09 dezembro 2011

Verdadeira geração perdida


Alguns dizem que a geração dos dias atuais está perdida por gostarem de Restart, Crepúsculo ou Rebelde brasileiro. Eu discordo. Por quê? Acredito que a verdadeira geração perdida é aquela que vemos em nossas televisões nos jornais, roubando, assassinando, ou aquela que vemos nas ruas consumindo drogas, sem família, sem esperança de uma vida melhor, ou mesmo aquela que está bem perto de nós: A geração fútil das redes sociais, que perde seu tempo querendo mostrar aquilo que não é de verdade e sim aquilo que é conveniente ser, mostrado, fingindo que é ‘cool’ e descolado, falando mal das modinhas, só por que é... modinha.
Sério que as pessoas (tanto jovens quanto pessoas ‘mais velhas’) acham que a geração do século XXI está perdida por ler Harry Potter ao invés de Machado de Assis? Ou por que ouve Cine ao invés de Chico Buarque? Ok, existem coisas que não dá pra discutir, principalmente quando se trata de ‘gostos’. Mas vamos parar para pensar sobre o que estamos considerando ‘geração perdida’. Não retratamos nas redes sociais os jovens que sofrem abuso dos pais, seja físico ou psicológico, nem aqueles que precisam trabalhar nas ruas para sobreviver, nem falamos muito daqueles que cometem crimes por não ver outra saída na sua frente e acabam sendo presos de sua liberdade, de sua doce juventude. Sem falar dos que vivem falando mal das tais modinhas, das tais bandas, filmes, novelas ruins; será que essa geração também não está perdida? Perdida entre futilidades e hipocrisias?! 
Beatles que hoje é considerado um clássico do rock e do ‘gosto bom’, já foi modinha antes; arrisco a dizer que eles eram um ‘Restart’ dos anos 60/70. (Podem me jogar pedras, mas é a minha opinião, e não deixo de gostar da banda e de admitir que seja um clássico que merece ser ouvido de geração em geração). E os nossos gostos de hoje, vão ser criticados pela geração seguinte, e nós iremos criticar essa tal geração, e vai ser assim até o fim dos tempos.
É um ciclo vicioso de críticas mal elaboradas, de conceitos mal compreendidos e de visões distorcidas. Sim, por que ao invés de olharmos a geração literalmente perdida que está nas ruas ou dentro de prisões juvenis, ou até mortos; estamos olhando para a geração, digamos ‘inocente’, que pode estar perdida em gostos duvidosos e mentes com pensamentos fúteis, mas que poderá ter um futuro ótimo, por que tem acesso a informação, tem acesso a quase tudo, esses jovens tem escolhas, basta decidir por qual escolha tomar. 
Essa geração Restart, Crepúsculo, Cine, Rebelde, Lady Gaga, Biliebiers, um dia irá crescer, e tornar-se-ão adultos teoricamente maduros, com outros gostos, com outros pensamentos, com outros conceitos de vida. Mas a geração do crack, do trabalho infantil, a geração das ruas, da prostituição infantil, do roubo, do assassinato, a geração da juventude que não tem o que comer, essa geração não têm um futuro certo, eles nem sempre não têm escolhas.


P.S: Estou um tempo sem internet no computador, por isso não estou postando hoje Lado Extra, mas logo logo voltarei com os post's sobre minhas recomendações >< 

04 dezembro 2011

Estreando Lado Extra com: Once Upon a Time

Dentre as categorias do Lado Extra, existe o Filmes&Séries onde postarei sobre filmes e séries(dã) que vejo, ou já vi e que recomendo vocês conhecerem. O post dessa vez é sobre a série Once Upon a Time, uma série cheias de contos, maldições e mistérios.


Sinopse: Um drama sobre uma mulher ( Jennifer Morrison de ‘House’ e ‘How I Met Your Mother’) que se muda para uma cidade aonde contos de fadas são reais. Ginnifer Goodwin (Big Love) interpreta Branca de Neve. 
Na história, a Rainha Má da Branca de Neve coloca um feitiço nos habitantes da cidade Storybrook, no interior do Maine, o que faz com que eles se esqueçam que são personagens de contos de fadas. Entre eles, Branca de Neve e seu Príncipe Encantado que, tentando livrar Emma, sua única filha, do poder da Rainha, entregou a menina para adoção.
 Agora, a Rainha Má é a prefeita de Storybrook, conhecida pelo nome de Regina (Lana Parrilla, “Miami Medical” e “Swingtown”). Seu principal objetivo é destruir a Irmã Mary Margaret (Ginnifer Goodwin, de “Big Love”), na verdade Branca de Neve, que não sabe ser casada com John Doe, seu Príncipe Encantado (Josh Dallas). Decidida a se defender de Regina, Margaret pede ajuda ao senhor Gold, na verdade Rumplestiltskin (Robert Carlyle, de “Stargate Universe”), um especialista em magia negra.
Enquanto isso,  Henry (Jared Gilmore, de “Mad Men”), filho adotivo de Regina, tenta localizar Emma Swan, sua mãe biológica, para que juntos possam anular o feitiço que a Prefeita lançou sobre os habitantes de Storybrook.


Interessante não?! Então, a série é fofa, mas não clichê, os contos que nós conhecemos desde pequenos são diferentes nela; vale á pena assistir ou baixar os episódios que só são 5 até agora, pra quem gosta de contos, rainhas más e príncipes encantados.

Download de Once Upon a Time em Séries Tvix.
Trailer da série aqui.
Gostaram?!

01 dezembro 2011

Uma quase volta.


Cá estou eu, na (talvez, por que talvez tenha mais uma prova dia 18) ultima semana antes da ultima prova de vestibular que irei fazer, e quando voltar de vez ao blog, venho com novidades, algumas já prontas, outras ainda vou colocar aqui. Então vamos á elas:

Primeira: Página "Sobre o blog" renovada, com imagens dos layouts antigos.
Segunda: Uma pequena renovada no layout do blog, espero que gostem.
Terceira: Estou estreando uma coluna no blog: Lado Extra. Consiste em post's sobre filmes, séries, música, moda, livros, etc, recomendados por mim, de acordo com o que vejo, ouço ou leio no momento.

