15 agosto 2012

A certain romance {parte 2}


Nós discutimos. De novo.
Brigamos, gritamos um com o outro, xingamos. 
É constante toda essa discordância, e me vejo fazendo algo que nunca costumava fazer: Brigar, gritar, xingar e ainda uma pessoa que amo, que sou completamente apaixonada. Mas ele me deixa louca, me deixa histérica, me faz revirar os olhos a cada afirmação e pensamento que considero errado vindo da sua boca. E é tão contraditório com todo o amor que sentimos, todas as noites que nosso corpos fundem-se em um e nos entregamos apaixonadamente àquela sensação dilacerante de prazer. O ritmo lento e prazeroso de nossas noites entregues um ao outro confunde-se com toda a exaltação de nossos desentendimentos, gritos e objetos jogados ao ar.
O ciúme dele vai de frente com minha desconfiança e baixa estima. Nós somos dois amargurados, duas pessoas que se decepcionaram, que se machucaram, que se magoaram e foram traídos por sentimentos aparentemente verdadeiros e ilusões. Esse é o nosso ponto mais comum e é exatamente ele que nos separa.
Ele me viu chorar no canto do quarto aquela noite, vi sua relutância em me abraçar e me acalmar, pois ele não queria se render, ele se achava certo e mesmo que estivesse errado, ele queria ser mal, era essa a imagem que ele sempre demonstrava e não poderia ser diferente entre aquelas quatro paredes. Mas ele também estava magoado com as palavras que lhe disse; então se agachou na minha frente, eu ergui minha cabeça, ele secou minhas lágrimas, beijou minha testa e nos abraçamos. Naquela noite nos amamos, nos entregamos sinceramente um ao outro de novo e eram nesses momentos em que eu tinha certeza que sempre pertenceria a ele e ele a mim.
Quando um iria se render? Quando um dos dois iria deixar de lado todas as decepções, amarguras e armaduras passadas?! Talvez os dois devam fazer isso, juntos. 
Ele traz o meu lado mais sombrio para fora e eu o faço ser um bom homem de novo. Aparentemente opostos se atraem mas não permanecem muito bem num relacionamento estável. Uma hora tudo isso irá acabar, precisa acabar. 
Ele me faz viva, me dá uma razão de levantar da minha cama e ver a luz do sol, e ele dizia que não queria me deixar triste de novo, não queria me ver chorando de novo e que seu mundo desmoronaria se me perdesse; eu me fascinava por aquelas palavras sussurradas em meu ouvido enquanto estávamos deitados, preguiçosos na cama de madrugada, sentindo já as faíscas se reacenderem para uma nova conciliação.
Nós esquecemos nossas brigas por um tempo, depois voltamos com elas e os objetos quebrados no ar, eu não me importava mais. Nós eramos diferentes, opostos, o positivo e o negativo resultariam nessa relação de amor e quase ódio. 
Eu disse que o amarei até o fim dos tempos e ele disse: Serei seu para sempre, você é minha droga, meu hobby, minha paixão e tudo o que eu poderia ter não seria nada sem você.

Ela é meu fundo do poço, ela é o erro que nunca me arrependerei, ela é meu amanhã, ela é completamente minha.


I will love you 'till the end of time 
I would wait a milion years 
Promise you'll remember that you're mine 
Baby can you see through the tears 
Love you more than those bitches before 
Say you'll remember
Oh baby, say you'll remember 
I will love you 'till the end of time 
Eu vou te amar até o fim dos tempos 
Eu esperaria um milhão de anos 
Prometa que se lembrará de que você é meu 
Baby, você consegue ver através das lágrimas? 
Eu amo você mais do que aquelas vadias de antes 
Diga que você se lembrará 
Oh, querido, diga que você se lembrará 
Eu amarei você até o fim dos tempos
Blue Jeans - Lana Del Rey

