30 dezembro 2013

Sobre o que eu não sei escrever


Sabe aqueles momentos que você não consegue saber sobre o quê escrever e por isso não escreve sobre nada?! Sim, eu sei. Por que tive vários momentos como esse ao longo dos últimos meses. E foram tantos momentos bons e ruins sobre o quê escrever! Acho que eu apenas não sabia como escrever. Como, taí uma palavra que me incomodou bastante nos últimos tempos. Como vou me expressar sobre as novas descobertas que estava presenciando na universidade? Como vou dizer o quanto amei saber que meu futuro não se resume a apenas um caminho simples e mesquinho? Como posso dizer o quanto estava absorta e maravilhada no futuro que sempre imaginei e que estava ali, o presenciando de uma maneira diferente, mas ainda assim podendo desfrutar tudo aquilo que sempre quis?! Não só a universidade me trouxe novas esperanças sobre um futuro que posso sonhar alto; aquela pessoa que apareceu mais do que de repente e sem previsões também me trouxe isso. Novas esperanças, diferente das que a universidade me deu, mas tão importante quanto.
Não só estava presenciando um futuro já sonhado, mas descobrindo novas experiências, novos momentos, novos desafios, novas criações, novas oportunidades e novas frustrações. Por que não há vida sem frustrações e algumas decepções, todos sabem disso. Novos perigos se tornaram reais, novos medos apareceram, mas novas confianças e segredos compartilhados também, o que equilibra essa balança imaginária sobre o bem e o mau que presenciamos em nossas vidas.
Esse não é um texto retrospectivo sobre como o ano teve seus momentos bons e ruins e o quanto espero do próximo que está perto. Esse é um texto nostálgico, em um momento que pude finalmente parar e pensar sobre o que esteve/estava acontecendo comigo e como não pude parar para escrever sobre esses momentos por estar ocupada demais os vivendo. Dizem que é melhor viver vivendo do que viver pensando sobre viver, levei a teoria à sério e cá estou, ‘nostalgiando’ o que não tive a chance de ‘nostalgiar’ antes.
Foram dias árduos, a nova rotina foi como uma onda gigante vindo em minha direção e eu sem saber o que exatamente fazer para me proteger, só pude encará-la. Sempre reclamando, por que é de minha natureza sempre reclamar, mas da melhor forma possível que encontrei. Mudei de turno, tive que me adaptar a novas pessoas; ainda bem que estava com outras que já conhecia. Do outro lado, estava começando algo novo, também junto com outras pessoas na mesma situação. O que foi muito bom. Estava todo mundo no mesmo barco. Junte tudo isso a um namoro, a muitos livros para serem lidos, a uma amizade não esquecida e a ideia de que eu teria tempo para lazer e continuar a fazer as coisas que sempre fazia. Essa sou eu, enlouquecendo um pouquinho por não ter tempo para tudo que queria e me frustrando.
Mas tudo tem suas recompensas, até as coisas ruins, não que eu tive recompensas ruins, tive muitas boas sim. Até agora. Só espero continuar nesse mesmo ritmo.
Os dias que achei intermináveis, finalmente, acabaram. E agora posso falar: ‘como passou rápido!’. Sim, por que enquanto estamos no presente, não dá para soltar uma expressão dessas. Agora sim, estou a um passo de completar mais uma fase, passar para o próximo nível do jogo (?) e conquistar novos desafios. Assim como todos que lêem este humilde e sem sentido texto.
Vamos soltar fogos! Não pelo ‘novo’ ano que está chegando e sim por tudo o que já conquistamos e temos para conquistar. Por todas as pessoas que ainda estão ao nosso lado e que sempre estarão quando puderem. Por todas as novas amizades e amores. E principalmente, pelas novas chances de fazer algo certo, não só para nós mesmos, que ainda teremos futuramente.