Que fique claro que não vou tornar o blog coletivo, com colaboradores, etc. Simplesmente vou colocar meus gostos mais em evidência em relação ás categorias que o Lado Extra têm. A ideia de escrever post's sobre tais assuntos veio,quando tinha que postar no blog O Quanto Quiser, onde colaboro fazendo parte da equipe, e praticamente não tinha o que escrever em relação á mim, então resolvi fazer um post de dicas de séries(para ver o post, clique aqui) que vejo ou vi, e o resultado foi bom, então trouxe essa ideia pra cá, mas de um modo mais abrangente. 
O blog ainda irá continuar como meu diário virtual, ainda vou continuar escrevendo meus textos subjetivos e sem muito sentido, mas agora além disso, vocês também poderão conhecer mais sobre certas preferências minhas. Espero que gostem. E até a minha volta definitiva no blog! Me desejem boa prova ><

07 novembro 2011

Sobre sonhos e feridas


Me toquei de que se eu não correr atrás daquilo que eu quero, nada irá acontecer, por que nada que desejamos cai do céu não é?! Então estou indo atrás dos meus sonhos, por mais loucos que eles sejam; eu estou aqui enfrentando todos os meus demônios, deixando algumas coisas supérfluas para trás, e amadurecendo com todas as quedas e as sangrentas feridas que esse caminho me proporciona. 
Me privei das distrações e das paixões fúteis, por que sei que agora não preciso delas, meu foco é conseguir aquilo que quero, só isso. Assim como muitas pessoas, eu só quero conseguir o que mereço. 
Aprendi a ser forte enquanto minhas antigas feridas cicatrizavam e não me importo se me ferir mais ainda, vou ser ainda mais forte para poder estancar o sangramento rápido. Se eu desistir ou deixar meus sonhos de lado, nunca serei totalmente feliz, então é melhor correr atrás. E se eu fracassar, não vou me acomodar, por que não posso, devo isso á mim mesma.  Só quero que saiba que estou fazendo meu melhor.

"Get up in the morning and give it your all
So long my friend and adversary"
"Levante-se pela manhã, dê tudo de si
Até logo, meu amigo e adversário." ♫
Under cover of darkness - Strokes 

26 outubro 2011

Palavras sem valor.

Ela acreditou no que lhe disseram. Sobre o mundo ser bom, e as pessoas serem sinceras.

Bem, ela se decepcionou logo com seu primeiro amor. E se decepcionou com seus melhores amigos e mais ainda com sua família. E começou a desacreditar no que lhe diziam. Pode-se dizer que ela amadureceu, que aprendeu com seus erros, e que agora sabe que não deve acreditar em tudo que ouve.
Mas a menina não é mais tão feliz quanto antes; talvez pelas decepções vividas, ou pelos machucados internos que ainda não cicatrizaram, ou talvez pela pouca esperança que têm no próprio ser humano. Ela não sabe realmente o que pensar quando precisa pensar em alguma coisa.
- Por quê tudo é tão confuso na vida real? - Ela se pergunta depois de ver filmes onde os finais sempre são felizes.
Seus pensamentos só ficam ainda mais confusos.
Onde está todo o amor que ouviu falar? E toda a paz que lhe disseram existir? Cadê todos os amigos que disseram estar sempre por perto? E aquele 'eu te amo' que lhe disseram ser eterno?
Ela só sabe que foram palavras em vão, palavras sem valor, palavras ocas. A única verdade que lembra-se ter ouvido foi o canto do pássaro em um jardim bonito...
E os seus sonhos sobre amor verdadeiro, amigos verdadeiros, família feliz e um mundo melhor, vão desaparecendo a cada dia que (sobre) vive.

"Quererte fue una estupidez total
Un paso mas allá del bien y el mal
Una tormenta de dolor, una historia de terror

Un sueño rosa que hoy es gris, palabras sin valor..." ♫
Dulce Maria - Ingenua

16 outubro 2011

"São tempos difíceis para os sonhadores"

São só mais palavras da garota estranha tentando expressar aquilo que nem ela mesmo sabe o que é. 

Você não sabe o que será do seu futuro, não sabe como irá lidar com acontecimentos bons ou ruins, nem como será se tudo der errado, se você fracassar. Precisas ser forte e olhar para frente, otimista de que todo seu esforço irá valer á pena, algum dia irá. E não pense que acabou, obstáculos maiores estão por vir, então prepare-se para o pior. Oh, não pense que estou sendo pessimista; é preciso dizer a verdade agora para que ilusões não te decepcionem mais tarde moça. São dias difíceis, eu sei, mas é só vida sendo linearmente imperfeita, como sempre. 

Ela não sabe como lidar com toda essa confusão, ela só sabe que precisa respirar e (sobre)viver.

***

Texto meio sem noção, eu só queria escrever alguma coisa antes do começo das provas relacionadas ao vestibular, que no meu caso, começa com o Enem. E essas são palavras que saem de mim para mim mesma quando tenho que enfrentar dias difíceis :} Ah, a frase de título do post é do filme O fabuloso destino de Amélie Poulain *_* Enfim, me desejem boas provas.

06 outubro 2011

Carta á Paris.


Quem é você que me tira os suspiros mais longos em meus dias invernosos e solitários? Seus olhos profundos e profanos me fazem mergulhar nos devaneios mais utópicos possíveis, e meu coração suspira novamente em te querer, em te ter por perto, em te conhecer. Nos momentos mais impróprios você me tira o foco e me faz estar em lugares desconhecidos até por mim; tudo isso aqui dentro, da minha cabeça, dentro desse coração teimoso e sonhador demais. O que será desse amor? Para onde irá tudo isso que guardo aqui dentro? O que o destino guarda para todas essas esperanças encravadas dentro de mim?!
Aqui não há primavera nem outono, ou está inverno ou está verão; normalmente o inverno dura muito mais tempo que o verão, e você que vêm querendo trazer-me uma primavera, quando virá? Já estou ansiosa para o teu retorno. 
Te escrevi uma carta contando de todos os meus dramas, todos os meus anseios; vê se volta e me faz rir ainda mais. Eu estou bem, muito bem, mas com você posso ficar melhor, bem melhor. Seja honesto comigo dessa vez, faça durar, faça valer a pena.
Embale minhas noites de insônia com aquela música francesa, me faz viajar nas páginas fascinantes das histórias que conhece, eu só quero que voltes para mim, mas volte puro, volte para ficar dessa vez.


Me escreva uma carta sem remetente
Só o necessário e se está contente
Tente lembrar quais eram os planos
Se nada mudou com o passar dos anos
E me pergunte o que será do nosso amor? ♫
Thiago Pethit - Mapa - Múndi

Influência profunda de Os sofrimentos do jovem Werther de Goethe, trata-se de um romance melancólico e cheio de concepções românticas e idealizadoras, que eu amo ler *-* É literatura alemã, de 1774, pra quem gosta, recomendo muito ler esse livro. Além claro da influência de ter escrito esse texto enquanto ouvia Thiago Pethit que pra quem não conhece, recomendo também ouvir.
O texto aqui escrito não é direcionado á ninguém, que fique claro, espero que gostem. Até mais ;*

06 setembro 2011

Turning Tables


Me enrosco com meus sonhos e planos para o futuro,e não mais em abraços apertados. Seguro firme na esperança de dias melhores, não mais em mãos humanas,fracas e escorregadias. Me perco nos pensamentos mais loucos e nos devaneios mais lindos,e não mais em histórias contadas por alheios. Meus segredos são só meus, não tenho mais a necessidade de contá-los á mais ninguém. Meus desejos, só eu entendo. Meus amores e minhas paixões, só eu quero. Nessa noite fria de sábado estou sozinha, com a xícara de café ao lado, com milhões de pensamentos e mais um bocado de dúvidas e incertezas pra me amedrontar. Eu não preciso de amores falsos, promessas incertas, histórias mal contadas, amigos distantes, sonhos impossíveis. Eu só preciso do meu livro favorito, dos amigos verdadeiros, de um amor que dure, de verdades constantes e do meu Indie Rock favorito. Por que ainda sou aquela menina de paixões platônicas, mas também sou a mulher que toma responsabilidades para si. Sem mais hipocrisias e ilusões; posso ser pessimista, mas entenda que só estou sendo verdadeira comigo mesma. E escolho sempre estar bem comigo, antes de tudo; mesmo sofrendo por alguém ou alguma coisa quase sempre. É contraditório, eu sei, mas quem disse que eu seria linearmente perfeita?!

