09 março 2013

Resenha - O que aconteceu com o adeus

Nome: O que aconteceu com o adeus
Original: What Happened to Goodbye
Autor(a): Sarah Dessen
Editora: iD
Onde comprar: Compare preços
Sinopse: Desde o amargo divórcio de seus pais, McLean e seu pai, um consultor de restaurante, se mudaram para quatro cidades em dois anos. Separada de sua mãe e da nova família de sua mãe, McLean seguiu com seu pai para deixar o passado infeliz para trás. E cada novo lugar dava-lhe a chance de experimentar uma nova personalidade: de líder de torcida a diva do drama. Mas agora, pela primeira vez, McLean descobre um desejo de ficar em um lugar e apenas ser ela mesma, quem quer que ela seja. Talvez Dave, o cara da porta ao lado, possa ajudá-la a descobrir. Combinando a marca registrada da escrita graciosa de Sarah Dessen, ótimos personagens, e a atraente história, What Happened to Goodbye é uma leitura irresistível.

O que aconteceu com o adeus foi meu primeiro livro da Sarah Dessen. Eu já tinha lido sobre os livros dela em alguns outros blogs e só li elogios quanto à eles e à autora, então minha curiosidade era grande para ler alguma obra dela. E estou sem palavras pra explicar o quanto gostei desse livro, o quanto gostei da narrativa, o quanto me identifiquei em algumas partes com a protagonista.

Mas enfim, falando da estória em si. McLean presenciou de perto o divórcio de seus pais. Foi um grande escândalo toda a separação por envolver um jogador famoso de basquete, que por sinal, era ídolo de seu pai e dela. Se sentindo deslocada na nova vida da mãe, McLean decide morar com seu pai, um consultor de restaurantes, que muda-se sempre para novas cidades, restaurar ou fechar alguns estabelecimentos. E a cada nova mudança dos dois, ela também muda. Ela torna-se uma nova garota, com o primeiro nome diferente, escolhe ser algum estereótipo na nova escola, com novos amigos para logo mudar de personalidade de novo quando sai da nova/antiga cidade.

O que muda é a ultima cidade em que visitam. McLean não é mais Liz ou Beth, ela é simplesmente McLean. E age como ela mesma nessa nova cidade, o que é estranho e novo pra ela. Além do sentimento de sentir pertencer àquele lugar e fazer amigos, amigos de verdade, em que não queria fugir ou ir embora sem dizer adeus.

O que aconteceu com o adeus não aborda só o tema de uma adolescente que não está sabendo lidar com o divórcio dos pais; aborda também a fuga que todo jovem parece ter nessa idade, existe uma fuga de identidade por um certo tempo para só depois nos encontrarmos de verdade. Além de se reinventar, McLean precisa lidar com sua mãe, que ela gostaria de poder ignorar mais e 'cuidar' de seu pai, que vive para seu trabalho e a deixa se sentindo responsável por todo o resto, como escola, casa, etc. 

Esse livro parece ser completo, tem romance, drama familiar, comédia, relações de amizade, descobertas e algumas surpresas. É um livro 'de menininha', mas nada fútil, superficial, se você prestar bem atenção à história e aos personagens. Me identifiquei com McLean, com algumas de suas atitudes ou pensamentos e no final, o livro com certeza ficou marcado em mim. Quero ler mais Sarah Dessen, com certeza.

A edição da editora iD está impecável, não constatei nenhum erro ortográfico, as páginas são um pouco amareladas e as letras são do tamanho certo para uma leitura agradável. Recomendo e muito.

Aviso: Eu nunca pensei que um dia poderia fazer isso com o blog, mas me rendi ao meu  egoísmo (rs) e o blog está com uma nova autora/colaboradora! A Juliana Marques é autora do blog Doses de desapego, eu já a conhecia desde o ano passado quando 'descobri' o antigo blog dela e amei de cara, me identifico sempre que vou lá e depois de comentar no Twitter que estava pensando em ter alguém para me ajudar aqui e fazer parte do blog, ela me respondeu positivamente e foi perfeito! haha Vamos ter um blog mais atualizado e com comentários em dia. A Ju vai postar às quintas, na tag Lado Extra e também vai estar na página do blog no Facebook (curtam). Espero que gostem da nova autora e do 'outro lado' dela (risos) ><

12 comentários:

  1. Uau, depois de uma incrível resenha dessas, impossível não querer ler um Sarah Dessen. O livro como disse no penúltimo paragrafo, parece ser completo, abordando todos os gêneros, me interessou. Também pelo fato de concorda, que nessa etapa da vida, nós, os adolescentes, temos a mania de tentar nos encontrar e fugir do que achamos incorreto! <3

    ACESSO PERMITIDO. <3
    Elcimar Reis.

