20 janeiro 2014

Resenha - O menino do pijama listrado


Nome: O menino do pijama listrado
Original: The Boy in the Striped Pyjamas
Autor(a): John Boyne
Editora: Companhia das Letras
Sinopse: Bruno tem nove anos e não sabe nada sobre o Holocausto e a Solução Final contra os judeus. Também não faz idéia que seu país está em guerra com boa parte da Europa, e muito menos que sua família está envolvida no conflito. Na verdade, Bruno sabe apenas que foi obrigado a abandonar a espaçosa casa em que vivia em Berlim e a mudar-se para uma região desolada, onde ele não tem ninguém para brincar nem nada para fazer. Da janela do quarto, Bruno pode ver uma cerca, e para além dela centenas de pessoas de pijama, que sempre o deixam com frio na barriga.
Em uma de suas andanças Bruno conhece Shmuel, um garoto do outro lado da cerca que curiosamente nasceu no mesmo dia que ele. Conforme a amizade dos dois se intensifica, Bruno vai aos poucos tentando elucidar o mistério que ronda as atividades de seu pai. O menino do pijama listrado é uma fábula sobre amizade em tempos de guerra, e sobre o que acontece quando a inocência é colocada diante de um monstro terrível e inimaginável.


O menino do pijama listrado era um livro mais do que recomendado em outros blogs e sempre tive uma grande curiosidade em sua leitura. Finalmente pude tê-lo em mãos por um presente de uma amiga querida e superando minhas expectativas e me surpreendendo na narrativa tão singela, o livro é tido por mim como um dos mais tocantes já lidos por mim.

Bruno chega em casa e encontra Maria, uma das empregadas da casa, organizando suas coisas em malas, até aquelas que estão guardadas no fundo do seu armário e que não é da conta de mais ninguém a não ser ele mesmo. Sem entender o que está acontecendo, pergunta a sua mãe o porquê de Maria estar fazendo aquilo, esta lhe responde dizendo que irão se mudar dali. Mudar de Berlim? Da casa de cinco andares com aquele corrimão que tanto Bruno gostava? Sim. O menino ao chegar à nova casa não se agrada nem um pouco dela, e repara que da sua janela, pode ver um muro de grade separando seu jardim de um lugar vasto, onde se encontram pessoas de todas as idades, todas vestidas estranhamente com um pijama listrado.
O livro traz uma perspectiva diferente sobre a época do nazismo. É mais voltado para a visão de um menino inserido numa família em que o pai é um importante comandante do nazismo, responsável talvez por muitas mortes de judeus, mas que em seu lar é apenas mais um pai rígido e algumas vezes frio, porém ainda um pai, que zela pela sua família. Somos inseridos no mundo de Bruno, um garotinho de 9 anos, muito curioso e inteligente, que amava sua antiga casa e não entende muitas coisas que acontecem ao seu redor. A narrativa é em terceira pessoa, mas traz traços da fala do menino e a visão dele inserida em determinadas situações. Ou seja, é uma narrativa bem simples, como de uma criança, e por isso mesmo, é uma narrativa tocante e por vezes, inocente.

Bruno conhece Shmuel quando resolve ir para sua primeira exploração no novo lar e assim, obtém um novo amigo. O único amigo na nova casa, que tanto o interessa por terem nascido na mesma data e terem tido histórias parecidas. Pelo menos é o que Bruno acredita.

Somos levados a conhecer dois mundos diferentes, que se colidem através de uma amizade inesperada. Emociona por ter no livro a visão de uma criança, diante de tanto horror e tanta injustiça, ser tão inocente e fora da realidade. São duas crianças vivendo vidas diferentes, tendo histórias diferentes, mas sendo iguais ao mesmo tempo.

Boyne sabe nos conduzir pela mente de Bruno e pelo que acontece ao seu redor de uma forma tão rápida, que nem percebemos e já estamos no final do livro. Escrito em dois dias e meio, O menino do pijama listrado é marcante por sua estória trazer tanta inocência em meio ao retrato do horror cometido com os judeus e da alienação com o povo da Alemanha. Mais do que recomendado, o livro nas mãos da Companhia das Letras, em seu trabalho tão bem feito, traz uma leitura singela e emocionante.

46 comentários:

  1. Esse livro é realmente lindo <3
    bjs
    www.borboletamaquiada.com

    ResponderExcluir
  2. Esse livro é maravilhoso. Sou fã dele e do filme - que me fez chorar.
    Mostra a inocência de crianças durante a Segunda Guerra "dos adultos".
    O Bruno só queria ter um amigo e não se importava com a intolerância dos outros perante aos judeus.
    Ótima resenha!!!
    Beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não assisti o filme, espero muito gostar também ><

      Excluir
  3. Eu comecei a ler este livro, mas não tive ânimo para continuar a leitura, no entanto mais uma vez ele volta para minha lista de leitura, senti que o livro é realmente muito interessante e tocante, mas que precisa ser lido no momento certo (sou dessas que tem que entrar no clima pra ler hahaha) Adorei a resenha, me deu ainda mais vontade de retomar a leitura.

