12 janeiro 2014

Resenha - As violetas de Março

Nome: As Violetas de Março
Original: The violets of march
Autor(a): Sarah Jio
Editora: Novo Conceito
Onde comprar: Compare preços
Sinopse: Emily Taylor é uma mulher jovem e escritora de sucesso, mas não gosta muito de seu próprio livro. Também tem um casamento que parece ideal, no entanto ele acabará em divórcio.Sentindo que sua vida perdeu o propósito, Emily decide fazer as malas e passar um tempo em Bainbridge — a ilha onde morou quando menina — para tentar se reorganizar.
Enquanto busca esquecer o ex-marido e, ao mesmo tempo, arrumar material para um novo — e mais verdadeiro — livro, um antigo colega de escola e o namorado proibido da adolescência tornam-se seus companheiros frequentes. Entretanto, o melhor parceiro de Emily será um diário da década de 1940, encontrado no fundo de uma gaveta.
Com o diário em mãos, Emily sentirá o estranhamento e a comoção causados pela leitura de uma biografia misteriosa que envolve antigos habitantes da ilha e que tem muito a ver com sua própria história.
Assim como as violetas que desabrocham fora de estação para mostrar que tudo é possível, a vida de Emily Taylor poderá tomar um rumo improvável e cheio de possibilidades.

As violetas de Março me chamou atenção desde o nome (que amei) até sua sinopse, que prometia trazer-me uma leitura super agradável e aconchegante, por tratar de uma história envolvendo diário (que amo), e ainda um antigo diário que pode mudar o destino de alguém. E sim, foi uma leitura mais do que agradável e aconchegante.

Emily Wilson acaba de divorciar-se, após descobrir a traição de seu marido. Devastada e se sentindo perdida, aceita o conselho de sua melhor amiga, Annabelle, e volta á ilha Bainbridge, onde sua tia Bee mora. Recordando sua infância quando passava as férias naquela ilha, que lhe traz tantas lembranças boas, Emily mal sabe que a tal ilha trará novas e chocantes lembranças sobre outras pessoas, participantes de uma história que ela desconhece e mal entende que irá mudar não só as escolhas que tomará, mas também mexerá com lembranças enterradas na vida de algumas pessoas ao seu redor.

E As violetas de Março é isso, um emaranhado de segredos que te deixam cada vez mais curioso e ansioso para saber os desfechos dele; por mais que o mistério da revelação de cada um deles e o desenrolar de tais mistérios sejam instigantes, não dá para não ficar ansiosa para conhecer a história verdadeira escondida tão bem nesse enredo lindo.

Me descobri lendo e favoritando livros de histórias atuais que continham uma história do passado que mudará o tempo presente dos personagens envolvidos e que tira o fôlego no desenrolar dos mistérios envoltos nos segredos passados. Foi assim com A casa das orquídeas e Jardim de Inverno e agora com As violetas de Março. Pode parecer repetitivo os livros com o mesmo tipo de enredo, mas apenas o 'esqueleto' desses enredos são parecidos; as histórias narradas tem suas diferenças e grandes diferenças que os fazem serem únicos. Livros assim me cativam e me marcam de uma forma que não consigo compreender muito bem; talvez seja o grande interesse que tenho por histórias do passado, com seus finais trágicos ou não, que fazem parte da história de vida de alguém e que acho tão interessante em ler e talvez me imaginar fazendo parte das histórias, não sei.



Esse livro em específico traz personagens cativantes, como Bee, a tia de Emi, e Evelyn, melhor amiga de sua tia, que mesmo estando em estado terminal não perde sua singularidade em ser ela mesma, partindo de uma forma bonita e deixando saudades em nós, leitores. Mas também traz personagens que podem irritar e te fazer repensar em algumas atitudes que você mesma pode tomar, como Esther, a dona do diário enigmático que Emi encontra e tanto a interessa. A nossa narradora, Emily, é uma escritora e não tem como não se identificar com ela, pelo seu interesse no diário, pela sua paixão pela ilha e pelo seu drama na falta de inspiração em sua escrita.

Além de tais características marcantes que fizeram de Violetas de Março ser mais uma das boas leituras do ano (leitura de 2013, desculpem a demora em postá-la), ainda temos todo o cenário da ilha de Brainbridge, que, se eu pudesse ter realizado essa leitura numa casa à beira de uma praia me sentiria ainda mais imersa na história de Esther e Emily, mas deu para sentir a brisa do mar a cada cena descrita e a areia nos pés a cada caminhada de nossa protagonista. Enfim, um cenário lindo.

Violetas de Março é encantador, como diz Beth Hoffman, uma das críticas que aparece na contra-capa do livro. E para seu primeiro livro, Sarah acertou em cheio no enredo, na história, nos personagens e no desfecho emocionante. Recomendo a todos que já leram A casa das orquídeas e Jardim de inverno, que gostaram de tais livros e aos eternos amantes de romances entrelaçados, cheios de segredos, traições e momentos emocionantes.

36 comentários:

  1. Esse é um dos livros que lerei um dia *-*
    com certeza \o

    ResponderExcluir
  2. Eu já tive interesse neste livro, mas com o tempo acabei perdendo. Acho a premissa da história muito interessante, sério. Se tiver a oportunidade de ler um dia não vou perder.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Livro que quero ler há algum tempo. Sua resenha está muito boa e me fez ficar mais curiosa ainda.

