04 abril 2014

Resenha - Seres Incríveis

Nome: Seres Incríveis
Original: Remarkable Creatures
Autor(a): Tracy Chevalier
Editora: Bertrand Brasil
Sinopse: Desde que foi atingida por um raio quando bebê, Mary Anning sempre foi uma pessoa diferente, destinada a grandes feitos. Ao descobrir fósseis de seres desconhecidos nas falésias de Lyme Regis, ela revoluciona o universo científico com ideias desafiadoras sobre a criação do mundo e estimula o debate sobre a origem da humanidade. Durante o processo de escavação, Mary encontra apoio na inteligente Elizabeth Philpot, uma solteirona de classe média, que também é obcecada por fósseis. O relacionamento delas desenvolve um delicado equilíbrio entre a fidelidade total e a inveja maldisfarçada. Apesar das diferenças de idade e origem, Mary e Elizabeth descobrem que, na luta pelo reconhecimento, a amizade é a arma mais forte para elas. Neste encantador romance, duas mulheres farão descobertas que mudarão o mundo. Ao longo da história, Tracy Chevalier enriquece a trama através do detalhamento dos hábitos da época, assim como da paisagem, das roupas, da questão religiosa e, principalmente, da arqueologia. “Tracy Chevalier revela mulheres cativantes e cheias de vida. Como uma caçadora de fósseis, a autora escava as praias da história e presenteia o leitor com uma narrativa envolvente.” (The Financial Times) “Chevalier mergulha em um momento histórico fértil, examinando a forma como uma jovem inteligente, mas sem experiência, interage com os homens prepotentes e arrogantes de sua época.” (The Washington Post)

Imagine o mundo de Jane Austen, mas sem final com casamentos, mulheres não tão formosas assim, mais independentes, apaixonadas por fósseis e moradoras de uma cidade pequena tradicionalista e antiquada. Claro que Seres Incríveis de Tracy Chevalier não pode ser resumido à apenas isso, mas é uma base do que podemos encontrar nesta obra. 

Elizabeth Philpot e suas duas irmãs, Margareth e Louise, precisam se mudar para uma outra cidade por não poderem mais viver em Londres, pois seu irmão casou-se e as três ainda estão sem pretendentes para casamento. Ao se mudarem para Lyme Regis, uma cidade perto da costa litorânea, Elizabeth se vê fascinada pelo que encontra na praia: fósseis de todos os tipos. Ao coletar alguns e não ter mais espaço para guardar os fósseis encontrados, Elizabeth vai ao marceneiro da cidade encomendar um armário para seus espécimes e lá conhece Mary Anning, uma garota que contém uma coleção de fósseis ainda maior que a própria Elizabeth e que parece conhecer muito sobre eles. As duas então constroem uma amizade a partir desse interesse e as descobertas sobre fósseis de antigas espécies desconhecidas desencadeia uma série de acontecimentos na vida das duas. Situações, momentos e pessoas novas mudam a vida de cada uma de formas diferentes e algumas vezes parecidas.

Seres Incríveis foi uma grata surpresa enviada pela Bertrand Brasil. O livro começa retratando Mary Anning e sua primeira estória de sobrevivência: Foi atingida por um raio e continuou a viver. Logo após conhecemos o estranho interesse por fósseis de Elizabeth Philpot, solteirona de classe média que não mantém esperanças de um futuro casamento acontecer. Aliás, nem com ela, nem com suas irmãs.O pai de Mary a ensinou quase tudo que a menina sabe sobre os fósseis e com Elizabeth adquire mais conhecimento ainda e orientação sobre o que fazer com suas descobertas. Essa relação entre duas pessoas de origens e idades diferentes nos trará um retrato de uma amizade permeada por uma paixão única e também por sentimentos ambíguos.

Mary além de ser mulher, é pobre e precisa de dinheiro para sustentar sua família. Após a morte de seu pai, a mãe de Mary e seu irmão trabalham no que podem, mas não é o suficiente. Portanto, a venda de fósseis se torna o meio de sobrevivência dos três. Elizabeth tem uma renda razoável para ela, suas irmãs e a empregada que trouxe de Londres, mas sua família contém certas limitações.
A estória se passa em uma época onde mulheres não tinham voz ativa numa sociedade em que homens são tidos como os únicos que podem expressar-se livremente e serem independentes. Além da religião também ser predominante. Ou seja, a descoberta dos fósseis de antigas espécies que não existem mais, vai contra a doutrina da igreja onde Deus é onisciente e onipotente e que todos os seres vivos da Terra originaram-se do jeito como são atualmente. Nessa trama, dúvidas sobre o que Deus fez ou não, são altamente desrespeitosas. Damas solteiras e independentes são mal vistas. Mulheres em sociedades de cientistas são proibidas. 

Seres Incríveis é uma obra sobre descobertas, sobre quebra de paradigmas, tradições, concepções. Retrata a estória de Mary Anning, uma personagem importantíssima na ciência e no começo das descobertas sobre existências extintas. Tracy Chevalier nos conduz para uma estória fictícia com embasamento em fatos e pessoas reais de uma maneira brilhante, cativante e emocionante até. 