Feliz 2014 à todos os leitores e visitantes queridos do Meu Outro Lado. Eu e meus colaboradores desejamos mais do que um novo ano repleto de felicidade, com muitos sonhos realizados, desafios vencidos e momentos inesquecíveis. E que venha mais um ano de blog! Com muito mais posts e muito mais seguidores acompanhando esse hobbie que tornou-se algo a mais, algo importante e essencial para mim. Que em 2014 o blog cresça ainda mais junto com vocês, leitores queridos, que fazem parte não só do blog, mas da minha história ♥

20 comentários:

  1. Aii Jeniffer, eu não presenciei nada do que você disse, mas mesmo assim também me senti nostálgico. 2013 foi um ano de muitas mudanças e novidades pra você hein? E deu pra sentir todo o ar universitário e tudo de maravilhoso que venho com ele pra sua vida. Parabéns pelas suas conquistar e por mais um ano de blog. E toda sorte e felicidade do mundo no seu namoro, rsrs.
    É, se Deus quiser, 2014 será a minha vez de mudar de vida e ir pra facul. kkkkkk
    Ahhh só pra avisar que mudei a url do blog. Portanto, se você seguia o endereço antigo, acesse o blog e o siga novamente para que as atualizações de posts volte a aparecer no seu painel do Blogger. Beijoooos e um feliz ano novo!!
    Blog Mais amor, Mais livros
    Página do Facebook
    Canal do Youtube

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn, quem não se sente meio nostálgico em final de ano, né/?! Torcendo aqui pra que tudo dê certo e seja sua vez de entrar na universidade ;}

      Beijos (Já estou seguindo o blog com a nova url \o)

      Excluir
  2. Entendo essa dificuldade de escrever - ah, como entendo! Quando passamos por alguma mudança brusca ou descoberta importante, é quase uma dor colocar empalavras o que isso representou. Bom, feliz 2014!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem que isso está mudando e as palavras estão retornando <3
      Feliz 2014 ><

      Excluir
  3. 2014 vem com essa nova chance de fazer tudo diferente e acertar, mas também dá a chance de errar para poder aprender.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem erros não tem graça, né?! >< rs

      Beijos

      Excluir
  4. Ando também com bastante dificuldade para escrita,e olhe que a mesma para mim foi sempre uma forma de esvaziar a mente. Mas enfim ano novo, novas ideias nasçam em nossas mentes e sejam passadas para o papel;. Feliz 2014!
    http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Feliz 2014! E sim, com novas ideias e novas formas de nos expressar, sempre <3

      Excluir
  5. Jhenny,
    primeiramente feliz 2014
    que texto nostálgico mais lindo. Sábias palavras que me fizeram refletir, em especial : "Por que não há vida sem frustrações e algumas decepções, todos sabem disso." O bom é que toda experiência é válida, até mesmo as mudanças constantes em nossa rotina, e que muitas vezes fogem do nosso controle.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada *_* Feliz 2014 pra você também e que as novas mudanças acrescentem muito em nossas vidas <3

      Excluir
  6. Não saber sobre o que escrever é parte da graça da vida ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim, mas também é ótimo quando sabemos exatamente sobre o quê escrever ;}

      Excluir
  7. Em breve você acha inspiração.

    Seguindo, retribui?
    http://www.wondermarcelo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Já passei por uma situação como esta antes.
    É chato, ficar sem inspiração.
    Parece que tudo passa devagar.
    E você está vivendo aquele momento e não consegue escrever sobre.
    No meio do ano passado parei durante quase um mês por causa disso - as provas do colégio também me ajudaram ;)
    Jeniffer te desejo um 2014 maravilhoso e inspirador <3
    Beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre tem esse momento quando não sabemos como escrever, mas ele passa, ainda bem ;}
      Feliz 2014 Iza <3

      Excluir
  9. Eu acredito em "épocas férteis para a escrita". Tem dias que fico com u bloqueio horrível, em outros dias eu estou morrendo de vontade de escrever alguma coisa, que as pessoas leiam, comentem... Enfim, lindo texto.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada <3 Acredito que todo mundo essa época fértil para escrever e outras nem tanto.rs

      Feliz 2014 ><

      Excluir
  10. Um milhão de ideias na cabeça e falta de talento para colocar no "papel" é o que acontece comigo. Acho que preciso de mais disciplina para escrever. ;-) Feliz 2014.
    -Distante do Sol-

    ResponderExcluir

Opine,reclame,exclame,comente.Mas uma dica: palavras sinceras são sempre bem-vindas.

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger| Personalizado por: Jeniffer Yara | Imagens do Header: Pinterest | Ícones de gadgets/categorias: Freepik | Uso pessoal • voltar ao topo