Eis a continuação do conto A certain romance, dessa vez me inspirei só um pouco em Arctic Monkeys, com o clipe de Suck It and See (foto) e a música R U Mine; quando cogitaram a ideia de continuação do conto logo pensei nas músicas da Lana Del Rey (Born to die, Without You e Blue Jeans), todo esse amor meio sombrio, meio sórdido. Os protagonistas são dois opostos, deu pra perceber na parte 1 do conto e claro que duas pessoas opostas não teriam um relacionamento a mil maravilhas, então escrevi essa continuação mais realista, digamos assim. A ultima frase no caso é ele falando sobre a protagonista-narradora. Enfim, espero que gostem de novo! Pra entender melhor as duas partes da estória seria interessante lerem as traduções das músicas que me inspiraram, alguns trechos eu coloquei na estória. Dessa vez não terá continuação, já tô pedindo demais pra minha criatividade (risos), mas como vi que minhas estórias e crônicas agradaram, vou tentar escrever mais deles, gostei muito dessa experiência ♥

55 comentários:

  1. Eu acho muito mais interessante se relacionar com pessoas diferentes de mim, no meu caso, é claro, ficar com uma pessoa parecida comigo me levaria a loucura.
    Mas enfim, (devaneios à parte) adorei a continuação, e pensei em todas as histórias que eu já vi com relacionamentos assim, e o como é interessante de ver/ler/ter.
    Por tudo que vi sobre o livro, me lembrei um pouco de Belo desastre, mas como ainda não li o livro não tenho muita certeza.
    Só quero dizer que, você tem talento para escrever esses contos (quem sabe um livro :D), mas não se sinta pressionada, quando a inspiração vier, é só deixar rolar, posso garantir que assim as histórias ficam bem melhores.

    Ahh, queria dizer que não paro de ouvir Arctic Monkeys, desde que li o outro conto, eu já conhecia a banda, mas não conhecia as músicas!!!!!!!!!!!!

    Beijokas

    ResponderExcluir
  2. Ameeei, como pode uma estórinha tão pequena fazer eu me sentir mais em contato com os personagens que muitos livros por aí? Porque sinceramente, eu gostei mais desse conto do que de várias obras extensas que já li. São trechos pequenos mas que fazem com que no encantemos com a situação dos personagens e sua escrita é ótima! Ela mexe com o leitor. ADOREI. (eu queria uma continuação =/)
    Ótimo post.
    Dá uma passadinha lá no blog?
    Beijos.
    Caroline.
    http://comaliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá! Adorei esse toque mais realista na continuação do conto.Acho que retrata bem a relação de duas pessoas opostas,parabéns pelo texto!
    beijos

    strawberrydelivrosefilmes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. OK o seu conto é simplesmente perfeito! Que pena que este não terá continuação, pois com ele, a imaginação se atiça só de pensar que a contra-cena poderia ser com o Alex! Parabéns!
    Beijos Alcoólicos http://comalcooolico.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Deixei um meme pra vc no meu blog....

    http://pribunnybooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Ahhh, que lindo *-* Eu, que acompanhei a primeira parte, achei a história ótima e adorei o jeito que você escreve, consegue prender :D

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Eu adorei, pena que você não quer continuar.
    Acho que voltar e reler então.

    liliescreve.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. amei a continuação sou apaixonada no alex

    @littlepistols
    http://portifoliodasletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Nossa, ficou tão perfeito. Sexy, romantico, apaixonado. Um relacionamento imperfeito e real, mas com muita paixão. Realmente amei. *u*
    Poste mais contos, senhorita u.u
    Beijo


    http://vitaminadepimenta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. ai ja tinha visto a primeira parte >< mimi pena que nao tem mais continuação :/
    http://garotoonerd.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Ooi flor, você escreve super bem, a história ficou excelente!Não acompanhei a primeira parte, mas pela segunda vi que ficou ótima!
    Bjs ;*

    perfectgirl-vivi.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Adorei essa continuação! Me vi nesse conto! Eu e meu namorado brigamos também por diferenças, mas não conseguimos largar um do outro!! É bom sempre procurar um equilíbrio em uma relação, seja ela amorosa ou não, assim as a harmonia prevalece!!

    Beijos, Milena.
    Livros na Cabeça

    ResponderExcluir
  13. UAU Jenni! Esse texto é tão lindo, eu acho que nesse você chegou no ápice da-perfeição-literária HAHAHA, investe menina!