"Da próxima vez vou ser mais corajosa
Serei minha própria salvadora
Quando o trovão chamar por mim
Da próxima vez vou ser mais corajosa
Serei minha própria salvadora
Ficarei em pé sobre meus próprios pés" ♫
Adele - Turning Tables

Não posso deixar de comentar que Adele é uma das minhas cantoras favoritas, além da voz linda, as músicas sempre parecem dizer algo que eu sinto,vivo ou penso. Escrevi esse texto ouvindo Strokes e depois Adele,e essa música e o título dela encaixaram-se perfeitamente no que escrevi,rs. 
Por mais, só tenho a agradecer á todos que comentam aqui e me apoiam, me incentivam a escrever minhas verdades e que se identificam com isso. Até mais.

31 agosto 2011

Aller de l'avant


E que seja leve, que seja verdadeiro, que seja real, que seja quase perfeito...




Você não quer se decepcionar, não quer se magoar novamente; mas por sua mania insuportável de se importar com cada detalhe, acaba decepcionando-se e ferindo-se por pouca coisa. Aprenda que nem tudo irá ser do jeito que quer,e que existem coisas mais importantes do que seus sonhos românticos sobre amor verdadeiro e histórias perfeitas. Já parou para olhar ao seu redor? Quantas pessoas sofrendo muito mais, tendo verdadeiros problemas,e você aí,chorando e depreciando-se por mais uma decepção, boba até, sobre uma pessoa que nem saber que te magoou,sabe. Desperte-se dessa sua inércia sentimental, você não precisa ficar assim. E pare de começar a pensar que não é boa o suficiente, que nunca irá encontrar uma pessoa que realmente te faça feliz, que suas roupas são feias e seus gostos são estranhos demais; seja quem você quiser ser, sempre, ninguém têm o direito de dizer quem você poderá ser ou não.
Siga em frente, tenho certeza que você é mais forte do que qualquer decepção. Pare de olhar para trás,que mania insuportável essa sua. São pessoas feias que te fazem ficar mal, não olhe para elas. Foque no que te faz bem,sempre.

It's a beautiful world,with ugly people...
É um belo mundo,com pessoas feias... ♫ 
- The Pretty Reckless -Ugly People
***
Ok,estou achando meus post's muito auto-ajuda,mas não quero escrever sobre mais decepções amorosas,sobre mais sofrimentos,ou histórias fictícias que não têm nada á ver com o que estou vivendo no momento. Então meus textos só refletem o que falo á mim mesma,pra tentar superar e seguir em frente sempre. Espero que não enjoem daqui,rs. 
Obrigado á todos os comentários lindos e super fofos que recebo aqui,vocês me trazem felicidade ><                                            

11 agosto 2011

Senhorita Nada.


Vamos quebrar algumas regras.Consolidar nossas personalidades e reivindicar alguns direitos.
Vamos não nos importar,não nos permitir sofrer,simplesmente não ser aquilo que querem que nós sejamos. Por que cansa todo esse drama,todo esse querer e não querer,toda essa inconstância,todas essas dúvidas,todo o sentimento não correspondido. Parem com os joguinhos,isso é vida.
Você realmente está feliz? Se não,o que está esperando para ser? E por que não desabafa e grita para os quatro cantos do mundo o que sente,o que pensa,que medo todo é esse? Que repressão toda é essa?
Vamos parar um pouco com toda essa hipocrisia,e todos os clichês inválidos. Vamos ser verdadeiros com nós mesmos.O que você procura? Que caminho quer seguir? Para onde pretende ir?

Eu procuro poesia,sentimentos verdadeiros,um livro bom para ler,e um lugar tranquilo para tomar meu chocolate quente.


Sou a Senhorita Fortuna,Senhorita Tão cedo.
Sou uma garrafa com dor
Senhorita Importância,você a teve,agora ela está indo embora. 
Sou mal utilizada,mal interpretada. 
Senhorita Desprezada,eu me importo.Estou presa na chuva ♫ 
                                                                                                     The Pretty Reckless - Miss Nothing

04 agosto 2011

Mais uma vez



Por que amar é se arriscar e se permitir...

Meu estúpido coração bateu mais forte quando te viu,e eu me odiei por isso. Você certamente ainda deve estar com ela,com certeza já não lembra-se mais do que vivemos,e nossa história é passado. Acredite,para mim ainda é passado;foi só o estúpido do meu coração que resolveu bater mais forte quando te viu.
E me vi escutando aquela música,que me lembra de você,e me questionaram sobre tal atitude e eu realmente não achei que fosse nada demais. Hoje percebi que pensei em você a tarde e a noite inteira,e não sei o que declarar sobre isso. Não sei se percebeu,mas eu tô tentando não levar isso a sério. É,talvez eu já tenha me permitido demais e com isso me decepcionado demais. Eu sei,sou nova,existem mil coisas que ainda irão acontecer comigo,mas me permitir novamente e decepcionar-me novamente não faz mais parte dos meus planos. Eu também sei que isso é inevitável; é só que.... Se eu sentir de novo,promete que vai pelo menos tentar não me decepcionar?


Porque somos eu e você e todas as pessoas,
com nada a fazer, 
nada a provar.
E somos eu e você, e todas as pessoas 
e eu não sei porque não consigo tirar meus olhos de você ♪
Lifehouse - You and me.


P.S: Parece que não consigo deixar de escrever sobre amor por muito tempo.Me sinto idiota por escrever quase sempre sobre isso;além de ser um sentimento confuso e contraditório,é algo que você simplesmente não consegue deixar de lado,pelo menos comigo é assim que acontece. Enfim,espero que gostem. E a foto de corujas é por que amo coisinhas que envolvam corujas ♥

25 julho 2011

Mirror


Te olho no espelho e vejo a confusão nos seus olhos moça. E é um furacão aí dentro que nem você mesma consegue controlar. Eu sei,dá vontade de gritar,de sumir,de ver tudo de fora pra ver se dá pra organizar alguma coisa,ou entender alguma coisa. E as pessoas te confundem mais não é? E parece que só amando alguém que se encontra a felicidade que você tanto deseja... Talvez isso seja verdade,ou talvez seja meia verdade,também não sei lhe dar a resposta certa.
Mas também vejo seus sonhos,seus olhos iluminam-se a cada vez que imaginam um futuro cheio de realizações,cheio de amores correspondidos como nos filmes românticos. Você sabe que não vai ser exatamente assim que irá ser,não é? Dizem que a vida é cheia de obstáculos e sacrifícios,e bom,eles estão certos,dá pra ver que sim.
Também vejo alguns erros cometidos,algumas lições,alguns aprendizados,o clássico que se vê em toda garota que já sofreu alguma decepção um dia. Mas ainda vejo o romantismo em seus olhos,eles transbordam do seu coração como uma cachoeira infinita,que não têm como controlar. Parece que você foi feita para amar,e nada mais.Com tudo isso,ainda há as obrigações do dia-a-dia,as vaidades,e as aparências e todas as responsabilidades que ás vezes te cansa.Eu sei,me cansa também.