A leitura deste livro é impressionante pela riqueza na escrita da autora e em seu enredo. Numa narrativa onde homens arrogantes e cheios de si se calam e admiram uma jovem inexperiente e brilhante na escavação de fósseis, Tracy nos cativa com seus personagens característicos e sua descrição detalhada sobre o espaço e o tempo em que a trama ocorre.
Ao final do livro, há uma explicação sobre alguns personagens da estória, indivíduos que realmente existiram, suas importâncias no meio científico e acontecimentos importantes os envolvendo.
Altamente recomendável, Seres Incríveis é uma obra que desperta seus leitores para a importância da amizade, da valorização da mulher na sociedade, da importância na quebra de tradições e no que paixões podem nos trazer de bom ou ruim em nossas vidas.

16 comentários:

  1. Hey
    Não conhecia! Achei o enredo interessante... mas coitada da protagonista gente.
    Escuto raios me escondo hahaha

    Parece ser uma narrativa bem inteligente! Fiquei curiosa.

    beijos e um ótimo final de semana
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia, mas fiquei super curiosa, espero ler um dia.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
  3. Nossa nunca tinha ouvido falar nesse livro mas pelo que li em sua resenha ele parece ser muito bom, ainda mais agora que minha leitura do momento é Jane Austen!!

    Parabéns pela resenha!!

    Beijos, Bá.

    http://cafecomlivrosblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Assim como a Iasmim não conhecia. Achei a capa super bonita, então isso já foi um ponto. Me pareceu um livro bem diferente e bom.
    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Flor! Tudo bom?
    Adorei a capa do livro, ela trouxe um grande toque de mistério a toda a história, amo quando causa essa sensação!
    Wow! Que início de resenha é esse? Já amei o livro só com essas poucas linhas, tenho quase certeza que é o livro com meu tipo de leitura, e é o que eu tenho procurado, também.
    Amei tudo o que a história engloba, desde a independência dessas mulheres maravilhosas até as descobertas e são verdadeiras sobreviventes. Como nunca ouvi falar nesse livro antes?! Não acredito, está indo agora para a minha lista e quero ler logo, tomara que minha abstinência não dure muito! Parabéns pela resenha, está MARAVILHOSA, como sempre

    PS. Flor, te convido a participar do grupo que criei para o compartilhamento de blogs literários: https://www.facebook.com/groups/1458148531080436 Te espero lá <3

    Beijinhos,
    Percepções Blog

    ResponderExcluir
  6. OI!
    Não conhecia o livro, mas fiquei muito interessada na verdade.
    Já vou procurar saber mais sobre ele.

    Abraços,
    Marinah | Blog Marinah Gattuso
    Não deixe de acompanhar a nossa FanPage
    Conheça a loja O Céu de Laura

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?

    Confesso que não conhecia o livro e nem a autora. Gostei da resenha, você me deixou curiosa! kk

    Beijos,
    http://smellingbooksallday.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oii Jeniffer!
    O livro parece ser bem interessante e a leitura rica e inteligente, mas infelizmente não me conquistou. Acho que eu não iria gostar :/

    Beijos,
    http://pitadadecultura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. A história parece ser mais interessante do que a sinopse do livro deixa parecer!

    ResponderExcluir
  10. Nossa, eu já tinha visto a capa desse livro, mas ela não me interessou muito, aí eu nem cheguei a ler a sinopse. Mas eu li a resenha e gostei muito da premissa do livro, me pareceu super interessante. Fiquei curiosa.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia esse livro, mas a sinopse chama a atenção.
    Adorei a resenha e me parece ser uma história fascinante. :)
    Resenha #139 - Delírio - Série Breathless - Livro 2 – Maya Banks.
    Confere lá!
    Manuscrito de Cabeceira
    Bjs.

    ResponderExcluir
  12. Desconhecia completamente o livro. Gostei do que você escreveu a respeito. Um livro que nos mostra uma mulher bem diferente do que estamos acostumados a ver.

    ResponderExcluir
  13. Oi Jeni, pelo título do livro, nunca chegaria a conclusão de que trata do tema da obra. Optaria mais por uma fantasia, ainda que a capa não pareça tratar disso.
    A trama parece ser interessante, mas acho que não é algo que tenho curiosidade de ler no momento.

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Não conheço esse livro mas adoro ler, sou viciada!Então não preciso nem dizer que gostei do seu blog ne rsrs! Já to seguindo aki, se puder me visita e segue tb flor, bjinhus!
    talkingabout-reb.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Jeni, meu amor!
    Mais uma vez você é culpada por aumentar a lista de livros desejados que nunca serei capaz de ler (porque ela é, de fato, enorme!). O tema abordado nessa obra parece sensacional, ainda mais porque você citou Austen lá em cima. Sem dúvidas deve ser uma leitura muito proveitosa, com uma carga muito grande de conhecimentos - sobre a cultura e costumes da época, além dos fósseis em si.

    Beijos <3
    Blog Procurei em Sonhos

    ResponderExcluir

Opine,reclame,exclame,comente.Mas uma dica: palavras sinceras são sempre bem-vindas.

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger| Personalizado por: Jeniffer Yara | Imagens do Header: Pinterest | Ícones de gadgets/categorias: Freepik | Uso pessoal • voltar ao topo