    Strawberry Fields
    Holly
    Verseau (blog novo, de desenhos e textos)

    ResponderExcluir
  14. ficou perfeito, agora fiquei em dúvida se gostei mais dessa ou da 1º.
    esse texto me fez voltar a certos momentos,amei
    beijos
    http://lolamantovani.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Adorei o texto. *-*
    Você escreve super bem mesmo. Tipo, teve momentos que eu quase surtei aqui. rs
    Parabéns pelo texto! :)
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  16. Aaaah, que pena que não vai ter continuação:/
    Estava ficando tão legal. Mas tudo bem, fica bom assim, um final meio incerto, já que a única certeza é o amor- e o ódio também...
    Adorei.
    Beijos,
    http://menina-do-sol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Adorei o texto! Você escreve incrivelmente bem! Adorei esse conto, adorei o toque de realidade que você colocou, e eu me vi muito neste conto haha.
    Beijos.

    http://palavrasdeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Seus contos estão bem legais, acho muito bom se inspirar em músicas para fazê-los. Esse amor sombrio é o mais realista, por mais que muitas pessoas o vivam, é desgastante, faz perder as forças, mas a paixão é mais forte que tudo.

    Beijos
    Garota de All Star

    ResponderExcluir
  19. Adorei demais, a maioria dos relacionamentos são assim né pessoas opostas que se atraem, tem brigas, desentendimentos mas no fim os dois se amam ♥ eu acho lindo contos assim ^^
    bjinhos
    Conversando com a lua

    ResponderExcluir
  20. Adorei, achei muito lindo e fofo. Você escreve muito bem, muito muito bem. As músicas me lembraram da serie de livros Hush, Hush, que eu to lendo.
    http://my-history-restarted-again.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Que lindo Jeniffer, parabéns!!


    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Ahh eu adorei a continuação! *---*
    Eu me identifiquei demais com váarias partes. Parece que foi escrito pra mim! ahahah
    Continue sempre escrevendo! :)

    Beijos,
    Gaby
    http://pitadadecultura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Lindo texto!! Concordo: você escreve muuuito bem...

    Bjs
    Lendo de Tudo

    ResponderExcluir
  24. Os opostos se atraem é tudo fica ainda mais emocionante.
    Me senti nesse conto aí até um certo ponto... sei o quanto é difícil amar alguém que não cede nunca, que me deixava louca a todo momento, que me irritava, me machucava.
    Bom, como diz aí um dia acaba... um fato verídico.
    Resenha - O Substituto.
    Passa lá!
    manuscritodecabeceira.blogspot.com
    Bjs.

    ResponderExcluir
  25. Menina, você tem futuro hein... Lindo texto *-*

    Beijos
    http://secretsentreamigas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Ah, mas a vida é assim mesmo. A gente briga, chora e no final sempre tudo ficará certo. Que texto mais lindo!

    Nãaao creio que você citou essa música da Lana! Ah, ela já foi um hino da minha vida. Já passei EXATAMENTE pela situação da letra...rs

    Meme pra você, tá?
    Beijos
    http://infinitedreamsofiza.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  27. Oi, Jenny!!!

    Desculpa, mas a trilha sonora que veio na minha cabeça foi "entre tapas e beijos, é ódio é desejo, é sonho, é ternuuura!"HAHAHA
    Mas o texto tá lindo, viu?
    (Adorei a ilustração da Amy no topo!)

    ResponderExcluir
  28. Gente, só de pensar no personagem como o Alex Turner já me apaixono HUAHUAHA Amo Arctic também, e o Alex é lindo que meu deus. Adoro esse visual bad boy dele na era de Suck it and See. Sem falar que o casal é super envolvente, um dia quero ter um romance assim!
    Um beijo
    http://elasdisseram.com

    ResponderExcluir
  29. Nossa, que texto perfeito! Beira bem a realidade (: Você escreve muito muito bem! haha Cheio de paixão... uma relação improvável, com duas pessoas bem opostas haha AMEI o Alex <3 Beijos http://doceescrita.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Achei muito interessante, realmente estava ficando muito legal, vc tem uma otima criatividade.
    beijos
    Segue meu blog?
    Obrigado http://coisinhasdecris.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  31. Ah...muito bom o texto! Eu também adoro me inspirar em canções para escrever.
    Beijocas!
    http://palomaviricio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  32. Oie Jenny
    menina que texto...adorei, especialmente a última parte narrada por ele!!
    bjos