E no final do dia você só pensa em tentar viver bem,em tentar ficar bem,mesmo com toda essa confusão,discordância e imperfeição que é a sua vida.

E nada vai desmerecer tudo que ainda somos,toda certeza que supomos.Mas a vida lá fora tá chamando agora.E não demora!Quem dá mais? Na falta que a falta faz...♫ 
Jay Vaquer - A falta que a falta faz.



P.S: Olha a inspiração ai voltando! Bem,ultima semana de férias, pelo que li nos comentários do meu ultimo post,minhas férias foram parecidas com as da maioria dos meus leitores,rs Então,vamos aproveitar essa semana e nos preparar para Agosto com a rotina e obrigações de volta \o/  E FELIZ DIA DO ESCRITORES PARA TODOS NÓS.Até mais.

19 julho 2011

L'appel étrange pour moi



O comum não me atrai o supérfluo não me conquista, e a multidão não me adere. Então me resta querer o desconhecido, o sempre desejado, o que é estranho e o diferente.

"Se arrume e pule pra fora da cama e faça o seu melhor..." - The Strokes - Under Cover Of Darkness

***

P.S: Ok,inspiração mandou lembranças. Eu realmente não consegui escrever um texto inteiro,então vai essa frase que peguei de um texto um pouco antigo meu,ela resume bem como estou agora. Então,férias né,estão quase acabando,e eu tô tentanto aproveitá-las ao máximo e vocês? Contem-me dos seus desconhecidos ;)
P.S: Título by tradutor do google,rs.

08 julho 2011

Apenas a incerteza.


Bateu uma estranha tristeza hoje,vinda não sei daonde,não sei por quê ou por quem. Na verdade,não têm um por quê certo. Talvez seja o medo, talvez seja os sentimentos que ainda sinto,ou talvez seja um mau pressentimento de algo desconhecido.
Na verdade a tristeza não é o sentimento certo para traduzir meus 'status' atual. Indecisão e incerteza,sim. E isso não elimina-se fácilmente de nossas vidas,esses sentimentos 'ruins' apenas vão com o tempo e de acordo com os acontecimentos...Certo?!

P.S: Mais um vez agradecendo a todos os comentários lindos e fofos que recebi em meu ultimo post <3 Amo muito essa blogosfera. Estou de férias galera,mas ainda tendo aulas em alguns dias da semana. Muito estudo ainda,mas vamos ver se consigo me divertir um pouco para não pirar com tanto estudo,haha.

22 junho 2011

Ei moça.


Moça,não olhe para trás. Ele já não se importa mais,nem você mesma se importa mais. Pare de fingir estar apaixonada,você não está,você só queria estar.
Moça olhe para o que está na sua frente: Os livros que deixou de lado,os amigos que se afastou,os filmes que ainda não viu; eles estão te esperando. Tudo que você ama ainda está no mesmo lugar,as coisas que verdadeiramente importam ainda estão aqui, só esperando você voltar dessa sua inércia temporária.
Isso mesmo moça,volte a viver,volte a pensar em si mesma,não pare para olhar para trás,não vai mudar nada. Retome seus ideais, vá em busca daquilo que sempre desejou, conserve aquelas pessoas importantes que te fazem sorrir todos os dias, volte a falar com aquelas que deixou de lado.  Pegue o livro da cabeceira e comece a lê-lo, tire do armário aquela roupa que tinha deixado de usar, volte a escrever sobre as coisas mais simples que não tinha dado mais atenção, volte a viver com você.
Moça,que bom que está sorrindo novamente.


"Pois estragar a propria vida é um direito inalienável" - O fabuloso destino de Amélie Poulain.


P.S: Voltei com um post meio fofo,meio bobo,hm,gostaram? Minha inspiração foi o filme que vi na semana passada: O fabuloso destino de Amélie Poulain, que simplesmente é lindo e que se tornou um dos meus favoritos *-* Recomendo assistirem.
Férias chegando,mas infelizmente para mim não,continuo estudando para o vestibular e só vou ter alguns dias de folga,me desejem bons estudos o/
E ah,obrigada pelos novos seguidores e pelos elogios que recebo aqui,simplesmente amo saber que existem pessoas que lêem o que escrevo e que gostam,e que se identificam com meus textos *.*

16 junho 2011

À menina dos olhos meigos...



...por quem tive a sorte de ter em minha vida. Vida na qual eu quero que ela nunca mais saia... E  desejos mais profundos do meu coração que me faz a desejar tanto.
E buscar em tudo você! Te ter,te ganhar a cada palavra, a cada gesto, a atitude. Coisa de louco,como posso falar coisas,desejar algo que nem ao menos fiz parte ainda,que nem ao menos puder ter, que nem ao menos pude me mostrar o meu 'eu'.
Não sei explicar, mais posso afirmar que vem do fundo do meu coração. E nele eu confio, por ele dou minha vida e me entrego por quem ele pulsar.. bater.. gritar...
Sem duvidar, sem me  perguntar se é certo ou se eu devo. Apenas aceitando e rezando para que ele não se engane e que ele seja  correspondido. Para que um dia ele se torne um "todo" e deixe  de ser apenas  essa  metade. 
E então e só então serei feliz serei completo.

P.S: Como deu pra perceber,esse não é um texto de minha autoria,rs. Mas uma vez trago um texto feito por um amigo meu,dessa vez foi o @paulodiniz22 que escreveu esse texto tão fofo *-* Espero que gostem. 
Ahh se eu demorar a responder os comentários feitos aqui no blog,perdoem-me,estou tendo que estudar e muito para o vestibular ;) Até mais.

03 junho 2011

Viver e viver bem.


Não se trata de mais ninguém além de mim mesma,e toda essa inconstância que me assombra, que me persegue e me empurra para um mundo diferente do que eu estava acostumada. Mudo a cada instante,a cada pensamento,a cada atitude impulsiva e a cada novo sentimento;e não sei se isso é totalmente bom;toda essa necessidade de mudar pode me trazer aquele arrependimento de querer voltar atrás,de querer ser o que era antes,sentimento esse que já tenho em alguns momentos. Algumas responsabilidades se misturam com alguns desejos,e a confusão vêm á tona não deixando um caminho claro para seguir. Mas os pensamentos positivos ficam por aqui,não sei se muito tempo,mas estão aqui,dizendo que tudo vai dar certo,que só preciso ser eu mesma,sem medo de expressar-me,de dizer o que sinto,o que penso,e de fazer o que quero. Vou concordando com o que acho certo; os dramas e o melancolismo me deixaram um pouco de lado, estão me libertando e fazendo com que fique um pouco mais feliz e menos iludida. Valorizando pequenas coisas que fazem a maior diferença,vou seguindo meu caminho,seja ele qual for,eu só realmente quero fazer o que gosto,poder amar,poder ser feliz,sem mais nem menos,apenas viver,e viver bem.
Se "olhe no espelho" e sinta-se bem com o que vê antes de qualquer coisa. Não é nada simples,nem tudo é bom,e a vida não é nada fácil,como todos sabem,mas estamos aqui,não pedimos para nascer,e precisamos sobreviver.E eu escolho sobreviver bem.




