13 janeiro 2013

Resenha - Razão e sensibilidade

Nome: Razão e sensibilidade
Original: Sense and sensibility
Autor(a): Jane Austen
Editora: Martin Claret
Onde comprar: Submarino - Lojas Americanas - Saraiva
Sinopse: Adaptação em português do clássico da literatura inglesa, com linguagem acessível para o público jovem. Na Inglaterra, no século XIX, as irmãs Dashwood ficam desamparadas com a morte do pai, que deixara suas propriedades em Norland ao filho do primeiro casamento. Mudam-se para um chalé em Devonshire, oferecido por um primo da viúva. A autora não faz concessões à sociedade da época, traçando um painel mordaz de tipos interesseiros, cujo objetivo de vida consiste em obter meios de enriquecer e projetar-se socialmente, seja herdando fortunas, seja casando-se por conveniência.

Segundo livro de Jane Austen que li, o pedi de cortesia para a Martin Claret por ter gostado muito de Orgulho e  preconceito e por querer conhecer mais obras dessa autora tão bem elogiada.

Razão e sensibilidade conta a estória da família Dashwood, as irmãs Elinor e Marianne são completamente diferentes uma da outra, enquanto Elinor é comedida, mais racional, Marianne é extremamente sensível e intensa. A família muda-se para um chalé em Devonshire, fazendo Elinor ficar longe de Edward, o irmão da esposa do seu meio-irmão, por quem nutre um grande carinho. Marianne conhece Willoughby, igualmente apaixonado pela vida e intensamente expressivo como Marianne, assim, ele a fascina, deixando-a com esperanças de um possível noivado, o que não acaba acontecendo.

Razão e sensibilidade traz duas personagens centrais opostas, chego a me irritar com os atos impulsivos de Marianne, toda a ingenuidade e intensidade que ela não deixa de lado nem por um instante na maioria da trama, mas Elinor também é comedida demais, 'fechada' demais e só quase no final do livro temos certeza que ela realmente gosta de Edward Ferrars, que aliás é uma incógnita na maior parte da narrativa também.

O que vemos nas estórias de Jane Austen não são só romances supérfluos, além do romance em si, vemos críticas indiretas a sociedade da época, que pode ser muito bem colocada atualmente, com algumas diferenças, claro. São livros atemporais, que além de nos envolver com a descrição tanto física quanto pessoal de vários personagens, nos faz ver de perto alguns vícios sociais, o que alguns atos ou pensamentos mal elaborados podem acarretar.

Confesso que torci ao longo da trama para alguns desfechos finais, como o coronel Brandon, que se mostra tão prestativo mas muito discreto, tive raiva de Marianne algumas vezes como já disse antes, e ficava angustiada quando via Elinor ou Edward não demonstrar logo seus sentimentos e adiarem um desfecho feliz. Já tinha visto o filme com Emma Thompson e visualizei os personagens como no filme, Edward como Hugh Grant, coronel Brandon como Alan Rickman e não deixou a estória menos interessante, pelo contrário!

O trabalho da Martin mais uma vez está de parabéns, a versão do livro que recebi foi três em um: Razão e sensibilidade, Orgulho e preconceito e Persuasão, no início de cada livro contém ilustração de cada estória o que me fez amar ainda mais, recomendo para os amantes de clássicos romancistas mas com pitadas de críticas sociais e brilhantismo na narração que só Jane Austen possui.

29 comentários:

  1. Faz um tempinho já que eu quero ler os livros da Jane Austen, mas não tive nenhuma oportunidade até agora... Você já tinha me deixado curiosa com a resenha de Orgulho e Preconceito, então imagina depois dessa!
    Ah, eu tava ajeitando o blog sim, por isso que você não tava conseguindo acessar:) Fiquei super feliz que gostou da nova cara dele:)haha.
    Beijos♥
    http://menina-do-sol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Depois de ler Persuasão para um trabalho do curso de inglês e de pesquisar um pouco sobre a própria Jane Austen fiquei curiosa para conhecer as suas obras "originais" - já que o livro que li era uma adaptação para iniciantes. O que li foi breve, mas muito bom. Ainda não pude assistir aos filmes das adaptações, mas vou procurar vê-los e comprar os livros. Estou adorando o seu blog! Beijos.
    http://descubrindo-se.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Esse livro parece ser muito bom! Tenho muito curiosidade para ler os livros da Jane. Ainda não li e nem vi os filmes. Querooo muito.
    Beijos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha, eu fiz uma lista com todos os livros que quero ler em 2012 dos clássicos só tinha um na lista da autora, vou por esse também.
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Pela sua resenha, parece um livro muito interessante!

