05 setembro 2014

Resenha - Se Eu Ficar


Nome: Se Eu Ficar
Original: If I Stay
Autor(a): Gayle Forman
Editora: Novo Conceito
Sinopse: Depois do acidente, ela ainda consegue ouvir a música. Ela vê o seu corpo sendo tirado dos destroços do carro de seus pais – mas não sente nada. Tudo o que ela pode fazer é assistir ao esforço dos médicos para salvar sua vida, enquanto seus amigos e parentes aguardam na sala de espera... e o seu amor luta para ficar perto dela. Pelas próximas 24 horas, Mia precisa compreender o que aconteceu antes do acidente – e também o que aconteceu depois. Ela sabe que precisa fazer a escolha mais difícil de todas.

Acredito que esse seja uma das adaptações mais esperadas pelos leitores que conhecem do que a estória desse livro trata e assistiram ao trailer emocionante do filme. O livro não foi tão emocionante quanto eu pensei que seria, porém, foi uma ótima leitura que, a partir do momento em que comecei a ler, não consegui pausar até terminar.

Mia tem uma vida relativamente estável, está prestes a se formar, seu namorado está fazendo sucesso com sua banda de rock e sua família não tem grandes problemas. Em um dia com neve, as aulas são canceladas nas escolas e nem seu pai nem sua mãe irão trabalhar. Eles resolvem então visitar um velho amigo dos pais e na estrada o acidente ocorre ao som de Beethoven. Mia vê seus pais mortos e seu irmão gravemente ferido. Mas ela também não escapou do acidente, pois ela vê a si mesma ali, sendo resgatada pelos médicos e levada para um hospital. A garota não entende como aquilo ocorreu, mas está entre a vida e a morte, vendo a si mesma gravemente ferida e seus avós, sua família, sua amiga, pedindo a ela para que volte à vida. Mas como voltar? Será ela quem pode decidir isso?! Quem decide se vai morrer ou não?! Como voltar à vida quando sua família se foi, quando as pessoas que ama já não estão mais vivas?

O livro é narrado por Mia ao longo das horas que está hospitalizada e a crueldade do que acontece na vida dela é latente ao longo da narrativa, pois a trama é recheada das lembranças de Mia em momentos aleatórios com sua família, Adam e Kim, sua única amiga. Conhecemos Mia e sua família muito bem em suas recordações. Como sempre se considerou diferente de seus pais por ela desde pequena expressar seu gosto por música clássica enquanto seus pais, seu pai, principalmente, sempre se interessou por rock e outros estilos musicais. Como se tornou amiga de Kim. Como foi difícil acreditar que Adam, o garoto descolado e roqueiro, pôde se interessar por ela, tão diferente dele.

O drama de Mia neste impasse entre vida e morte é presente do começo ao fim deste primeiro livro; traz uma intensidade à narrativa que nos deixa aflitos e tristes ao mesmo tempo, se nos colocarmos no lugar da garota. Mas uma coisa me incomodou e muito neste livro: os rótulos. Adam é roqueiro e por isso descolado e desejado por várias meninas. Mia é a menina exemplar, gosta de música clássica, muito tímida e sempre se sente deslocada; até de sua própria família. Achei essa ‘rotulação’ em várias partes do livro e isso me incomodou bastante, pois o caso do bad boy misterioso que se interessa pela garota tímida é um tanto clichê por encontrarmos tais características em tantos outros livros. Em Se Eu Ficar é bem exposto isso pela música ser bastante presente na vida dos personagens. Mas acredito que esse incômodo foi algo particular meu, por eu ter outros pensamentos sobre gostos musicais e estilos de vida relacionados a eles.

Fora isso, a autora soube muito bem conduzir a trama e trazer o romance junto ao drama de uma forma boa e condizente. O ‘fator’ música, como já disse antes, é bem presente e pra quem ama música, o livro traz esse diferencial muito bem. Várias vezes me peguei imaginando o som do violoncelo e Mia o tocando. É lindo.

Outros fatores me incomodaram no livro, mas não irei expor, pois acredito que possa escrever algum spoiler e não quero isso na resenha.
O livro não decepciona e ao final dele há o primeiro capítulo do próximo volume (não sabia que teria continuação) e aliado ao final desse, a curiosidade em ler a continuação é enorme. Gostei muito da edição trazer também ao final a entrevista feita pela autora com os atores que irão interpretar Mia e Adam. Agora é aguardar a adaptação nos cinemas e torcer para que seja tão bom quanto o livro (que acredito que será) e conter a ansiedade para o segundo volume dessa estória tão intensa e bem escrita.

P.S: Quem está ansioso(a) para o filme?! Eu!

10 comentários:

  1. Confesso que esperava bem mais desse livro. Decidi ler depois que vi muitas pessoas comentando sobre o livro e o filme, achei que seria uma daquelas leituras que mudam a sua vida. Não que o livro seja ruim, na verdade eu achei a narração extremamente interessante e bem articulada, mas eu esperava bem mais da história em si.

    ResponderExcluir
  2. Eu assistir o trailer mês passado no cinema e fiquei super ansiosa para assistir esse filme. Ainda não li o livro mas já esta na minha lista. E não sabia que tinha continuação.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Jeniffer, tudo bem?

    Esse livro está dividindo minha atenção, pois ao mesmo tempo que estou interessado, fico em dúvida. Acho que lerei, mas ainda estou pensando. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Todo mundo que conheço seja no mundo literário ou não, fala maravilhas desse livro.
    Eu sou o tipo da leitora que não curte livros tristes, com muito drama... pra mim meio que perde a graça.
    Sua resenha ficou ótima, mas ainda não sei se leria. Talvez um dia quem sabe.:)
    Resenha #164 - Bem-Casados - Quarteto de Noivas - Livro 03 - Nora Roberts.
    Confere lá!
    http://manuscritodecabeceira.blogspot.com.br
    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. oie Jenny
    a maioria das resenhas que tenho lido, fala exatamente da falta de emoção da trama. Eu jurava que seria um livro para se descabelar, mas pelo visto, a emoção é contida. Mesmo assim, quero muito ler e assistir ao filme.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  6. Olááá!
    ai que resenha gostosa de ler!
    eu amei esse livro, e também fui pega de surpresa, pois não sabia o que teria uma continuação! e meu deus foi para deixar os leitores na expectativa não é mesmo? NC daanadinha!
    eu não me aguentei e já corri para o cinema, o filme tem pontos divergentes do livro, mas mesmo assim é um filme lindo e emocionante! espero que que você tambem goste!

    Um beeijo Lara.
    Blog Meus Mundos no Mundo | | Página Coração Furta-Cor

    ResponderExcluir
  7. Não li o livro ainda. Por alguma razão cogitei ver o filme primeiro, mas nem sei se vai chegar aos cinemas daqui! Adoro esses livros que mexem com vida e morte, então fiquei curiosa.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Jeniffer!
    Eu amei esse livro! A maioria dos leitores também esperavam mais emoção. Particularmente, eu me emocionei muito e achei uma leitura muito tocante. A continuação será narrada por Adam e pareceu ser bem diferente. Espero não me decepcionar.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  9. esse livro é maravilhoso.bela resenha adorei

    ResponderExcluir
  10. esse livro é maravilhoso.bela resenha adorei

    ResponderExcluir

Opine,reclame,exclame,comente.Mas uma dica: palavras sinceras são sempre bem-vindas.

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger| Personalizado por: Jeniffer Yara | Imagens do Header: Pinterest | Ícones de gadgets/categorias: Freepik | Uso pessoal • voltar ao topo