01 junho 2014

Resenha - Um Caso Perdido


Nome: Um Caso Perdido
Original: Hopeless
Autor(a): Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Sinopse: Às vezes, descobrir a verdade pode te deixar com menos esperança do que acreditar em mentiras... Em seu último ano de escola, Sky conhece Dean Holder, um rapaz com uma reputação capaz de rivalizar com a dela. Em um único encontro, ele conseguiu amedrontá-la e cativá-la. E algo nele faz com que memórias de seu passado conturbado comecem a voltar, mesmo depois de todo o trabalho que teve para enterrá-las. Mas o misterioso Holder também tem sua parcela de segredos e quando eles são revelados, a vida de Sky muda drasticamente.


Um Caso Perdido é uma das apostas da editora Galera Record e chegou de surpresa pra mim. Ainda bem. Logo antes de começar a leitura li muitos elogios quanto ao livro e as expectativas, mesmo sem querer, ficaram bem altas. E sim, ele atendeu as altas expectativas e até as ultrapassou.

Sky tem uma vida sem tecnologia por conta da sua mãe, Karen, que a proíbe de usar ou ter qualquer aparelho tecnológico e ainda estudar em escola (Sky estudava em casa, até então). Sua vizinha Six é sua única e melhor amiga e as duas sempre convidam diferentes garotos para entrarem em seus quartos pelas janelas de suas casas. Mas Sky, diferente de Six, não se entrega totalmente aos rapazes. Na verdade, a garota é completamente apática em relação a eles e na hora dos beijos e ‘mãos-bobas’, ela conta as estrelas grudadas em seu teto para se distrair. É exatamente por isso que ela permite garotos fúteis e bonitos entrarem em seu quarto: ela nunca sente nada com eles e espera um dia sentir alguma coisa com algum rapaz, já que comprovou não ser lésbica também. Numa ida ao supermercado, um garoto que está de volta à cidade a encara por bastante tempo para considerá-lo intimidador. Porém, o rapaz com a tatuagem ‘Hopeless’ (Caso perdido) também é incrivelmente lindo e sexy. Numa mistura confusa e incrível de sensações sobre esse garoto, Sky irá se ver numa situação nada apática e sentir mais do que deveria sentir com alguém. Os dois, quando superarem alguns desentendimentos, irão se descobrir através de uma história profunda sobre seus passados e sobre seu presente juntos.

Não quero falar mais sobre o enredo em si do livro, pois temo escrever spoilers. Não quero que vocês, leitores dessa resenha, saibam nada antes de pegar o livro para ler, pois esta resenha tem uma única mensagem: LEIA ESTE LIVRO O QUANTO ANTES.

O começo da narrativa é bem centrado no par romântico, na conquista, nas descobertas com um e outro (Sky e Holder) e isso sendo tão presente não me pareceu um fator tão maravilhoso para tantos elogios que li sobre a obra. Porém, as páginas contando sobre o casal não foram tediosas, pelo contrário, o romance se construiu de uma forma convincente. Há uma atração instantânea, mas ela não é levada como ‘amor eterno’ logo de primeira, o que trouxe uma característica realista com esse núcleo.

O ponto chave para meu interesse aumentar substancialmente foi a primeira digressão (volta ao passado, flash back de algum personagem numa trama) exposta no livro. Ali é Sky se lembrando de uma cena em sua infância que se torna a ‘agulha no palheiro’ que precisa ser encontrada. Ou seja, o passado que irá mudar completamente o presente da trama.

Fora algumas cenas um pouco ‘melosas’ demais ou alguns palavrões que achei totalmente desnecessários nos diálogos, a trama se desenvolve muito bem e foi muito bem escrita. O drama aliado ao romance sensual foi algo novo presente em Um Caso Perdido que não costumo ler em tantos outros livros. Percebi na construção dos personagens características lúdicas sobre suas situações e suas histórias particulares, suas personalidades são condizentes com o que lhes aconteceu e esse é outro ponto favorável no livro.

Confesso que achei o final um tanto apressado com o decorrer dos acontecimentos, porém, teve seu lado bom, pois a leitura ficou insuportavelmente INdispensável. Não quis largar a leitura até chegar um ponto mais ‘calmo’ na trama e poder dormir em paz sem pensar tanto no que iria acontecer em seguida. O desfecho não é nada ilusório ou idealista demais, outro ponto positivo para uma narrativa que se propõe em explorar tanto drama. A classificação é para maiores de 16 anos e não é à toa.