    Amiga, pode por favor curtir a página do blog no face que está novinha em folha? Agradeço desde já.

    http://facebook.com/blogfabulouss

    Bjoo

    ResponderExcluir
  6. Oie Jeniffer!

    Sou louca para ler algum livro da Jane Austin rs... Eu tenho essa versão da Martin Claret que com os três livros dela, mas ainda não consegui encaixar nenhum deles na minha fila de leitura.

    Que muit ler Orgulho e Preconceito, principalmente por que vi o filme e gostei muito.

    Adorei a resenha! Mas um livro dela para colocar na minha fila de leitura =D

    bjus;***
    anereis.
    mydearlibrary | bookreviews • music • culture
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  7. O único livro que li da Jane Austen foi Orgulho e Preconceito e para o meu azar foi uma versão adaptada o que só descobri quando terminei o livro e me deixo morrendo de raiva, porque enquanto li senti falta de diálogos e meio confuso, enfim tenho muita vontade de ler os livros da Jane Austen.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Da Jane, só li "Persuasão" e "Orgulho e Preconceito". Quero ler todas os livros dela esse ano, mas eu não tenho os livros. =/ Queria uma parceria com a Martin Claret.
    maravilhosomundodetinta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Quero muito ler esse livro. Eu li Orgulho e Preconceito da Jane Austen e amei, as histórias dela são tão lindas e inocentes *--* E o filme desse livro ganhou um premio em Cannes , deve ser ótimo.
    Adorei aqui.
    bjs
    naquelemomentoeujuro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Gente, você escreve muito bem! Já te disse isso? Quero muito ler Orgulho e Preconceito, e se gostar com certeza passo pra esse, beijos
    www.garotaxmulher.com

    ResponderExcluir
  11. Hey!!
    Ainda não li Orgulho e preconceito, acredita? Só assisti ao filme e me encantei!
    Que bom que a versão que te enviaram vem logo 3 livros, rs, assim dá para você já ler o próximo, ;)
    Gostei bastante da resenha e da forma como o indica para nós
    Beijo!

    ResponderExcluir
  12. É um papo bem polêmico falar sobre razão e emoção né. Acho q iria gostar mt se eu lesse esse livro. E pela sua resenha parece ser mt bom msm. Bjs.

    http://dedicada1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Razão e Sensibilidade está na minha meta de leitura para esse ano, bem ao lado de Orgulho e Preconceito. Lendo a sua resenha eu sinto que vou me identificar muito com o livro. Agora só falta coragem pra começar.
    Ótima resenha, muito bem escrita.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. cara vc me deixou louca pra ler. sou apaixonada por romances com uma pimentinha de critica.
    /vide machado de assis.

    vou anotar na lista dos que quero ler.

    ResponderExcluir
  15. Não conhecia o livro, mas parece muito bom. Quero muito ler Orgulho e preconceito que é sempre bem comentado e esse também.

    ResponderExcluir
  16. Flor ainda não li Orgulho e Preconceito mas já vi ótimas resenhas, gostaria muito de ler. Eu concordo com você ao afirmar que esse tipo de obra é atemporal, bons livros não envelhecem ^^

    ResponderExcluir
  17. Eu tenho essa versão ainda no pacote. Gosto muito também dessa história e com certeza tenho vontade de dar uns tapas na Marianne.
    APRENDE MENINA!!!

    Ainda assim, ela torna a história interessante e agoniante.

    Jane Austen é minha musa, o que não me leva a gostar de seus livros cegamente, então digo com total sinceridade que esse é um livrão!

    liliescreve.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Razão e Sensibilidade me irritou do começo ao fim, é uma das obras da Jane que menos gosto.

