ao topo