    Beijos, Jeniffer
    ótima semana pra você.

    eraoutravezamor.blogspot.com
    semprovas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também dou dessas que tem que estar no momento certo para certas leituras! haha' Espero que quando o ler novamente, você goste ><

      Excluir
  4. Eu li há um tempo atrás e achei o livro impressionante. O fato de ponto de vista ser o de um menino é o que mais emociona, pois nos mostra a inocência de uma criança em meio a tantas tragédias. Amei a sua resenha.

    Bjs, bsaccani.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Que bom que gostou tanto quanto eu do livro *_*

      Excluir
  5. Escrito em dois dias e meio? Sério? Dessa eu não sabia.
    Assisti ao filme alguns anos atrás e ele me deixou muito, muito triste. O final me faz soluçar. Nunca tive oportunidade de ler o livro, mas tenho certeza que, se lesse, ele se tornaria um dos meus prediletos, porque gosto de coisas do gênero (mesmo que elas me façam chorar demasiadamente). Às vezes é tão difícil de acreditar que o Holocausto tenha realmente acontecido, né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seríssimo, o próprio autor diz sobre ter escrito nesses dois dias e meio ao final do livro D: rs O moço é muito bom ;}
      Às vezes é muito difícil acreditar nisso mesmo, tantas pessoas inocentes mortas :/

      Excluir
  6. Eu gosto muito dos livros do John Boyne e provavelmente O Menino do Pijama Listrado será uma das minhas próximas leituras. Acho interessante que a história seja sobre uma perspectiva diferente da maioria dos livros que eu já li ambientados durante o holocausto. Espero gostar bastante do livro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero muito ler os outros livros dele *_*

      Excluir
  7. Eu sou louca para ler esse livro. Que bom que pudeste ler, eu ainda estou esperando esse prazer.
    A história parece ser belíssima e emocionante, principalmente por esse outro aspecto, de não ter como objetivo falar da Guerra, mas falar dela do mesmo jeito sob outra perspectiva.

    Beijos
    liliescreve.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim, ele é realmente lindo e tocante. Espero que possa lê-lo em breve ;}

      Excluir
  8. Essa visão de criança em meio ao horror já é algo que me conquistou quando li "A menina que roubava livros" e estou louca para ler "O menino do pijama listrado". Acho que vou chorar de novo rs

    Eu tenho o livro aqui mas só nao comecei a ler ainda por causa da ressaca literária de "A menina que roubava livros". O mesmo acontece com "O diário de Anne Frank".

    (desconstruindoaspalavras.blogspot.com.br)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo sua ressaca literária, eu também ficaria e fiquei depois de A menina que roubava livros! Pude ler O menino do pijama listrado bem depois e num momento mais 'light'. Mas o livro em si não é tão pesado assim ;}

      Excluir
  9. Foi um dos poucos filmes que eu não tenho vergonha de falar: chorei. rsrsrs. Mas valeu a pena, sinceramente a primeira vez que me deparei com O Menino do Pijama Listrado não me interessei pelo livro, mas depois do Filme... Uau. O nazismo sempre é retratado de tantas formas nos livros - tantos grandes romances - e esse é de fato uma das histórias que mais toca as pessoas. Sem palavras!

    terradefagulhas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu preciso assistir a esse filme agora *_*

      Excluir
  10. Oii!!
    Esse livro está na minha meta de leitura!
    Louca pra conhecer a escrita desse autor!
    Beijos

    Elidiane
    Leitura entre amigas

    ResponderExcluir
  11. já ouvi falar, mas sei la não tenho muito interesse em livros assim u.u

    http://stroke-of-insanity.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Tenho vontade de ler. Parece que é uma história linda.
    Eu adoro ler livros que se passam nessa época.

    Beijos,
    Carissa
    www.carissavieira.com

    ResponderExcluir
  13. ótima resenha!!! Só não leio ainda pois acho que ia me emocionar com a leitura.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Ainda não consegui ler o livro, mas como sou encantada pelo filme, sei que o livro é perfeito.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
  15. Oi Jeniffer, tudo bem?
    Esse livro é lindo. Chorei muito quando terminei de ler pois tudo que se refere a segunda guerra mundial me toca. A amizade do Bruno com o Shmuel é linda e pura o que nos mostra que mesmo em um período tão sombrio, coisas lindas podem acontecer. ótima resenha.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    Você é o que lê

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não chorei ao final do livro, só me emocionei um pouco mesmo, mas concordo com seu comentário, ele é realmente lindo e a amizade entre os dois é emocionante :'}

      Excluir
  16. Assim como você, imagino, já li milhões de outras resenhas sobre esse livro e a oportunidade de lê-lo ainda não me surgiu. Mas quando isso acontecer, sem dúvidas o lerei o mais rápido possível. Adorei a resenha.