P.S: Não é um post melancólico,não é sobre amor,não é sobre dramas,complicações,nem histórias mal resolvidas,finalmente escrevi um texto mais 'pra cima',rs.

01 junho 2011

Mais um.


Foi tudo bom.......No começo.
Eu realmente pensei ter encontrado o cara que iria me fazer libertar da minha armadura solitária e fazer com que eu repensasse nos meus sentimentos. Eu me apaixonei pela ideia de te ter,e fazer parte da sua vida,e você ser parte da minha;pensei  que seria tudo diferente,e acreditei que iria dar tudo certo.Eu experimentei novas sensações e situações.Mas a realidade veio a tona;ela sempre vêm. Seu 'estado errado' de ser,suas atitudes me fizeram despertar do tal 'sonho'.E seu passado ainda te assombra,ainda te atormenta,e fez com que se afastasse de mim; que na verdade,nunca se aproximou. No final foi tudo muito rápido: o começo,meio e o fim.Pensei que era especial,diferente; mas no final só foi mais um.






P.S: Mais um post melancólico e meio que triste eu sei,me perdoem,rs.

24 maio 2011

Nuvens de lembranças




Como vai você? Como vai teu mundo? Ah, o que fizestes com o meu?
Quando eu olho pela janela do avião, vejo algo brilhando intensamente, como se estivesse sido deixado ali, sobre as nuvens. Na verdade, eu perdi esse punhado de luz mesmo estando sob essas porções de algodão, o que dificulta ainda mais eu conseguir pegá-lo de novo.
Sei que não vais demorar pra perceber que nesse brilho tem todo o amor que eu te dei, que ali estão todos os nossos momentos, tudo que eu podia oferecer. Confiei em ti metade da minha vida e agora ela está ali, onde você dissipou e eu mal consigo ver.
Olho pro centro de toda essa luz e vejo uns sorrisos, uns sonhos interrompidos, nada de importante... Digo, nada de importante pra ti. Eu me imagino pulando dali, planando até essa esfera brilhante, sendo movido por medo e saudade. Me vejo com 16 anos novamente, meu sorriso está a alguns centímetros do teu, estamos deitados como antes, planejando um casamento, sonhando alto. Me levanto da cama e me arrisco a cantar, sentado em frente ao meu velho teclado, você sorri pra mim e me elogia de todas as formas possíveis mesmo sabendo que eu não acredito. Ah, bons tempos, como fui perder essa esfera?
Volto à realidade, ainda dentro do avião, não vejo mais aquele brilho intenso, já está tudo escuro, me sinto perdido como antes.
Forço a visão, olho pra cima e vejo que ali tem milhares de estrelas... Outras esferas brilhantes, outros punhados de luz, brilhos mais intensos, outras vidas, outros sonhos, outros planos. Quem será que as perdeu? Na verdade, imagino que ninguém nunca as pegou, por isso estão acima daquelas que você jogou fora.
Agora estou aqui, tentando pegar as estrelas que ficam mais em cima, as que brilham mais intensamente. Quero planos novos, quero uma vida nova, quero poder dar as estrelas pra alguém que eu tenho certeza que nunca vão jogá-las sobre as nuvens.
                                                             ***
Hey guys,cá estou eu de novo,depois de um tempinho sem postar,com esse texto que não é de minha autoria e sim do @kaleocardoso, que escreve lindamente,mas só ele não acha isso,rs. Espero que gostem.Até mais.

14 maio 2011

Evoluindo em nós.


Estamos em uma nova era,e dizem que estamos evoluindo...Na ciência,na tecnologia,nas artes,nos meios de comunicação,etc. E como seres humanos,estamos evoluindo mesmo?
Sabemos que temos o livre arbítrio,que estamos numa democracia onde podemos escolher quem nos governa,e também já sabemos que não estamos escolhendo certo. Mas esquecendo um pouco nossas atitudes em sociedade,o que estamos sendo como seres humanos no século XXI?
Ainda temos medo de amar,de falar o que pensamos e o que sentimos. Ainda discutimos por coisas pequenas,ainda acreditamos no sensacionalismo da TV,e somos mais do que tudo,individualistas e fúteis ás vezes. Nos escondemos em indiretas via Twitter,em posts no Tumblr e em conversas pelo Messenger.
As atitudes de hoje refletem-se no amanhã,e não esquecendo os deveres e responsabilidades que temos,também precisamos viver e aproveitar o que temos a nossa frente: dias que não voltarão,pessoas que nos amam,amigos,família,aquele filme no cinema,aquele alguém que precisa de nossa ajuda,um livro a ser lido... E ser verdadeiro consigo mesmo,antes de qualquer coisa.

07 maio 2011

Caminhos


Quando se têm caminhos á escolher,e não se sabe qual escolher,por que a incerteza do futuro te assusta,o que fazer? Seguir a razão ou o sentimento que têm por tal coisa?



P.S: Frase complicada de responder não? Pelo menos para mim,que ainda estou indecisa em relação ao que fazer na faculdade. Mas é isso,por hoje é só essa frase. Não consegui elaborar um texto que expressasse realmente o que eu vivo nesse momento,a não ser essa frase.Obrigada aos novos seguidores,e á todos os comentários lindos que recebo aqui,vocês são muito importantes para mim,mesmo *.*

02 maio 2011

Quando o medo é maior.


Ela estava de mãos atadas. Confusa como sempre com seus sentimentos. O café na cabeceira da cama,o livro nas mãos,e ela deitada,tentanto se concentrar no romance a sua frente. Tentava ler,parar de pensar nele,e em seus prováveis sentimentos por ele; mas não conseguia.
Ele mecheu com suas certezas,a fez pensar novamente em paixões,ciúmes,e aquela velha sensação de ter alguém gostando de você. E estava confusa,sem saber o que dizer.Mas sabendo sobre o que pensar,vivia pensando,analisando,calculando... Irritava-se com si mesma por ser assim.
Mas ela não tinha jeito,amava-o,mesmo sem querer admitir,mesmo sem ter coragem de falar,mesmo com medo de não sei o quê.
 O café esfriava,o livro já não estava mais na mira de seus olhos. O que houve foram suspiros,algumas risadas lembrando dos momentos com ele,e cada vez mais,a certeza de que estava apaixonada,vindo em sua direção.

E ela irá deixar seu orgulho de lado,sua armadura de defesa,e suas incertezas de garota confusa que ela sempre foi?

Ouvindo: Adele - Chasing Pavements

30 abril 2011

Mudança de poesia.


Estava perdida,sombria,e sem muitas esperanças para que tudo desse certo novamente.
Mas você apareceu,e de alguma forma,trouxe de volta aquelas sensações,que ao mesmo tempo são ruins e boas. Com todas minhas complicações,todos meus pensamentos e atitudes estranhas,você me quiz. E  consegue me fazer tão bem novamente.
E isso não é um sonho,não é utopia,não é ilusão.
Já não vivo mais uma drama barroco,estou mais para uma poesia romântica.