    ResponderExcluir
  33. Todo casal briga, se desentende mas o amor sempre supera. As diferenças se fazem presente para alimentar mais ainda o amor;

    http://iasmincruz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  34. Jeniffer que belo conto, gostei bastante dessa continuação, é bem legal ver essa relação de amor e ódio :* beijinhos amiga


    http://deborah-alana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  35. AAh, que lindo! Acho incrível quando um casal mesmo sendo tão diferente, acaba ficando junto só pelo amor, mesmo que relutante, que sentem um pelo outro!

    Eu desconfiei que Born To Die tinha sido uma inspiração, porque o post me lembrou o clipe da música, acrediita?! haháá

    Beeijo
    www.blogmymemories.com

    ResponderExcluir
  36. Hey
    Adorei a primeira parte.. e curti a segunda também
    Ah da pra ver bem que rolou inspiração na Lana...
    Born To Die <3
    Blue Jeans eu ainda não curto muito..

    Ficou bem real mesmo! Parabéns.

    beijos
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  37. CRENDEUSPAI , minha nossasinhora! *0* um dos contos mais perfeitos que já li , é sério cara. Muita perfeição numa só postagem. Adoro essa coisa de amor/brigas , tudo junto&misturado. Adoro essa temática MESMO , um dia quero ler um livro assim . Dica: Continua MESMO escrevendo assim...! Sabe, eu deixei de escrever contos. Não escrevo faz tempo. Mas lendo o seu, sabe que me deu uma vontade de escrever também? Mas os meus são de caráter mais pessoal, não tão intensos e românticos como os seus! (sem puxa-saquismo, realmente eu A-M-E-I) . Enfim, arrasou garota! Te admiro demais e admiro muito o MOL *-* ( depois dessa, acho que vou escutar Arctic Monkeys com mais frequência)*risos

    Beijão, Sabrina. (www.spiderwebs.com.br) ♥

    ResponderExcluir
  38. Ótimo conto! Eu gostei bastante, até porque mostra mais a realidade. Gostar, amar, namorar não é todo esse conto de fadas que pregam. Tem momentos difíceis de discussões e debate de ideias, choros e desentendimentos fazem parte. Mas o lindo é que o amor se sobrepõe a tudo isso.
    Beijinhos

    www.hiperbolismos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  39. Uma palavra : PERFEIÇÃO! que conto massa XD

    Confira: singlejoao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  40. INCRÍVEL!MAGNÍFICO! Quanta inspiração, Jenni! Sério!
    Eu amei. Vou salvar aqui no meu pc, porque realmente ficou ótimo. E eu sou apaixonada por essas relações entre opostos, essas relações de amor e ódio. Se quiser me surpreender, use e abuse do amor e ódio. Isso me encanta! rs
    AMEI! *O*
    AUSHAUSHAUSHAU
    E sobre Anna e o Beijo Francês, sim, este é mesmo meu livro preferido, kk. Leia, por favor! Quero ver sua opinião :c
    Beijos! ;)
    Amanda - Doce Diário

    ResponderExcluir
  41. Seu comentário no meu post "Lana Del Rey e o carro cheio de maconha":

    "Não tenho um lado Lana também, mas não sei por quê, me atraio por estórias assim, talvez por nunca fazer ou querer fazer parte de uma parecida.

    Ah, preciso ouvir mais Lana del Rey :3

    Beijos"

    QUE BOM que você ouviu! KKKKK A galera acha que Lana é do popzinho tipo essas "divas" e tal, o que é um pouco verdade. Mas não sou fã da Lana. Não consigo ser fã de artista. Consigo sentir com música e isso tem acontecido MUITO com ela, desde que saiu Born to Die, o álbum. É bem o que falo no post, bem o que tá aqui.

    "Eu disse que o amarei até o fim dos tempos e ele disse: Serei seu para sempre, você é minha droga, meu hobby, minha paixão e tudo o que eu poderia ter não seria nada sem você."

