11 outubro 2014

Resenha - Querida Sue

Nome: Querida Sue
Original: Letters from Skye
Autor(a): Jessica Brockmole
Editora: Arqueiro
Sinopse: Março, 1912: A jovem poeta Elspeth Dunn nunca viu o mundo além de sua casa, localizada na remota ilha de Skye, noroeste da Escócia. Por isso, não é de espantar a sua surpresa quando recebe uma carta de um estudante universitário chamado David Graham, que mora na distante América. O contato do fã dá início a um intercâmbio de cartas onde os dois revelam seus medos, segredos, esperanças e confidências, desencadeando uma amizade que rapidamente se transforma em amor. Porém, a Primeira Guerra Mundial força David a lutar pelo seu país, e Elspeth não pode fazer nada além de torcer pela sobrevivência de seu grande amor. Junho, 1940, começo da Segunda Guerra Mundial: Margaret, filha de Elspeth, está apaixonada por um piloto da Força Aérea Britânica. Sua mãe a alerta sobre os perigos de um amor em tempos de guerra, um conselho que Margaret não quer ouvir. No entanto, uma bomba atinge a casa de Elspeth e acerta em cheio a parede secreta onde estavam as cartas de amor de David. Com sua mãe desaparecida, Margaret tem como única pista do paradeiro de Elspeth uma carta que não foi destruída pelas bombas. Agora, a busca por sua mãe fará com que Margaret conheça segredos de família escondidos há décadas. Querida Sue é uma história envolvente contada em cartas. Com uma escrita sensível e cheia de detalhes de épocas que já se foram, Jessica Brockmole se revela uma nova e impressionante voz no mundo literário.

Querida Sue foi um lançamento muito esperado por mim. Um livro todo em formato de cartas e ainda tendo romance histórico com certeza me interessou bastante. Pena que a leitura não agradou tanto assim.

Em 1912, Espelth Dunn é uma escritora residente da ilha remota chamada Sky, na Escócia. Distante de tudo e de todos, estranha quando recebe a carta de um jovem universitário dizendo-se fã do livro que ela publicou. David Grahan mora na América, o que torna seu contato bem inesperado para Espelth. Os dois terminam por construir uma amizade através das cartas que trocam ao longo dos anos, porém a Primeira Guerra Mundial começa e David decide fazer parte dela. Rapidamente a estória vai para 1940, começo da Segunda Guerra Mundial e já nos traz como escritora de cartas, Margaret, filha de Espelth, que também mantém troca de cartas com uma pessoa especial. 

A estória das duas protagonistas acabam por se entrelaçar, como podemos deduzir e as cartas expostas nos revelam suas estórias e as estórias de outros personagens ao longo da narrativa. O que me fez não ter tanto prazer numa leitura que eu tinha altas expectativas, foram justamente as cartas. Há a mudança entre os anos e personagens durante as cartas, o que deixa o leitor confuso enquanto lê a obra. Não sei se foi apenas comigo, mas a leitura se tornou extremamente confusa de compreender quanto às datas e as cartas trocadas.

Já li outros livros com as famosas digressões que fazem mudar o presente dos personagens em determinada narrativa, porém em Querida Sue, o formato da narrativa talvez tenha prejudicado a apreciação de uma estória muito interessante e instigante quanto aos fatos narrados.

O romance funciona muito bem. Os personagens não me pareceram superficiais e foram, durante a leitura, cativantes. Podemos nos apaixonar por Espelth e David logo nas primeiras páginas. E o romance entre sua filha e o piloto da Força Aérea Britânica também instiga o leitor em relação ao que irá acontecer com os dois.

O espaço onde ocorre a narrativa é um diferencial, assim como a época em que ocorre. Enfim, Querida Sue é realmente uma obra interessante e instigante como um romance romântico e histórico, porém, seu formato prejudicou um pouco a compreensão da narrativa. A edição está perfeita, a editora não peca nos detalhes e diagramação de suas publicações, o que me agrada e muito. Recomendo à todos os curiosos desse romance que diferencia e agrada aos amantes de cartas.

7 comentários:

  1. O livro parece ser legal mais não faz muito o meu estilo!
    Amei a resenha e vou indica-lo a algumas amigas
    http://surejustnot.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Jeniffer, tudo bem?

    Eu até gosto de romance, mas depende muito da sua qualidade. Todos estão falando super bem desse livro, assim como você, por isso já coloquei na lista de desejados. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Nossa, eu estou doida pra ler este livro, já tenho ele! *---*
    Parece ser um romance tão lindo, pq vc não gostou? kkk
    Tomara que eu não ache confuso =/
    Bjbj
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Muito interessante! Romances que tenham guerras no meio são muito bem elaborados, eu particularmente adoro! Já leu Imagem no Espelho, de Danielle Steel? Acho que iria adorar ^^

    Beijos, Carol do Aquela Princesa

    ResponderExcluir
  5. Oii...
    Ainda não li esse livro, mas, pela sua resenha me animei para lê-lo!
    Gosto de romances e esse com toque de guerra no meio deve ser excelente.
    Valeu pela dica do livro.
    Beijinhos ;**
    Leitora Online

    Twitter
    Facebook

    ResponderExcluir
  6. Olá como vai?
    Não sei se gostaria de ler, mas, sua resenha ficou um amor.
    Não sou muito fan de livros confusos, até porque eu sou bem lerda as vezes, então já viu, né?
    Deve ser legal a ideia da carta, mas creio que livros assim precisam ser muito bem escritos para não ficar "confuso". Porém a parte do romance me interessou, adoro, hahah <3. Ainda não tive a oportunidade de ler um romance que se passa em uma guerra, de ver legal :))

    Super beijos ♥
    http://garota-interior.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Faz tempo que estou querendo ler esse livro.
    Pena que não te agradou tanto assim.
    Ainda assim me pareceu bem interessante, o tipo de livro que gosto.

    Beijooooo


    Teca Machado
    http://megsarmybookclub.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Opine,reclame,exclame,comente.Mas uma dica: palavras sinceras são sempre bem-vindas.

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger| Personalizado por: Jeniffer Yara | Imagens do Header: Pinterest | Ícones de gadgets/categorias: Freepik | Uso pessoal • voltar ao topo