P.S: Desculpem-me os pot's romântiquinhos demais nessas semanas,rs.

24 abril 2011

Sem querer.


E ele apareceu de repente,sem mais nem menos. Cai em sua 'armadilha',sem querer,sem saber.De uma certa forma não tive escolha.Já estava 'na dele' mesmo negando isso.Já estava me importando com ele,e esperando o celular tocar,na esperança que fosse ele. E eu me senti idiota,por estar sentindo de novo aquelas sensações que não sentia um bom tempo: ciúmes,ansiedade,sonhos,arrepios,palavras embaralhadas,nervosismo,e aquela velha sensação da dúvida dele estar gostando de mim ou não.



E agora vêm as dúvidas,as angústias,os medos....Que sinceramente,vou deixar de lado.

P.S:Pra quem tem Tumblr e quiser me acompanhar por lá também:  Satellite Heart

16 abril 2011

Escrevo por não sei o quê.

Escrevo textos aleatórios,e não sei realmente o que quero dizer. Por que aqui dentro é um caldeirão de dúvidas,pensamentos e muita,mas muita contradição.
Escrevo agora por que preciso me entender,mesmo em palavras que não consigo tentar resumir o que se passa aqui dentro de mim,escrevo para tentar decifrar-me.
Será que você poderá decifrar-me? Será que é você que vai me tirar dessa rotina de pensamentos e sentimentos passados?
Você pode segurar minhas mãos,me abraçar e ficar junto comigo,mesmo eu não estando bem e não tendo nada para falar?
Será que você poderá me compreender nos dias que eu não for eu mesma? Nos dias que a contradição estiver me domindando?
Do que eu estava falando mesmo?! Por que estou pensando em coisas que não deveria?!

P.S: Ahh cá estou eu com um texto meio confuso não? É,eu sei.
Escrevi o texto aleatoriamente,precisava escrever alguma coisa.
Nesse mês (não sei qual dia,pois esqueci de gravar isso), comemoro 2 anos de blog! Então,meu muito obrigado á todos vocês que me acompanham,que me seguem,me visitam e me suportam até quando não escrevo coisa com coisa,rs.
Vocês não imaginam o quanto esse blog me ajuda e faz parte da minha vida,e consequentemente,vocês que o acompanham também.Parabéns ao blog \o/

12 abril 2011

...


Não sei mais sobre o que escrever,não sei mais sobre o que falar,sobre o que viver.
Será que a vida perdeu a graça? Ou será mais um momento depressivo de uma personalidade bipolar?!

10 abril 2011

Camões sabia o que escrevia.

"Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
Muda-se o ser, muda-se a confiança;
Todo o mundo é composto de mudança,
Tomando sempre novas qualidades.

Continuamente vemos novidades,
Diferentes em tudo da esperança;
Do mal ficam as mágoas na lembrança,
E do bem, se algum houve, as saudades.

O tempo cobre o chão de verde manto,
Que já coberto foi de neve fria,
E em mim converte em choro o doce canto.

E, afora este mudar-se cada dia,
Outra mudança faz de mor espanto:
Que não se muda já como soía."

Luís de Camões

Camões resume as mudanças,não só ocorridas em seu tempo de vida,mas as que ocorrem até hoje: Mudanças não tão boas assim.

P.S: Desculpem-me a falta de um texto,estou sem inspiração,e não quero escrever sobre a tragédia de Realengo,não quero conseguir comentários ou exclamações em cima de histórias assim,já basta a mídia com seu sensacionalismo barato. Em relação á isso,só posso dizer que estou triste,e espero que isso sirva de reflexão para a situação que vivemos em nosso país. Nem tudo é culpa do governo,e também nem tudo é culpa da sociedade civil. Somos culpados por não agirmos contra problemas já vistos antes,e não só em escolas,mas no ambiente geral que vivemos.
Enfim,vou acabar escrevendo um texto se continuar falando sobre isso. Espero voltar com um post melhorzinho da próxima vez.


03 abril 2011

Fazer valer á pena.


O que você anda fazendo da sua vida?
O que você faz para sua vida valer á pena? Vai a festas,bebe até cair,curte os fins de semana com os amigos,e não tá nem aí para o futuro,por que o presente é o que importa?
Pense bem no que vai responder,seja honesto,isso realmente faz a sua vida valer á pena?
Nós,cidadão civis,reclamamos dos políticos corruptos,da violência doméstica e agora feita por jovens e até crianças,além do descaso na educação e na saúde pública. Mas já parou para pensar que só reclamar não vai adiantar muita coisa? E que moral você têm para falar dos corruptos? Ou vai dizer que nunca usou o tal 'jeitinho brasileiro' para conseguir algo á seu favor?
Nós como jovens,deveríamos ser "o futuro da nação brasileira",mas muitos de nós,nos perdemos na diversão descontrolada,e só estamos nos tornando o que a sociedade elitizada quer,cidadãos desinformados,alienados dos problemas sociais,e individualistas,além de sedentários e anti-éticos.
Quando você vê um mendigo na rua,qual o primeiro pensamento que lhe vêm á cabeça? Com certeza não deve pensar que a culpa dele estar ali não é só do governo,não é só dele mesmo,mas sim de um conjunto de fatores que faz dele um mendigo,sem rumo,sem futuro,sem vida.
E quando você já tomou uma atitude boa que não fosse para você mesmo,que fosse para o coletivo,para seu próximo?
Pense bem, não assistir reality show's,novelas e programas de auditório e falar mal deles na internet,não faz de você uma pessoa culta ou diferente. Muita gente já faz isso: reclama da TV brasileira,fala mal dos políticos e ironiza a situação do país em relação á outros bem mais desenvolvidos.
Você se torna um cidadão culto e verdadeiramente brasileiro,quando conhece a arte brasileira a fundo e não copia e cola frases de sites de poesias,quando sabe dos reais problemas sociais e quando não só reclama sobre isso,mas pelo menos tenta tomar alguma atitude contra isso.
Para você, o Brasil só pode ser resumido em samba,mulher pelada e drogas?! Então o que fazer para o país crescer,para os cidadãos com ou sem dinheiro,viverem bem,o que fazer para a vida realmente valer á pena?

30 março 2011

Nostalgia sobre rotinas passadas.


Os dias sem os velhos amigos são tão estranhos hoje,depois de mais de 3 anos juntos... O prédio,os professores,a rotina do colegial e a bagunça dos veteranos me fazem suspirar lembrando dos tempos em que era plenamente feliz e meio que acomodada com a vida.
Não sou boa com mudanças,mas como todo ser humano,consigo adaptar-me e sobreviver.Mesmo assim,,as novas experiências,as novas pessoas,os novos caminhos e conversas me assustam de uma certa maneira,e me fazem ter saudades do passado,da rotina de anos,dos amigos de sempre...É inevitável não pensar no passado,mas por outro lado o presente também é bom e o futuro,por mais assustador e incerto que seja,é melhor ainda.