    Thoughts-little-princess.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Gostei de sua resenha, e da forma positiva que você falou do livro. Devo confessar que também gosto do título do livro, mas me vejo inseguro para comprar e ler, porque vi algumas resenhas bem negativas sobre o mesmo. Enfim, um dia eu lerei.
    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bah, que pena que tiveram algumas resenhas negativas sobre ele. Confesso que não as entendo, esse livro foi um dos melhores do ano 2013, como disse na resenha.rs

      Excluir
  5. Nossa, sabe que a última vez que eu fui na livraria, eu quase comprei esse livro?? Foi por poooouco, muito pouco mesmo, mas acabei levando Entre o Agora e o Nunca (e me arrependi um pouco, infelizmente, porque achei a estória muito imatura :/)
    Mas agora deu vontade msm de ler esse livro, ele já é o próximo na minha lista *-*
    Beijãoo!!

    http://penny-lane-blog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que na próxima, o compre ;] haha'

      Beijos

      Excluir
  6. Tá ai um livro que estou com bastante vontade de ler. No entanto, fico com certo receio justamente por esse "enredo gasto" de presente e passado. Li A casa das orquídeas, que gostei e Lago dos Sonhos. Que eu me lembre, também tem A última carta de amor! Mesmo assim, parece ser uma leitura bem tranquila.

    Beijos,
    Lucas
    ondeviveafantasia.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que o enredo não seja gasto, pra quem gosta de bastante história, é claro.Se gostou de Lago dos Sonhos e A casa das orquídeas, irá gostar desse também >< São parecidos, mas apenas na 'base' do enredo, fora isso, são únicos ;}

      Beijos

      Excluir
  7. Que ótima a sua resenha. O título do livro já chama atenção, a sinopse já deixa a gente bastante curiosa também, espero por ler também.

    Beijos.
    eraoutravezamor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oieee =)
    menina, essa capa realmente é linda ~<3
    A proposta boa, e tua resenha ótima, que me deixou instigada e ansiosa para ter o livro e devorá o mais rápido possível, quero desvendar esse mistérios.
    Oieee =)
    Nossa, eu sei essa sensação, fiquei assim com a Hospedeira, mas li.
    também tive o mesmo problema com A menina que roubava livro, tentei três vezes e desisti.
    Gostei da capa, mas a trama e tua resenha fez com que eu fale para mim mesma que não preciso dele :P
    Beliscões carinhosos da Máh ♥
    Cantinho da Máh
    @Maaria_Silvana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi >< Acredito que o comentário da minha resenha seja o primeiro.rs Sim, ele é realmente bom e traz uma proposta ótima para leitura ;}

      Excluir
  9. Eu adoro esse livro <3
    E o que mais me fez gostar é os personagens serem tão cativantes mesmo, a leitura foi tão rápida e gostosa.

    Beijos
    Pepper Lipstick

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Bia, leitura rápida e gostosa *_*

      Excluir
  10. Olá, tudo bem?
    Eu ainda não tinha lido nada sobre esse livro, mas que amor <3
    Eu adorei a capa, exatamente por ter esse diário antigo nela.

    Beijos, Equipe CR.
    Visite: Cereja Rocks / Loja Cereja Rocks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diários sempre me interessam também <3

      Excluir
  11. As palavras "diário dos anos 40" me chamaram a atenção, hehehe.
    Adorei a resenha e achei a capa do livro um luxo só.
    História parece ser bem encantadora.
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  12. Amei a resenha, gostei da sua visão positivamente crítica, quero muito ler!

    Abraços,
    http://www.revolucaonerd.com/

    ResponderExcluir
  13. Foi a semelhança com A Casa das Orquídeas que me fez querer ler este livro. E agora com vc associando os livros e revelando que a semelhança nada mais é do que este 'esqueleto' mesmo, me fez ficar ainda mais curiosa. Pretendo ler muito em breve este livro tbm!!

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Lindona, eu nao conhecia :O Aiiin , ameeeei seu pos! a
    proposito estou amando seu blooooog *-*
    é lógico que já estou supeer seguindo e curtindo sua fan page e te convido a seguir meu blog tb e a curtir minha fan page. Se puder se inscreva no meu canal do Youtube: http://www.youtube.com/user/tainaheille
    Me manda o seu p eu me inscrever tb (:

    nossoblogdemodaa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Nossa, parece ser muito bom! *-* Acho que vou passar ele na frente de alguns aqui =)

    Abraços,
    Marinah | Blog Marinah Gattuso
    Não deixe de acompanhar a nossa FanPage
    Conheça a loja O Céu de Laura

    ResponderExcluir
  16. Eu ainda não consegui ler, mas ele tá na minha lista de desejados a um tempão.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
  17. Eu não conhecia a história desse livro, parece ser bem interessante! Devido a quantidade de livros que eu tenho para ler em casa, acredito que vai demorar um pouquinho para eu poder ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo a demora em ler esse, mas quando ler, quero ver sua opinião sobre ele ><

      Excluir
  18. Essa capa é maravilhosa. To super anciosa para ler logo <3

    ResponderExcluir

Opine,reclame,exclame,comente.Mas uma dica: palavras sinceras são sempre bem-vindas.

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger| Personalizado por: Jeniffer Yara | Imagens do Header: Pinterest | Ícones de gadgets/categorias: Freepik | Uso pessoal • voltar ao topo