24 março 2013

Resenha - Um ano inesquecível

Nome: Um ano inesquecível
Original: The forever year
Autor(a): Ronald Anthony
Editora: Novo Conceito
Onde comprar:
Sinopse: Você acredita que o amor pode durar para sempre? Jesse Sienna não. O casamento de seus próprios pais era respeitável mas sem paixão; e sua própria história romântica indica que o amor queima ardentemente antes de desaparecer por completo. Então, quando seu pai, Mickey, muda-se para sua casa e parece não compreender o relacionamento superficial de Jesse com sua atual namorada, mas Jesse não lhe dá atenção.
É apenas um exemplo do quão diferente eles são e fica mais evidente que ele e seu pai nunca terão uma ligação mais profunda.
Mas a verdade é que Mickey Sienna conhece mais sobre amor do que a maioria das pessoas conseguem aprender na vida toda.
Há mais de cinquenta anos, ele encontrou o amor mais verdadeiro que a vida pode oferecer. Ele sabe das infinitas recompensas de investir seu coração e sua alma em alguém... E conhece o prejuízo devastador de deixar esse alguém perfeito escapar.
Quando Mickey percebe que Jesse não está dando valor a uma mulher extraordinária, decide que é hora de contar a história que nunca contou para nenhum de seus filhos a Jesse. Durante os meses seguintes, Mickey mostra seus momentos mais particulares e felizes para seu filho... e muda a percepção de Jesse em relação ao amor e as possibilidades de um relacionamento duradouro para sempre.

Um ano inesquecível não foi exatamente o que eu esperava, foi melhor. É aquele livro de romance que gosto: Tratando sobre o passado e ao mesmo tempo sobre o presente e trazendo lições para refletirmos sobre.

Jesse Sienna não tem um relacionamento muito bom com seu pai, depois da morte de sua mãe, ele vê no pai alguém que precisa de companhia e monitoramento constante, então o convida a morar junto à ele. Michey Sienna tem 83 anos e depois de conhecer Marina, a namorada de Jesse, ele vê que ela não é uma garota qualquer, e que seu filho não pode tratar o relacionamento dos dois como algo sem grande propósito, como ele vem tratando.

Um ano inesquecível fala sobre amor verdadeiro, mas esqueçamos os clichês que existem sobre esse assunto, e se houver clichês, que o aceitemos, por que a estória que esse livro traz é realmente boa para repararmos nos defeitos que histórias de amor constantemente têm. Michey conta sua história de amor a Jesse para alertá-lo sobre Marina, sobre como os dois tem seu amor verdadeiro bem a sua frente e os dois não querem enxergar e dar a importância devida. O pai de Jesse e sua amada são o foco da narrativa, Michey é o locutor em alguns pontos e me fez suspirar algumas vezes pela sua história.

Esse livro, como eu disse antes, trata do passado e do presente e trata sobre personagens diferentes e também assuntos diferentes um do outro, mas que se interligam de uma forma muito boa. Ronald Anthony construiu personagens sólidos e uma estória nada superficial. Talvez Um ano inesquecível te emocione um pouco, assim como me emocionou, mas com certeza ele vai te fazer pensar sobre erros passados e alguns conceitos sobre amor.

O trabalho da Novo Conceito está muito bom também, a diagramação é simples, mas sem erros ortográficos que me lembro e é o que importa.
Não sei se é por que sou uma romântica incorrigível e amo romances, com finais felizes ou não, mas amei a leitura desse livro e recomendo a todos, dos céticos no amor verdadeiro, nesse tal amor que parece só vermos em novelas, filmes e livros, até os parecidos comigo, que amam ler sobre ele.

21 março 2013

5 filmes que todos devem assistir.

Todo mundo tem um filme favorito e todo mundo tem uma lista de filmes na ponta da língua para indicar para alguém. Normalmente, não indico meus filmes favoritos, porque sei que o meu gosto para o cinema é um tanto peculiar, mas indico sempre os cinco filmes que tenho certeza que todo mundo vai gostar. Bom, aqui está a minha lista de filmes que todos devem assistir!