P.S: Hey I'm Back. É,voltei,e agora é definitivo. Mesmo assim minha rotina de internet não irá ser a mesma,pois tenho estudos e compromissos,mas todo horário disponível,eu venho aqui.
Obrigado á todos que me acompanham sempre,mesmo quando estou ausente,e aos novos e velhos seguidores que fazem desse blog,não apenas um blog,mas um mundo "particular" e mágico *.*

12 março 2011

Amor platônico


Ela não sabia o que pensar,muito menos ele.
Os dois estavam ali,tão pertos,mas ao mesmo tempo tão longe um do outro. Ele a olhava, e ela quando percebia algo em sua direção olhava de volta,mas ele já virara o rosto,e ela voltava á sua posição inicial,se condenando por estar imaginando coisas.
Ela realmente não queria pensar naquele garoto que via todos os dias,e que tinha a impressão que a olhava algumas vezes;é claro que ele não estava olhando para ela,concerteza era mais uma paranóia da sua cabeça.
Ele sempre a olhava disfarçadamente,não queria deixar óbvio seu interesse,e não tinha coragem para ir até aquela garota que tão o interessou,logo quando a viu,então a admirirava quando a via distraída.
E os dois começaram á amar um ao outro,sem ao menos saber disso,sem ao menos conversarem ou se tocarem....

Definitivamente estavam vivendo um amor platônico juvenil.

P.S: Uma  breve historinha fofa.rs
Ah obrigado á todos,todos os que comentam,visitam e que fazem esse blog crescer cada dia mais.Obrigado aos 375 seguidores \o/

07 março 2011

E o tal ser diferente...



Sou diferente, e ás vezes essa diferença me incomoda.
Não me visto igual às outras garotas, definitivamente não ouço nem danço tecnobrega ou funk, e muito menos ‘pego geral’ numa festa. Gosto de ler e escrever e minha vida social se resume a horas na frente de um computador ou lendo livros e vendo filmes. A música que ouço a maioria das pessoas nem sabem que existe,e quando ouvem,abominam. Isso me faz solitária algumas vezes, quase ninguém consegue me compreender, e isso meu amigo, ás vezes dói. Não ser lembrada nas datas comemorativas ou nas saídas do grupo de amigos.
Mas analisando bem a situação,não quero ser lembrada como a ‘Jeniffer pegadora’,nem como a ‘Jeniffer festeira’,muito menos como a ‘Jeniffer gostosa’. Não quero ser mais uma na multidão, não vou ser lembrada por atitudes fúteis ou vulgares.
Será que isso me faz ser ‘anormal’? Pois se faz, ser ‘normal’ não é comigo

P.S: Estou com muitas saudades de ir nos blogs que em acompanham,espero voltar logo.

07 fevereiro 2011

Desespero parao (não) viver


Mal começa um mês, e eu já quero que ele acabe logo. Meu desespero para não viver é que me deixa assim.
É,meu desespero para não viver, infelizmente essas são as palavras que definem o que sinto no agora, no hoje. Não sinta pena de mim, não pense que estou passando por momentos tão horríveis e que por isso estou assim; é que quase sempre faço dramas em minha vida. Não é uma catástrofe, nem uma tragédia. É só a vida. São só as dificuldades da vida, e o quão difícil é não ter o que se quer, e do jeito que se quer as coisas. Aquela famosa frase: nascer, viver e morrer, concerteza me parece mais fácil na escrita, do que na prática. Nascer e morrer até podem ser fáceis, mas viver, viver nesse mundo que eu vivo pelo menos, não é nada fácil, e eu sei, caro leitor, que você também deve pensar algo parecido, todos sabemos o quanto é difícil viver e sobreviver nessa terra que mais me parece imunda, do que sagrada.
Então, que os dias passem rápidos, que as manhãs ensolaradas e as noites deprimentes em meu quarto passem muito rápidas, que as batalhas sejam logo vencidas, que as guerras acabem logo, que as ilusões e os sonhos se dispersem logo, e que minhas vontades sejam logo atendidas.

P.S: Desculpem-me minha total ausência nos blogs de vocês e minha demora para postar aqui novamente. Estou sem internet em casa e não tenho data prevista para ela voltar, e bom, é difícil pelo menos para mim, me atualizar no blog quando estou sem internet em casa, então espero que entendam minha ausência aqui até ela voltar.

25 janeiro 2011

Desafio


Esse desafio recebi do Will do blog In. Diferente.

Descrição
Nome: Jeniffer Yara
Idade: 16 indo para os 17
Aniversário:23/02.
Emprego: Não tenho =/
Estado Civil: Solteira
Onde vive (casa ou apartamento): Apartamento.
Irmãos: 4
Animais: Nenhum.
Fuma: Não.
Bebe: Não.

- Aparência -
Piercings: Não.
Tatuagens: Não.
Aparelho nos dentes: Não.
Roupas: Calça skinny, camisetas, t-shirts, tênis e sandálias rasteiras.
Cor dos olhos: castanho claro.
Cor do Cabelo: castanho claro.

- Favoritos -
Cor: Preto/ Branco/ Azul anil.
Número: 7
Animal: Cachorro,mesmo não tendo um,rs.
Flor: Rosas
Comida: Fast-food
Sabor de Sorvete: Chocolate sempre o/
Doce: Bolo floresta-negra.
Bebida Alcoólica: Nenhuma.
Tipo de música: Rock alternativo, Indie, Pop,mas muito pouco de pop.
Banda/artista: The Killers
Música: Sing – My Chemical Romance (mas isso sempre muda).
Livro: Diários do Vampiro.
Filme: Diário de uma paixão (mas isso sempre muda também).
Programa de TV: IT MTV
Melhor amigo: Jesus.
Dia da Semana: Sábado.
Esporte: Vôlei (apesar de não jogar nada)

- Vida Amorosa -
Não colocarei sobre vida amorosa,por que não tenho uma haushaus’

- Outros -
Sabe dirigir? Não
Tem carro/ moto? Não.
Fala outra língua? Não.
Coleciona algo? Cartões telefônicos, folhas de fichário,diários(os meus).
Fala sozinha? Sim, e é relaxante ás vezes. rs
Se arrepende de alguma coisa? Várias,mas sei que meus erros serviram para alguma coisa,então o aprendizado que levo é maior do que o arrependimento.
Religião: Não gosto de chamar de religião. Eu sou cristã,acredito em Deus.
Confia nas pessoas facilmente?Já confiei,mas hoje tô aprendendo á não mais confiar fácilmente.
Perdoa facilmente:Não.
Se dá bem com os teus pais? Na verdade não sei,acho que pra quem têm pais longe,sim,me dou bem sim.
Desejo antes de morrer: Viajar o mundo e escrever um livro.
Maior medo: De não ser eu mesma.
Maior fraqueza: Eu mesma sou instável aos meus sentimentos.
Toca algum instrumento? Não.

