24 maio 2011

Nuvens de lembranças




Como vai você? Como vai teu mundo? Ah, o que fizestes com o meu?
Quando eu olho pela janela do avião, vejo algo brilhando intensamente, como se estivesse sido deixado ali, sobre as nuvens. Na verdade, eu perdi esse punhado de luz mesmo estando sob essas porções de algodão, o que dificulta ainda mais eu conseguir pegá-lo de novo.
Sei que não vais demorar pra perceber que nesse brilho tem todo o amor que eu te dei, que ali estão todos os nossos momentos, tudo que eu podia oferecer. Confiei em ti metade da minha vida e agora ela está ali, onde você dissipou e eu mal consigo ver.
Olho pro centro de toda essa luz e vejo uns sorrisos, uns sonhos interrompidos, nada de importante... Digo, nada de importante pra ti. Eu me imagino pulando dali, planando até essa esfera brilhante, sendo movido por medo e saudade. Me vejo com 16 anos novamente, meu sorriso está a alguns centímetros do teu, estamos deitados como antes, planejando um casamento, sonhando alto. Me levanto da cama e me arrisco a cantar, sentado em frente ao meu velho teclado, você sorri pra mim e me elogia de todas as formas possíveis mesmo sabendo que eu não acredito. Ah, bons tempos, como fui perder essa esfera?
Volto à realidade, ainda dentro do avião, não vejo mais aquele brilho intenso, já está tudo escuro, me sinto perdido como antes.
Forço a visão, olho pra cima e vejo que ali tem milhares de estrelas... Outras esferas brilhantes, outros punhados de luz, brilhos mais intensos, outras vidas, outros sonhos, outros planos. Quem será que as perdeu? Na verdade, imagino que ninguém nunca as pegou, por isso estão acima daquelas que você jogou fora.
Agora estou aqui, tentando pegar as estrelas que ficam mais em cima, as que brilham mais intensamente. Quero planos novos, quero uma vida nova, quero poder dar as estrelas pra alguém que eu tenho certeza que nunca vão jogá-las sobre as nuvens.
                                                             ***
Hey guys,cá estou eu de novo,depois de um tempinho sem postar,com esse texto que não é de minha autoria e sim do @kaleocardoso, que escreve lindamente,mas só ele não acha isso,rs. Espero que gostem.Até mais.

17 comentários:

  1. Que lindo, ele tem muito talendo Je Linda jiuaghdiua o blog tá lindo :D

    ResponderExcluir
  2. É lindo sim.
    Diz para ele que eu tbm acho que le escreve lindamente.
    Jeniffer, tem continuação da minha primeira aula de campo lá no blog, se quiser saber mais desta minha mini-aventura é só passar lá.
    beijos ;*

    ResponderExcluir
  3. Amei o texto...como sempre escreve coisas que toca nosso coração...parabéns flor...beijinhos e continue assim!!

    ResponderExcluir
  4. poxa, jenny, e eu achando que era seu >< hahaha

    de qualquer forma, muito bonito o texto. o uso formal da segunda pessoa dá ares de antiquado ao texto. e ele, curiosamente, se torna mais belo.
    isso me deu vontade de escrever um texto prevendo meu futuro, onde eu mesma escrevo sendo mais velha e lembrando, saudosamente, da mim de agora.
    vamos ver se funciona caso eu tente.

    um beijo.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pelo teu blog, tem um selo pra ti na minha casa - rs -, passa lá e pega depois.

    http://amar-go.blogspot.com/

    Kiss!

    ResponderExcluir
  6. Quanto desejamos tanto algo, nós conseguimos, sem dúvidas!
    Lindo, lindo!

    ResponderExcluir
  7. Muito lindo, quase me fez chorar, se eu não estivesse no meio da aula, sem poder deixar que notem que estou na internet. :D
    Mas é verdade, não é?
    Ninguém sabe quando vão dar valor a nós. Temos que ter mais cuidado com nossas estrelas interiores.
    Beijoo.

    ResponderExcluir
  8. O Kaléo e essa mania de usar "tu" da forma certa. hahahaha, muito bom o texto, olha. A essência romântica dele foi de abalar estruturas, não sabia que esse guri levava jeito pra escrever também! Amei!

    Um beijo, Jeni! Tô esperando texto seu também, hein?

    ResponderExcluir
  9. Pois ele escreve muito bem sim, e amor é assim mesmo, é estranho, a gente dá o coração pra tal pessoa ciente de que ela pode não corresponder, amar é correr riscos.

    ResponderExcluir
  10. Lindo o texto! Ele escreve muito bem mesmo, gosto de textos em que vou imaginando toda a história na minha cabeça, haha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Nossa lindo. Muito profundo.
    Ele escreve muito bem!

    ResponderExcluir
  12. Amei o texto, ele realmente escreve super bem.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Sim, estou viva :D eheheheh... Estou de volta! LoL


    Gostei da remodelação do blog, muito giro ;)

    ResponderExcluir
  14. Gente, como ele não acha isso lindo? É incrível. Gostei!

    ResponderExcluir
  15. Não tem coisa pior do que sofrer. Seja por que motivo for. Nós temos a necessidade de sermos amados. Faz bem pro coração, pro ego, pra alto-estima, faz bem pra vida.

    ResponderExcluir

Opine,reclame,exclame,comente.Mas uma dica: palavras sinceras são sempre bem-vindas.

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger| Personalizado por: Jeniffer Yara | Imagens do Header: Pinterest | Ícones de gadgets/categorias: Freepik | Uso pessoal • voltar ao topo