O Mágico de Oz (1939) 
Sinopse: Após um tornado em Kansas, Dorothy vai parar com sua casa e seu cachorro na fantástica Oz, onde as coisas são coloridas, bonitas e mágicas. Porém, o seu maior desejo é retornar de volta para casa, para isso ele deve encontrar um mágico, que lhe mostrará como realizar esse seu desejo. Para chegar até ele, contudo, Dorothy viverá uma aventura inesquecível através do caminho de tijolos amarelos. 


Casablanca (1942) 
Sinopse: Rick é dono de um famoso bar localizado em Casablanca, no Marrocos Francês, durante a Segunda Guerra Mundial. A cidade é rota de fuga para quem deseja evitar os nazistas, onde passes livres são vendidos por um salgado preço no mercado negro. Neste caótico ambiente, Rick encontra Ilsa, com quem tivera um amor interrompido inesperadamente há algum tempo, em Paris. Vencedor do Oscar de Melhor Filme, Diretor e Roteiro. 


Bonequinha de Luxo (1961) 
Sinopse: Uma garota de programa de luxo sonha em achar um homem milionário, para tornar-se seu marido. Porém, ela acaba se apaixonando por seu recente vizinho, escritor e que é bancado pela bela meretriz.

 
Forrest Gump (1994)
Sinopse: Forrest Gump é um jovem problemático, de QI bem inferior ao resto da população. Por conta do acaso, ele participa dos fatos mais importantes da história dos Estados Unidos em um período de 40 anos. 


... E o Vento Levou (1939) 
Sinopse: Narra a complicada vida de Scarlet O’Hara (Vivien Leigh), seus amores e desilusões em um período que tem a Guerra Civil Americana como pano de fundo. Clark Gable é Rett Butler, um vivido aventureiro que passa pela vida de Scartlet, em uma relação de amor e ódio marcada por conflitos já clássicos e cenas inesquecíveis de amor.

E vocês, quais são os cinco filmes que você acham que todos devem assistir? 
Beijos <3'

14 março 2013

[Lista] As melhores sagas literárias.

Oi gente, tudo bem? Vocês provavelmente já sabem da novidade, mas não custa nada repetir. Depois de muita conversa no twitter e de me oferecer descaradamente para ser colaboradora, a Jeniffer me enviou um e-mail com algumas perguntas básicas para ver se essa nova parceria realmente daria certo. Pois cá estou e até agora essa parceria está dando muito certo. Mas chega de enrolação e vamos falar do que realmente interessa. 

Todos nós, meros leitores, temos um imenso prazer em ler sagas. Não importa se o enredo da série é fantasia, guerra, dramas adolescente ou até mesmo romance. Temos uma necessidade em ler esse tipo de livro, principalmente porque é muito ruim quando aquela história que você tanto ama, acaba rápido, em um único volume. Aqui estou eu com uma pequena lista das minhas sagas literárias favoritas.


Harry Potter 
O primeiro livro que li na minha vida foi Harry Potter e a Pedra Filosofal, tinha cerca de onze anos e foi graças a ele que me apaixonei completamente pelo universo literário. Já li diversas vezes a saga do menino bruxo, mas nunca me canso, estou até querendo ler novamente. Se você só assistiu aos filmes ou até mesmo não consegue gostar da história, dê uma chance para os livros, garanto que a forma de narração da J.K. Rowling vai fazer com que você se apaixone completamente. Afinal, Harry Potter é amor!


As Crônicas de Gelo e Fogo 
Tudo bem que ainda não li todos os livros, mas somente a primeira página de A Guerra dos Tronos me fez ficar completamente apaixonada pela obra do George R.R. Martin. A história é fantástica, os personagens são incrivelmente bem escritos e a narração nos prende de uma forma indescritível. Os livros chegam a assustar devido ao número de páginas, mas garanto que quando você começa a ler você não consegue mais parar.


