12 março 2011

Amor platônico


Ela não sabia o que pensar,muito menos ele.
Os dois estavam ali,tão pertos,mas ao mesmo tempo tão longe um do outro. Ele a olhava, e ela quando percebia algo em sua direção olhava de volta,mas ele já virara o rosto,e ela voltava á sua posição inicial,se condenando por estar imaginando coisas.
Ela realmente não queria pensar naquele garoto que via todos os dias,e que tinha a impressão que a olhava algumas vezes;é claro que ele não estava olhando para ela,concerteza era mais uma paranóia da sua cabeça.
Ele sempre a olhava disfarçadamente,não queria deixar óbvio seu interesse,e não tinha coragem para ir até aquela garota que tão o interessou,logo quando a viu,então a admirirava quando a via distraída.
E os dois começaram á amar um ao outro,sem ao menos saber disso,sem ao menos conversarem ou se tocarem....

Definitivamente estavam vivendo um amor platônico juvenil.

P.S: Uma  breve historinha fofa.rs
Ah obrigado á todos,todos os que comentam,visitam e que fazem esse blog crescer cada dia mais.Obrigado aos 375 seguidores \o/

28 comentários:

  1. Ah, eu sempre vivo um amor assim u.u

    ResponderExcluir
  2. Adoro amores platônicos *_* Correspondidos ou não, a sensação de amar e não saber o que esperar do outro é muito muito boa!

    Beeeijos
    May

    ResponderExcluir
  3. Eu sinto falta de amores assim na minha vida.

    ResponderExcluir
  4. Atitude, atitude, é o que falta. Quem sabe o que poderia acontecer se um desses desse uns passos em direção ao outro?

    ResponderExcluir
  5. aguaardanndo Jenny *-*
    amor platonico .. odeio, rs'
    quem nunca viveu um?

    beijos, beijos

    ResponderExcluir
  6. Amor platônico juvenil é uma coisa, né? Fica sempre aquea sensação gostosa e esquisita ao mesmo tempo... Mas é legal, principalmente porque eles nos ajudam MUITO a escrever. hahahaha
    Amei a história, Jeni! E tava com saudade de você à ativa de novo <3

    Um beijo :*

    ResponderExcluir
  7. Já vivi amores assim. Ah! amar é maravilhoso de qualquer jeito.

    ResponderExcluir
  8. Que lindo. Na vergonha de se declarar, acabam sem nunca saber o amor correspondido.

    ResponderExcluir
  9. Ficou tão cute, tão infanto-juvenil, que eu me peguei suspirando aqui, querendo esse tempo de volta.
    Muito lindo *-*

    ResponderExcluir
  10. Ah que lindo *-*
    Um amava o outro mas ambos não sabiam disso.
    O futuro irá fazer com que ele se encontrem e percebam isso, lindo começo de uma história de amor, que fofo *-*

    ResponderExcluir
  11. ah é parabéns pelos 375 seguidores.
    Será que um dia eu chego lá? ain tomara. (xd

    ResponderExcluir
  12. Lindo :) e é optimo vir aqui!
    Ah! E tem uma excelente semana :D

    Beijinhos *

    ResponderExcluir
  13. Você escreve bem, não pare não. Li o aviso no seu blog.

    ResponderExcluir
  14. lindo novo layout, volte logo (:

    ResponderExcluir
  15. aaaaaa saudade de viver um amor assim! ta dificil hehe

    ResponderExcluir
  16. E quem nunca viveu um amor platônico ne flor!

    Adorei!

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Estou acostumada com a platonicidade kkkkkkk muito fofo o texto

    ResponderExcluir
  18. Esses amores te aquele 'que' de seres mais fofos *-*
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Quem nunca viveu um amor platônico, não é mesmo ??
    Mas acredito que não precisamos ser jovens para viver um amor assim.. Basta se entregar e deixar as coisas acontecerem.. ♥
    Ahh linda obrigada pela visitinha no meu cantinhu.. rs
    Que bom que gostou do novo visu & do post também.. õ/
    Adoro o "SEU OUTRO LADO" .. rsrs
    Bjuus floor :)

    ResponderExcluir
  20. Já passou por isso alguma vez?
    Eu acho que uma vez passei, só que foi algo tão rápido e eu era tão novinha, rs
    bjos

    ResponderExcluir
  21. Oiiieee!!!
    Como vai?

    Passando rapidinho para conferir o seu blog!
    Desculpe a minha ausência, mas meu pc está quebrado! =(

    Enfim, adorei o post! =D
    Tenha uma ótima terça-feira!

    Beijão!

    ResponderExcluir
  22. vc escreve maravilhosamente bem. com certeza merecido todos esses seguidores :)

    ResponderExcluir
  23. Gostei da maneira como escreves (:
    Isto é inicio de historia? Continua ^^

    (sigo)

    ResponderExcluir
  24. Este amor, tão famoso por si só... Tão tempestuoso a que se faz... Chega a doer em seu silêncio.

    Lindo sempre aqui, grande beijo.

    ps:Voltei a ativa e quero agradecer o seu comentário em meu espaço, se cuide!! ;3

    ResponderExcluir
  25. Me alimento desse tipo de paixão, e na maioria das vezes, infelizmente, elas não passam disto. Tão fofo Jeniffer <3

    ResponderExcluir
  26. Ahhhhhh....os amores de criança...nada me faz mais falta quanto a inocência de amor de infância....amei o pequeno e adorável texto!!
    esperando sua visita ilustre no meu blog e seu blog é pra lá de ♥♥♥...bjs

    ResponderExcluir

Opine,reclame,exclame,comente.Mas uma dica: palavras sinceras são sempre bem-vindas.

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger| Personalizado por: Jeniffer Yara | Imagens do Header: Pinterest | Ícones de gadgets/categorias: Freepik | Uso pessoal • voltar ao topo