    ResponderExcluir
  2. Me pareceu bastante interessante. Principalmente por abordar temas tão comuns. A gente está sempre mudando, nos experimentando par descobrir o que realmente deve fazer parte de nós, é uma parte importante da vida, a descoberta de si mesmo, ela está acontecendo o tempo inteiro do momento em que nascemos até a hora da morte, mas sem dúvidas essa busca torna-se mais intensa durante a adolescência. Boa resenha, fiquei super curiosa para ler.

    Beijos.

    www.eraoutravezamor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Adorei o livro, bela resenha. Gosto de histórias que envolvam família, não sei porquê mais gosto! rs


    Blog Spiderwebs ♥ < <

    ResponderExcluir
  4. Adoreeeeeeeeeeei ser a nova colaboradora, não vejo a hora de chegar quinta-feira para postar no Lado Extra.
    Beeeeeeijos Jen :)

    ResponderExcluir
  5. Dessen é muito amor <3
    E YAY PRA COLABORAÇÃO \o/ também adoro o blog da Juliana!

    ResponderExcluir
  6. Adoro Sarah Dessen! E como você disse, os livros dela são completos. Todos os que eu li até agora eu achei isso. E não são nem um pouco fúteis!

    ResponderExcluir
  7. Simplesmente me apaixonei por esse livro, só lendo tua resenha. Amor a primeira vista, como Charlotte Street(que, aliás, descobri aqui também♥), e acredito que O que Aconteceu com o Adeus não me decepcionará também.
    E gostei da novidade(: É sempre bom inovar um pouco, e uma nova colaboradora será uma boa experiência aqui no Meu Outro Lado.
    Beijos♥

    http://menina-do-sol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Todo mundo elogia demais essa autora.
    Adorei a sua resenha e estou mais interessada em ler o livro.

    Abraços,
    Marinah | www.marinahgattuso.blogspot.com ♥

    ResponderExcluir
  9. Que legal que conseguiste uma parceira compatível com teu estilo.
    Eu fiquei interessada no livro e ele realmente parece bem completo, e um livro que aborda sobre a vida e suas complicações (principalmente na adolescência) costuma ganhar pontos extras comigo. É um assunto que eu gosto.

    Chamou-me a atenção quando tu coloca que ela deixa de ter apelidos ligados ao nome para ser chamada pelo sobrenome. Fiquei lembrando de uma fala de um amigo meu.

    liliescreve.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Confesso que não gosto muito de livros,nem de ler kkk mais acho que adoraria se esse livro virasse um filme,seria bem interessante.Acho que e por cuasa da minha preguiça mais deixa pra lá kkk.
    Flor criei um novo blog se você quiser e puder dá uma passadinha lá e deixe seu comentário,se puder também segue vou ficar mega feliz ^-^.
    Beijos,
    http://ossegredosdeisa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Jeni, eu sempre leio comentários positivos sobre os livros da autora, e morro de curiosidade de ler algo dela, mas ainda me falta oportunidade - e eu não posso comprar livros este, então...
    Mas eu adorei o que você escreveu sobre esse. Adoro quando uma autora consegue colocar situações tão cotidianas com profundidade, e acho que iria adorar a leitura.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Sempre tive vontade de ler Sarah Dessen, principalmente esse. Mas acho o livro caro, e espero achar no sebo ou em alguma promoção. Gosto muito de livros com essa temática de descobertas, fuga da identidade. Acho que vou acabar gostando bastante desse.

    Beijos
    Lucas
    ondeviveafantasia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Opine,reclame,exclame,comente.Mas uma dica: palavras sinceras são sempre bem-vindas.

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger| Personalizado por: Jeniffer Yara | Imagens do Header: Pinterest | Ícones de gadgets/categorias: Freepik | Uso pessoal • voltar ao topo