- Alguma vez... -
Escreveu alguma poesia? Sim.
Cantou em público? Sim,mas foi um público de duas pessoas,rs.
Fez alguma performance em palco?Não,seria uma vergonha.
Andou de Patins? Não,mas sempre quis.
Teve alguma experiência que quase morreu? Sim.
Sorriu sem razão? Sim,muitas vezes,quase sempre faço isso.
Riu tanto que chorou? Com meus amigos isso sempre acontece.
Como você está se sentindo hoje? Bem,eu acho.
O que te faz feliz? Minha fé, e as pessoas que eu amo e sei que me amam,e a vida,saber que está viva me faz bem.
Com que roupa está agora? Short e camiseta, tô em casa T_T
Cabelo? Curto e ondulado.
Brincos? Não.
Algo que você faça muito? Ser instável,e escrever,sobre quase tudo na minha vida.
Conhece alguém que faça aniversário no mesmo dia que você? Não
Está confortável com o teu peso? Sim.

- Acabe a frase -
Gostaria de ser... alguém especial na vida de alguém.
Eu desejo... não magoar as pessoas que amo.
Muitas pessoas não sabem... o que sou de verdade.
Eu sou... uma pessoa instável,sonhadora demais, que tenta viver da maneira que acho certo, e que tenta não magoar as pessoas,mas que não é perfeita,sou cheia de erros e defeitos e alguns deles eu tento combater,mas nem sempre dá certo.
O meu coração é... um misto de arrependimentos,aprendizados.Ele é instável,sincero até demais e muito,mas muito idealizador.


Ah não sei pra quem indicar,quer dizer,até sei,mas são muitos blogs,então recomendo á quem estiver afim de fazer o desafio,achei ele interessante para conhecer melhor os blogueiros,e uma parte do que eles gostam *.*

P.S: Coloquei a foto por que não consigo deixar de colocar uma em meus post's. rs

21 janeiro 2011

Sobre verdadeiros recomeços



Não se trata de amores não resolvidos, de paixonites não correspondidas ou de saudades de um amor ilusório, não mais. Trata-se de mim, do meu futuro, do que eu sou, do que eu tenho, do que eu posso ter, ou do que eu não posso ser. Estou sendo egoísta? Não, cansei de pensar nas outras pessoas, e não pensar em mim, cansei de ser alguém que pensei que estava sendo ‘um alguém para alguém’.
Não = cansei dessa palavra. Já chega dessa história de ‘mundinho fechado’, eu tenho um mundo para explorar, estou viva não estou? Posso fazer o que eu quero, o que acho certo, falar com aqueles que estou com vontade de falar, chega de subjetividade, chega de conversar entrelinhas, textos românticos direcionados á ninguém.
Cansei da minha rotina, eu quero crescer, não quero parar no tempo, me desesperar por pequenas coisas, fazer dos meus problemas uma tempestade num copo d água, sou jovem e saudável, posso lutar por meus objetivos ao invés de ficar parada reclamando. Tá certo que já fiz muito isso, e por isso não quero mais repetir o mesmo erro.
Posso perder uma batalha, mas não vou aceitar perder uma guerra. 

P.S 1: A parte de não escrever mais textos românticos direcionados á ninguém,foi um exagero. rs'


P.S 2: Fui indicada á receber muuuitos selos, mais muitos mesmo, e não dá pra divulgar todos eles e suas regras,então quero agradecer aos blogs que me recomendaram, são vocês que fazem meu blog crescer e eu junto com ele!

Fui indicada também á um desafio pelo Wil do blog In. diferente, o próximo post será o desafio respondido o/

18 janeiro 2011

Saudade



Ai eu queria um antídoto que me tirasse essa vontade de estar contigo sempre, de querer te mimar e cuidar de ti. Eu queria algo que substituisse o prazer que é estar contigo quando tu não estiver, só para eu ter dias menos tristes e solitários sem a tua presença. É incrível como a minha felicidade e bem-estar depende de ti agora, tudo está nas tuas mãos e tu me faz feliz. Mais incrível ainda foi a experiencia de ficar um dia inteiro sem falar contigo, incrivel - atípico - solitário - triste - apagado. Me sinto renovado, fora do comando, dependente da tua presença, já repeti isso de várias formas no texto, é que eu fico tentando buscar a maneira certa de expressar como é para mim ficar um dia sem ti, depois de já ter conhecido como ele é contigo, claro que eu não consigo explicar, não existem palavras que transmitem emoções,então nunca vou conseguir expressar, então vê se volta logo, tô sentindo a tua falta, não sei se consigo mais um dia sem ti, eu te amo.


P.S: É,esse texto não foi escrito por mim,e não é que estou sem inspiração para escrever algo,mas meu amigo escreve muito lindamente bem(?) e precisava postar o que ele escreve *.*

12 janeiro 2011

Existem coisas que não mudam.


É besteira não é? Doidera,ilusão,talvez mais uma armadilha do meu coração... Mais um momento que me vejo imaginando coisas,estipulando probabilidades de algumas coisas acontecerem,planejando dias e conversas,tudo dentro da minha cabeça,tudo ao decorrer de meu tempo sozinha e sem nada pra fazer.
Mais uma vez me vejo te imaginando, te desejando como imagino que seja, e te querendo,sem ao menos saber se te quero,e sem saber como você é de verdade.
Sou uma idiota. É,uma idiota infantil. Parece que não aprendi nada com os erros do passado. Aqui estou eu, de frente á possibilidade de estar apaixonada...

E torcendo para que essa probabilidade dê certo.
Não mudo mesmo.

Ao som de Jilted Lovers And Broken Hearts - Brandon Flowers.

10 janeiro 2011

Quando a solidão não é mais necessária.


Já cansei da solidão e da falta de confiança. Não é necessário mais eu ficar assim,trancada em meu quarto,refletindo sobre a vida,e planejando como será meus próximos dias.Por que os próximos dias chegaram,e eu preciso parar de planejar e sim,executar.Não preciso cometer os mesmos erros,até por que,não quero;e não sou mais a mesma para fazer isso. Eu mudei, minhas perspectivas também, meu modo de ver a vida,idem.Então,agora é só praticar o que acabei de escrever,e ver no que vai dar.

03 janeiro 2011

All I nedd


6 dias intensos,diferentes,e divertidos.6 dias e 5 noites que eu precisava,não,necessitava viver.
Precisei apenas de uma mochila nas costas,amigos ao lado,e a passagem de ônibus para a viagem de final e começo de ano,que me fez tão bem. Eu precisava rir,dormir sem me preocupar com o amanhã,ou com contas de matemática. Precisava da companhia daqueles que me compreendem,que me ajudam,e que me fazem rir até do que não é engraçado.
Pensei que isso não iria acontecer,existiram dias que não tive esperança que a diversão e a amizade existia;mas estava errada,ainda bem. Tenho poucas palavras agora para descrever meu bem-estar,então o que posso dizer? Estou bem,estou amando a vida.



P.S: Voltei do meu recesso,haha  Passei a virada do ano com os amigos,por isso viajei com eles e fiquei fora daqui. Bom,aqui estou eu de volta á minha casa,feliz e bronzeada da praia,rs.A imagem do post,é uma das fotos que tirei na viagem *.* E vocês? Me contem como está sendo esse começo de ano!
Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger| Personalizado por: Jeniffer Yara | Imagens do Header: Pinterest | Ícones de gadgets/categorias: Freepik | Uso pessoal • voltar ao topo