    Tem que ver o que sair pra tomar vinho barato na beira da praia com "Summertime Sadness" ao fundo faz com sua inspiração...

    ResponderExcluir
  42. Seus contos são muitos perfeitos, nem sei o que comentar.
    Amor, brigas, reconciliações, gosto disso.
    Parabéns pela escrita e continue assim.

    Beijos

    ResponderExcluir
  43. Amores assim nunca dão realmente certo. Verdade. Relações assim são ambíguas demais e cansativas. Compensam muito pouco comparado aos desprazeres que causam.
    Mas gostei do texto. Mesmo. Dá para sentir bem as nuances de emoções da personagem, do casal. Acho que você deveria se empenhar mais nisso.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  44. Que lindo a continuação do conto, eu amei o primeiro e o segundo também.
    Gosto dos seus textos, se escrever outros irei amar ler com certeza *-*

    Beijos Bruna.
    Sweet Shyness

    ResponderExcluir
  45. Oi, querida.

    Como sempre, muito bom. Você escreve bem mesmo. ;) Continue criando, seu público agradece.

    Parabéns!

    Isie Fernandes - de Dai para Isie

    ResponderExcluir
  46. Ual Jeni, você escreve contos incríveis, não li a primeira parte mas já vou lá ler.
    Desculpa estar tão ausente, o cursinho não me deixa sobrar tempo.

    ResponderExcluir
  47. Ah, que lindo, tão maravilhoso e contraditório! *-*
    Jeni, você escreve muito bem e sabe disso, tente fazer mais desses, será bom pra você e pra todos que leem tais palavras tão belas.
    Amei, beijo.

    ResponderExcluir
  48. Como vc escreve beeeem, que liiiindo *---* geralmente amores assim são turbulentos mas são os mais lindos, q texto mais lindo *---* O nuvens agora mudou de endereço, virou delírios da noite, espero que goste! ;) bjus!
    http://deliriosdanoite.wordpress.com

    ResponderExcluir
  49. você escreve tipo, ultra super mega bem! menina, corre escrever um livro e ganhar dinheiro com isso..

    bjs
    http://quaseatoa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  50. Oi,tudo bem? Nossa,adorei a postagem! ;)) muito bem elaborada,HAHAHAHAH! Eu e a Alexya fizemos um blog e adoraria que você visitasse! ^^ http://amigaquefashion.blogspot.com.br/
    Beijão.

    ResponderExcluir
  51. Amei essa segunda parte mais do que a primeira. Você tem talento pra isso. É uma pena que esse não terá continuação, mas espero que você escreva mais textos.
    Beijos!
    http://sendomariella.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  52. Jeniffer, que texto lindo *---* (e eu o li de verdade, não estou dizendo isso só por dizer). Eu não li ainda Belo Desastre, mas ele me lembrou muito o livro, pelo menos o que as pessoas falam dele nas resenhas. De verdade, curti mesmo *O*

    Gislaine,
    atualizado, comenta? http://jeito-inedito.blogspot.com

    ResponderExcluir
  53. Claro que você deve escrever mais! Eu adorei!!!
    Beijinhos...

    P.S.: Fiz o ultimo meme que você postou lá no blog!
    blog-vidademenina.blogspot.com

    ResponderExcluir
  54. Gostei muito do seu texto! A imagem está linda também. Seu texto mostra o lado "imperfeito" de um casal apaixonado. Gostei bastante! Beijos e boa semana <3

    P.S: Quando li seu texto, logo lembrei de Suck It and See.

    ResponderExcluir
  55. Gostei bastante das duas partes, eu conheço um casal que vive mais ou menos assim, queria que as coisas fossem mais fáceis assim como nas coisas que a gente escreve. Sabe eu to mesmo querendo voltar a escrever, quase não lembrava mais como era...

    ResponderExcluir

Opine,reclame,exclame,comente.Mas uma dica: palavras sinceras são sempre bem-vindas.

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger| Personalizado por: Jeniffer Yara | Imagens do Header: Pinterest | Ícones de gadgets/categorias: Freepik | Uso pessoal • voltar ao topo