    Beijos :)
    http://doses-de-desapego.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi Jennifer!
    Linda sua resenha. Sempre admiro toda e qualquer pessoa que admira e conhece o trabalho da Jane Austen. Já li dois livros dela e super os amo. <333
    Eu tenho essa edição que ganhei da minha melhor amiga (só podia ser ela rs) e será uma das minhas próximas leituras.
    Parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  20. Estou com Orgulho e preconceito aqui em casa para ler. São tantos livros em tão pouco tempo, que às vezes fica difícil, mas irei ler. Todo mundo comenta a bastante respeito dela, minha melhor amiga é super fã e dei Ema para ela de presente de aniversário. É engraçado que a sua opinião bateu com a dela em alguns aspectos, me fez repensar em ler haha
    Grandes beijos!
    Juliana Skwara
    http://www.momentolala.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Já li Orgulho e Preconceito e amei, o filme também é um dos meus preferidos, muito perfeito! Já Razão e Sensibilidade está na minha lista de livros faz tempo, mas quase não sobreatempo para lê-lo, mas tenho muuita vontade. Adorei a resenha e o blog.
    Beijos Bru.

    ResponderExcluir
  22. Fiquei curiosa pra ler, parece ser bem legal! Adorei seu layout e seu blog, tudo aqui é lindo. Beijinhos!

    ResponderExcluir
  23. Esse foi o primeiro livro que li da Jane Austen, e, olha, ADOREI. Mesmo você dizendo que se irritou um pouco com a Marianne, preciso dizer que me identifiquei muito com ela. Claro que em alguns momentos ela é ingênua e explosiva demais, mas ainda assim me identifiquei e me vi na intensidade dela. Sou assim. E a Elinor é uma mocinha muito fechada mesmo, tanto, que no começo achei que ela fosse incapaz de sentir qualquer coisa. Porém, não se tratava disso, pelo contrário, ela tem um coração bondoso e é totalmente capaz de sentir, mas fica se bloqueando, se privando de revelar o que sente. Isso é deveras irritante, ainda mais pra mim que sou extrema, prolixa e sentimental demais. hahaha
    A Jane escreve lindamente, faz críticas sagazes sobre a sociedade da época, mas não só sobre a sociedade como também sobre alguns aspectos humanos. E os seus personagens? Extremamente trabalhados, principalmente o lado emocional. É por essas e outras que adoro a Jane. =D

    Adorei a resenha.

    Um abraço!

    Sacudindo Palavras

    ResponderExcluir
  24. Heey! Coloquei um selo para você em meu blog.
    http://cafecomcafune.blogspot.com.br/2013/01/selinhos.html
    Beijos e até mais!

    ResponderExcluir
  25. Apesar de todos falarem tão bem dessa autora, nunca li nada dela. #shameonme
    Tenho muita vontade e curiosidade de ler orgulho e preconceito e sua resenha me encantou.
    Vamos ver se eu consigo encontrar em ebook pra começar a conhecer a forma da autora escrever.
    Resenha #60 - Dezesseis Luas
    Confere lá!
    Manuscrito de Cabeceira
    Bjs.

    ResponderExcluir
  26. Eu nunca li Jane Austen,mas sempre tive vontade de ler esses clássicos de outros países.Sei lá,parecem tão importantes rs
    E eu amei a resenha.Parece que o livro é ótimo *_*

    Beeijinhos.
    http://borboletametamorfoseando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  27. Sou louca para ler algum livro da Jane Austen e a sua resenha só me deixou ainda mais ansiosa. Depois de Orgulho e preconceito, esse é o livro dela que mais tenho vontade de ler. Adorei a resenha.
    Beijos

    http://palavrasdeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Gostei muito da sua resenha. Só uma correção, você colocou "estória" sendo que o correto e HISTÓRIA

    ResponderExcluir

Opine,reclame,exclame,comente.Mas uma dica: palavras sinceras são sempre bem-vindas.

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger| Personalizado por: Jeniffer Yara | Imagens do Header: Pinterest | Ícones de gadgets/categorias: Freepik | Uso pessoal • voltar ao topo