02 agosto 2013

Resenha - O teorema Katherine

Título: O teorema Katherine
Original: An abundance of Katherines
Autor(a): John Green
Editora: Intrínseca
Onde comprar: Compare preços
Sinopse: Após seu mais recente e traumático pé na bunda - o décimo nono de sua ainda jovem vida, todos perpetrados por namoradas de nome Katherine - Colin Singleton resolve cair na estrada. Dirigindo o Rabecão de Satã, com seu caderninho de anotações no bolso e o melhor amigo no carona, o ex-criança prodígio, viciado em anagramas e PhD em levar o fora, descobre sua verdadeira missão: elaborar e comprovar o Teorema Fundamental da Previsibilidade das Katherines, que tornará possível antever, através da linguagem universal da matemática, o desfecho de qualquer relacionamento antes mesmo que as duas pessoas se conheçam.
Uma descoberta que vai entrar para a história, vai vingar séculos de injusta vantagem entre Terminantes e Terminados e, enfim, elevará Colin Singleton diretamente ao distinto posto de gênio da humanidade. Também, é claro, vai ajudá-lo a reconquistar sua garota. Ou, pelo menos, é isso o que ele espera.

Mais um livro de John Green como uma das minhas leituras obrigatórias. Para quem leu minha resenha de A culpa é das estrelas viu que amei o autor, amei a estória, me emocionei muito e fiquei sedenta de mais John Green. Eis que surgiu a oportunidade de ler O teorema de Katherine, graças à uma amiga querida, e que bom que essa oportunidade surgiu logo.

Colin conhece Katherine, se apaixona por ela, Katherine gosta de Colin, eles namoram, mas logo Colin é dispensado pela Katherine. E assim a estória se repete por 19 vezes ao longo dos curtos anos de Colin. Após ser dispensando pela K-19, Colin está mais do que deprimido e angustiado, e junto com Hassan, seu grande amigo árabe, decide fazer uma viagem de carro sem destino certo. E assim, no Rabecão de Satã (nome do carro), os dois amigos acabam 'estacionando' em Gutshot, Tenesse, parados pela curiosidade de Colin em ver o túmulo de Francisco Ferdinando (exatamente aquele que foi o estopim da Primeira Guerra Mundial).

Naquela cidade pacata, Colin e Hassan descobrem-se em novas atividades, conhecendo novas pessoas e principalmente Colin, pois ali começa a elaborar seu Teorema Katherine, o teorema que calcula quem irá terminar com quem em um relacionamento amoroso.

Durante a leitura, lembrei muito de Resposta Certa de David Nicholls, onde temos um protagonista nerd com suas desilusões amorosas; mas ao contrário de Brian , Colin não é irritante por sempre estar pensando nas 'Katherine's' que já apareceram em sua vida ou em suas explicações científicas, muito presentes na narrativa e nas notas de rodapé (que são muitas e na maioria, engraçadas). Não sei vocês, mas gosto de personagens nerds, por mais irritantes que podem ser quando existe uma garota idealizada por eles. Porém, Hassan, o amigo árabe e que traz ao livro todo um vocabulário diferente junto com Colin (que fala nada menos que 11 idiomas) também rouba a cena com suas tiradas sarcásticas e engraçadas.

É um romance jovem e tem seus clichês, mas não decepciona. A narrativa de John, novamente, flui muito bem e o autor nos convence a cada novo capítulo que sua estória irá ficar mais interessante ainda e que seus personagens tem um quê de real e que podem fazer-se identificar com o leitor.

Recomendo muito aos fãs de John, aos que leram A culpa é das estrelas e gostaram e aos que não leram, também é um bom livro para conhecer a obra do autor (mesmo tendo opiniões contrárias à minha), se você gosta de romances nerds com alto teor informativo e cômico ou de romance com muita matemática, O Teorema Katherine deve ser sua próxima leitura.

31 comentários:

  1. Oi Jeniffer, quanto tempo!
    Não sei se você se lembra de mim, mas você não sabe a alegria que foi descobrir que você continua na blogosfera há tanto tempo! Lembro que te acompanhava desde do Simplesmente Jeniffer.
    Enfim, estou de volta!
    Acredita que eu ainda não li esse livro? Eu sou louca por A Culpa é das Estrelas, mas acho que não peguei outro livro do John para ler até hoje por medo de me decepcionar.

    Beijos
    utopiaincessante.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que lembro! Já fui em seu blog, te visitar e te seguir, não quero perdê-lo de vista >< Que bom que voltou á blogosfera <3
      Leia sim outro livro do John, nem que seja só por curiosidade, sério, não sei você, mas eu não consigo ter medo de me decepcionar com John, rs

      Beijos ><

      Excluir
  2. Eu adorei o livro. É o livro mais nerd e um dos mais engraçados do John Green, e eu admiro muito a capacidade do autor escrever livros bem diferentes e unicamente maravilhosos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Preciso ler os outros pra falar isso também *O*

      Excluir
  3. Só li ACEDE e me apaixonei por Green! Preciso ler logo Teorema, dizem que não é tão bom quanto o primeiro que citei, mas gostei da sua resenha, me deu vontade de lê-lo logo.
    Eu fico imaginando como Colin deixou-se apaixonar por DEZENOVE Katherines t_t Deve ser algum carma haha

    Beijos
    www.procurei-em-sonhos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haushasu' Carma eu não sei, mas que é estranho, é. Bem, o humor nerd e irritante do personagem principal podem ter feito algumas pessoas dizerem isso do livro, que você falou, não dá pra comparar também ACEDE com Teorema, é bem diferente ;}

      Beijos

      Excluir
  4. Eu quero ver se compro na Bienal.
    Pois é, minha amiga leu e disse que é bem gostosinho, embora não tão bom quanto a história de Hazel.