    ACESSO PERMITIDO: As singelas.
    http://acessopermitidoblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Espero que consiga concretizar a leitura em breve ><

      Excluir
  17. A história do livro é mesmo linda, até agora só vi o filme, mas se tiver a chance, com certeza leria o livro.

    Thoughts-little-princess.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A maioria parece que assistiu o filme, preciso dele logo! rs

      Excluir
  18. Li esse livro pouco tempo, no fim acabei chorando. É muito linda e emocionante!
    Beijos
    Quarta Estação

    ResponderExcluir
  19. Eu não li o livro :/ simplesmente porque vi o filme e fiquei MUITO depressiva e como sei que o livro é muito mais rico em detalhes tô passando longe KK

    Abraços,
    Marinah | Blog Marinah Gattuso
    Não deixe de acompanhar a nossa FanPage
    Conheça a loja O Céu de Laura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bah, mas o livro nem é tão triste assim ;} rs

      Excluir
  20. Ain, amo a escrita do Boyne, e me comprometi a ler todos os livros dele, sendo que este é o que eu mais desejo ler.
    Já sei que vou chorar feito manteiga derretida rs
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou atrás dos outros livros dele também *_*

      Excluir
  21. Dois dias e meio? E eu levo um ano para terminar uma fanficzinha de nada hahahahahaha

    Adoro todas as resenhas que leio sobre o livro! Parece ser uma história bem interessante e às vezes penso, triste.. tenho vontade de assistir o filme tb!

    Ótima resenha, Jen!

    bjs
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É triste, mas é lindo ao mesmo tempo >< E não é o que autor conseguiu essa obra linda em apenas dois dias e meio?! *O* haha'

      Excluir
  22. eu ainda não li porque vi o filme antes, preciso comprar.

    adoro a história, pena que é triste demais :(

    beijos
    Talita
    Cereja Rocks
    Loja Cereja Rocks

    ResponderExcluir
  23. No mesmo instante que eu vi "Resenha - O menino do pijama listrado" lá na lista de leitura, parei tudo que eu fava fazendo pra poder ler com calma.
    Eu já li esse livro e com certeza foi um dos livros mais tocantes que eu já li também. Sua opinião diz absolutamente tudo! Há uma inocência no livro tão grande, em contraste com todo aquele contexto histórico horrível do nazismo, que é impossível não se sensibilizar com a história. Eu assisti ao filme também, que é bem fiel ao livro e, mesmo já conhecendo a história (por ter lido o livro antes), no final bate uma tristeza assim, sabe? É, de fato, uma história bem tocante.
    Adorei sua resenha Jeniffer! (:
    Beijos!

    http://perolairregulaar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amei seu comentário, isso sim! haha'
      Obrigada <3

      Excluir
  24. Imagino o quanto este livro deve ser emocionante. Já vi ao filme e é impossível não chorar. Fico imaginando o quanto deve ser bem mais intenso e emocionante o livro cheio de detalhes.
    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que o livro te faz sentir mais íntima da estória. Vale à pena ;}

      Excluir
  25. Oi Jeniffer, gosto muito de histórias ambientadas na Segunda Guerra. São sempre emocionantes, cheias de drama e muito marcantes.
    O final foi surpreendente e extremamente triste. Ainda não tive a chance de assistir ao filme, mas tenho curiosidade de saber o quanto eles foram fiéis a história.

    Beijos
    Caline - mundo-de-papel1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também tenho curiosidade quanto ao filme Caline ><

      Excluir
  26. Absolutamente amo esse livro. Ele é maravilhoso <33.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  27. Ai, cara, eu quero!
    Já ouvi/li falar muito sobre esse livro, e sempre muito bem.
    Eu REALMENTE preciso ler esse livro.

    Um abraço!
    Ótima resenha, Jeni.

    Sacudindo Palavras

    ResponderExcluir
  28. Gosto muito de livros que tragam temas da 2° GM de alguma forma, ainda não li este, mas vi o filme e gostei demais, está na minha lista de leituras certamente! ;*

    ResponderExcluir

Opine,reclame,exclame,comente.Mas uma dica: palavras sinceras são sempre bem-vindas.

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger| Personalizado por: Jeniffer Yara | Imagens do Header: Pinterest | Ícones de gadgets/categorias: Freepik | Uso pessoal • voltar ao topo