Jogos Vorazes 
Mil desculpas sociedade, mas nenhum ser humano em sã consciência pode negar que está saga é ótima. O universo criado pela Suzanne Collins é imensamente rico e diferente. Não tem nenhum apelo sobrenatural, pois o que temos ali é um bando de seres humanos extremamente inteligentes, que curtem umas coisas meio extravagantes e que adoram ver um bando de gente tentando se matar. Mas tirando isso, fiquei completamente apaixonada por essa saga, por esses personagens, por esse universo e espero sinceramente que muitas outras pessoas tenham se apaixonado também. 

Menção honrosa para O Senhor dos Anéis que ainda não li, mas sou completamente apaixonada pelos filmes. Então, em um futuro próximo quando conseguir comprar os livros vou me arrepender não ter citado.
 E você também é apaixonado(a) por alguma dessas sagas? 
Qual é a sua lista de as melhores sagas literárias?
Beijos <3'

09 março 2013

Resenha - O que aconteceu com o adeus

Nome: O que aconteceu com o adeus
Original: What Happened to Goodbye
Autor(a): Sarah Dessen
Editora: iD
Onde comprar: Compare preços
Sinopse: Desde o amargo divórcio de seus pais, McLean e seu pai, um consultor de restaurante, se mudaram para quatro cidades em dois anos. Separada de sua mãe e da nova família de sua mãe, McLean seguiu com seu pai para deixar o passado infeliz para trás. E cada novo lugar dava-lhe a chance de experimentar uma nova personalidade: de líder de torcida a diva do drama. Mas agora, pela primeira vez, McLean descobre um desejo de ficar em um lugar e apenas ser ela mesma, quem quer que ela seja. Talvez Dave, o cara da porta ao lado, possa ajudá-la a descobrir. Combinando a marca registrada da escrita graciosa de Sarah Dessen, ótimos personagens, e a atraente história, What Happened to Goodbye é uma leitura irresistível.

O que aconteceu com o adeus foi meu primeiro livro da Sarah Dessen. Eu já tinha lido sobre os livros dela em alguns outros blogs e só li elogios quanto à eles e à autora, então minha curiosidade era grande para ler alguma obra dela. E estou sem palavras pra explicar o quanto gostei desse livro, o quanto gostei da narrativa, o quanto me identifiquei em algumas partes com a protagonista.

Mas enfim, falando da estória em si. McLean presenciou de perto o divórcio de seus pais. Foi um grande escândalo toda a separação por envolver um jogador famoso de basquete, que por sinal, era ídolo de seu pai e dela. Se sentindo deslocada na nova vida da mãe, McLean decide morar com seu pai, um consultor de restaurantes, que muda-se sempre para novas cidades, restaurar ou fechar alguns estabelecimentos. E a cada nova mudança dos dois, ela também muda. Ela torna-se uma nova garota, com o primeiro nome diferente, escolhe ser algum estereótipo na nova escola, com novos amigos para logo mudar de personalidade de novo quando sai da nova/antiga cidade.

O que muda é a ultima cidade em que visitam. McLean não é mais Liz ou Beth, ela é simplesmente McLean. E age como ela mesma nessa nova cidade, o que é estranho e novo pra ela. Além do sentimento de sentir pertencer àquele lugar e fazer amigos, amigos de verdade, em que não queria fugir ou ir embora sem dizer adeus.

O que aconteceu com o adeus não aborda só o tema de uma adolescente que não está sabendo lidar com o divórcio dos pais; aborda também a fuga que todo jovem parece ter nessa idade, existe uma fuga de identidade por um certo tempo para só depois nos encontrarmos de verdade. Além de se reinventar, McLean precisa lidar com sua mãe, que ela gostaria de poder ignorar mais e 'cuidar' de seu pai, que vive para seu trabalho e a deixa se sentindo responsável por todo o resto, como escola, casa, etc. 