Por fim, Um Caso Perdido é uma obra indispensável para os apaixonados em casais românticos problemáticos, histórias escondidas e segredos obscuros que não sabemos se queremos desvendar ou não.

11 comentários:

  1. Oiee ^^
    Acho que eu sou uma apaixonada por casais românticos e problemáticos...haha'
    Estou doida para ler esse livro, li Métrica da autora e ameei ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. "Métrica" da Colleen Hoover já fez muito sucesso por aqui e pelo jeito "Um Caso Perdido" é muito bom também. Eu ainda não tinha lido a sinopse e achei bem interessante. Gostei muito que você comentou que o desfecho não é ilusório, isso já me deixa com mais vontade de ler.

    ResponderExcluir
  3. Não ia ler porque a sinopse não tinha me chamado a atenção, mas depois fiquei um pouco curiosa e acabei ganhando aqui na livraria. Até gostei do "Métrica", então se "Um caso perdido" seguir mais ou menos essa linha da autora, capaz de gostar desse também.

    ResponderExcluir
  4. Hey,
    Gente que amigas danadas, deixa os meninos entrarem na janela -q HAHA

    Fiquei bem curiosa sobre o cara da Hopeless e o desenvolvimento da Sky depois que ele aparece, algo me diz que há treta e a mãe ta nesse meio. Holder, adorei o nome dele :3

    Ótima resenha
    bjs e tenha uma ótima terça - Nana
    Obsession Valley

    ResponderExcluir
  5. Nossa, fiquei beeem curiosa para ler o livro. Ainda não conhecia e confesso que a capa não me chamou muito a atenção, mas a resenha me deixou curiosa.
    Quero ler!

    Beijos,
    Pitada de Cultura

    ResponderExcluir
  6. Sempre vejo também muitas resenhas positivas sobre este livro e fico curiosa para conhecê-lo também. Adorei a sua resenha, o enredo me pareceu ótimo e muito bem construído, apesar de alguns pontos negativos que você comentou. Vou adicionar á minha lista. :)
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Adorei a resenha, me deixou curiosa pra ler o livro, ja tinham me indicado mas nunca tive curiosidade, agr to super curiosa kkkk

    ResponderExcluir
  8. Esse livro já entrou em minha lista de compras.......
    Fico pensando, se já édifícil para a maioria das pessoas lidar com o bullyng, o preconceito entre outras coisas, imagina para pessoas como Sky, que praticamente viveram isoladas e depois de uma certa "idade" ganham a liberdade e tem que enfrentar a "crueldade" do mundo a fora.....
    Esse tipo de história me faz pensar bastante em minha vida, como eu estou conduzindo-a, essas coisas... bommmm.... amei a resenha...


    Bjssss

    ResponderExcluir
  9. A cada resenha que leio deste livro fico com mais vontade de lê-lo suahsuahsauh

    Simplesmente adoro o modo como a Collen escreve e acho que todos os livros que ela lançar MERECEM ser publicados no Brasil u.u

    E uma coisa que achei interessante é o fato da personagem não ter contato com tecnologias e tal por ser educada em casa, ver como ela sai para "liberdade" lidando com tudo de um modo diferente me dá mais vontade de ler..

    Paradise Books || @ParadiseBooksBr

    XOXO

    ResponderExcluir
  10. Li e tenho a série Métrica e ameeeeeeeeeeeeeeei, evidentemente comprei Um caso perdido e foi um caso de amor rsrsr

    ResponderExcluir
  11. Li Pausa e Métrica da autora, é uma narrativa que flui com uma escrita gostosa, imagino que Um caso perdido siga por esta linha, este livro esta na minha lista de desespero - aqueles que preciso desesperadamente para continuar a viver srsrsrr

    ResponderExcluir

Opine,reclame,exclame,comente.Mas uma dica: palavras sinceras são sempre bem-vindas.

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger| Personalizado por: Jeniffer Yara | Imagens do Header: Pinterest | Ícones de gadgets/categorias: Freepik | Uso pessoal • voltar ao topo