    Fiquei curiosa com essa comparação de Resposta certa. Me dá raiva do protagonista só de lembrar dele (e olha que eu adorei as primeiras páginas).

    liliescreve.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que ACEDE tem seus personagens super cativantes e lindos, mas Teorema é bem diferente, vale à pena ler ;}
      haha' O Brian era mesmo irritante né? Mas acabei gostando dele, no final. rs

      Excluir
  5. Oii, ha que ainda não tinha visto novo lay aqui, ficou bem bonito!
    Eu nunca li os livros desse escritor, mas acho que quando ler vou ficar igual a voce, sedenta rsrs

    chadecalmila.blogspot.com
    Fan Page > facebook.com/blogchadecalmila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn, obrigada <3
      E leia sim e fique logo sedenta, por que ficar sedenta por John é muito bom ><

      Excluir
  6. Aaawwn, concordo com você! <33 O John é maravilhoso em suas narrações. Quero ler.

    http://acessopermitidoblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Sou suspeita pra comentar essas coisas porque JOHN GREEN <3

    ResponderExcluir
  8. Esse livro foi uma diversão, pois ele é tão leve, despretensioso e tão nerd, uma ótima escolha para uma tarde <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim, livro leve e cheio de humor nerd :3

      Excluir
  9. Ahhhh estou loucaa demais por esse livro. Esse dias vi em uma livraria e quase dei piti. kkk Pena que ainda estou sem dinheiro. Me apaixonei por A Culpa é das estrelas e acredito que com os outros livros do John Green não vá ser diferente. Também estou louca pra ler Cidades de papel e Quem é você, Alasca? kk
    Ótima resenha flor.
    Beijoos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou doida pra ler/ter esses outros dois também, coleção de John aí vou eu \o haha'

      Beijos

      Excluir
  10. Eu comecei a ler A culpa é das estrelas e com a correria do semestre na facul, não consegui terminar. As férias acabaram e eu não retomei a leitura. Talvez Green seja um autor bom em desenvolver personagens jovens, como JK Rowling. E eu adoro esta temática.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena que ainda não terminou ACEDE, mas quando puder, termine e veja mesmo se gostou ><

      Excluir
  11. Conheci John Green a pouco tempo, sabe. Mas fiquei apaixonada demais. Tô doida demais pra ler esse! Já está na minha lista de compras! :D

    Um beijo
    www.kvcomvoce.com

    ResponderExcluir
  12. oie Jenny
    eu não curti tanto esse livro como os outros do autor que li, e prefiro o Brian rs tmb tenho uma quedinha por personagens nerds, mas achei o Colin um chaaato de galocha kkkkkkkk
    mas valeu pela diversão em ver as piadinhas que o Hassan fazia consigo mesmo.
    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxinha :/ Mas as piadinhas do Hassan são ótimas mesmo. haha'

      Excluir
  13. Eu ando querendo muito ler os livros do John, mas devo confessar que já perdi as esperanças de encontrar nas livraria (Sempre tá em falta...) Pois é, os livros dele devem ser realmente bons, sempre esgotam aqui em minha cidade. Pretendo ler "A culpa é das Estrelas", se der a sorte de encontra-lo da próxima vez que for a livraria, mas "O teorema Katherine", também me pareceu ótimo. Até mais.
    http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bah, se sempre encontra esgotado os livros dele por aí, é por que a galera está comprando e gostando né? Que lindo <3 Mas espero que encontres logo os livros que queres. rs

      Excluir
  14. Ain, Jeni... Infelizmente não gostei do livro como esperava que fosse gostar. Achei o Colin mimado demais e toda a atenção que o livro conseguiu tirar de mim estava no Hassan. Mas apesar disso, não deixo de me encantar com John Green e é por isso que quero ler muitas outras obras.

    Um beijão,
    Pronome Interrogativo.
    www.pronomeinterrogativo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bah, que pena :/ Mas que bom que Hassan salvou o livro. rs Vi a mesma opinião em outras pessoas que leram também. Eu que sou estranha por ter gostado tanto do Colin. haha'

      Beijos

      Excluir
  15. Eu li esse, mas preferi A Culpa É das Estrelas, mas acho que todos que já leram John estão acostumados que ele enche bastante a linguiça em alguns capítulos, né? Mas não deixa de ser bom do mesmo jeito, principalmente pelos personagens que são muito bem trabalhados.
    Destaque para o Hassan, que foi o meu favorito, roubou a cena nos capítulos em que aparecia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hassan roubou a cena em Teorema de Katherine mesmo >< rs

      Excluir
  16. Ainda tenho que ler pelo menos um livro desse autor, sempre é só elogios.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. ótima resenha, me deixou louco pra ler o livro, bjs <3

    ResponderExcluir

Opine,reclame,exclame,comente.Mas uma dica: palavras sinceras são sempre bem-vindas.

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger| Personalizado por: Jeniffer Yara | Imagens do Header: Pinterest | Ícones de gadgets/categorias: Freepik | Uso pessoal • voltar ao topo