Esse livro parece ser completo, tem romance, drama familiar, comédia, relações de amizade, descobertas e algumas surpresas. É um livro 'de menininha', mas nada fútil, superficial, se você prestar bem atenção à história e aos personagens. Me identifiquei com McLean, com algumas de suas atitudes ou pensamentos e no final, o livro com certeza ficou marcado em mim. Quero ler mais Sarah Dessen, com certeza.

A edição da editora iD está impecável, não constatei nenhum erro ortográfico, as páginas são um pouco amareladas e as letras são do tamanho certo para uma leitura agradável. Recomendo e muito.

Aviso: Eu nunca pensei que um dia poderia fazer isso com o blog, mas me rendi ao meu  egoísmo (rs) e o blog está com uma nova autora/colaboradora! A Juliana Marques é autora do blog Doses de desapego, eu já a conhecia desde o ano passado quando 'descobri' o antigo blog dela e amei de cara, me identifico sempre que vou lá e depois de comentar no Twitter que estava pensando em ter alguém para me ajudar aqui e fazer parte do blog, ela me respondeu positivamente e foi perfeito! haha Vamos ter um blog mais atualizado e com comentários em dia. A Ju vai postar às quintas, na tag Lado Extra e também vai estar na página do blog no Facebook (curtam). Espero que gostem da nova autora e do 'outro lado' dela (risos) ><

08 março 2013

Meme: Campanha de incentivo a leitura

Faz tempo que não post um meme *O* Também, fiquei um bom tempo sem postar direito aqui né. Mas enfim, esse meme me foi indicado por duas donas de dois blogs que amo sempre visitar: Pela Ju do Doses de desapego e pela Minne do Aquele velho blá blá blá de sempre. 
Pelo que eu entendi, o meme consiste em indicar um ou mais livros pra quem está começando no universo literário, então vou indicar aqueles meus favoritos mas que não são leituras tão pesadas assim.

Então, vamos ao meme:

REGRAS
1. Responder a pergunta: 'Qual livro você indicaria para uma pessoa começar a ler? 
2. Indicar 10 blogs para fazer o meme - é expressamente proibido oferecer o laço "a quem quiser pegar" sem indicar seus blogs primeiro. Ou seja, é somente por indicação. 
3. Avisar os blogs que você indicou e colocar a imagem no seu blog para apoiar a campanha.

Percy Jackson

Pra quem tá começando a ler mais, nada melhor do que livros de aventura, com seres mitológicos interessantes e uma estória de tirar o fôlego, algumas vezes. Eu terminei de ler a saga Percy Jackson totalmente satisfeita com os livros, a leitura é rápida, por que não queremos deixar de lado a estória e leve. Pra quem é novo nesse universo literário, começar a ler Percy Jackson é uma ótima pedida de livro bom, com bom conteúdo e com uma leitura divertida.

Diários de um vampiro


Ok, mais uma saga que eu amo e que infelizmente ainda não terminei de ler, mas recomendo e muito pra quem gosta de temas sobrenaturais como eu, além de romance, intrigas e diários ♥ rs É mais uma leitura leve e eu sei que a maioria se diz cansada de ler sobre vampiros e seus romances com humanos, mas L. J. Smith me faz querer sempre ler sobre isso, não tem nada grandioso na literatura dela, mas a leitura te prende e te envolve (pelo menos me envolveu) de uma certa forma, que amo a autora e claro, seus livros.

A culpa é das estrelas


Que livro mais cativante, lindo e singelo esse e sempre vou recomendá-lo. Mesmo tratando sobre câncer, sobre perdas, sobre vidas limitadas por causa de uma doença, A culpa é das estrelas é tão bom, tão emocionante, tão diferente. Qualquer jovem, ou adulto, deveria lê-lo e aprender ou refletir sobre certas coisas com ele. 

E os blogs indicados são (Não sei quais blogs já fizeram ou não o meme)

E é isso! Me digam, quais livros indicariam para incentivar a leitura de alguém?!

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger| Personalizado por: Jeniffer Yara | Imagens do Header: Pinterest | Ícones de gadgets/categorias: Freepik | Uso pessoal • voltar ao topo