23 dezembro 2010

O que você leva de 2010?



Esse ano que se vai se resume para mim em uma palavra: Aprendizado. Em apenas um ano eu aprendi pelo menos uma parte de como é a vida real; não que eu tenha vivido ilusões nos anos anteriores, mas nesse ano eu acordei para vida. Nesse ano eu soube que não é tão fácil passar para uma faculdade pública, nem fazer uma particular, eu aprendi á sacrificar coisas em prol de um desejo maior, colocar esses desejos e deveres em prioridade na minha lista de afazeres, aprendi á não confiar em todo mundo, e infelizmente, á estar preparada para me decepcionar com as pessoas.
Desse ano, eu levo a lição de ter que lidar com as diferenças, de ter a consciência de ajudar á quem você ama, e não cobrar sempre dessas pessoas aquilo que você acha que merece. Eu também levo comigo amizades que pretendo nunca esquecer, momentos singelos que significam tudo, risadas e brincadeiras que vão ficar na memória e pessoas, aquelas que não me decepcionaram e conquistaram minha confiança.
Desse ano, posso dizer que levo amadurecimento, dias de sacrifício que eu sei que serão recompensados, lembranças de amizades inesquecíveis, carinho daqueles que amo, alguns erros e decepções já previstos, momentos de solidão que não foram tão ruins, novas amizades que me surpreenderam, tardes com os amigos que vou querer repetir muitas vezes ainda, e principalmente, desse ano levo o desejo de viver mais e melhor ano que vêm.

E você o que leva de 2010?
 
P.S: Já estou de férias, já acabei meu ensino médio, e estou nervosa para o ano que vêm,onde tudo se resolve, mas vou relaxar nesse final de ano, aproveitar minhas férias(merecidas por sinal),e eu volto ano que vêm para ver as novidades que vocês têm á contar!


Que Deus abençõe á todos nesse novo ano que está vindo.

22 dezembro 2010

Para: meu amigo oculto



Ela se resume em palavras em arte. Têm a arte de amar, e o dom de escrever esse amor. Não a conheço realmente, mas sinto em suas singelas palavras que seu coração é bom, e que sua vida se resume nas coisas boas que acredito serem boas: Amor, livros bons, amizades e a escrita.
Ela só quer paz, só quer realizar seus desejos, encontrar seus amores, e escrever seus sentimentos. Ela conseguirá. E ainda acarretará vários aprendizados, várias lições, várias lembranças e momentos bons e até ruins.
“Em busca do caminho certo, em um mundo incerto.”

P.S: Hey galera,esse texto foi feito para minha amiga oculta Luzia Medeiros do Palavras e Arte, o amigo oculto ocorreu no blog O mundo sob meu olhar. Espero que a Luzia goste *-*
Ah ainda têm post especial de final de ano,aguardem.

15 dezembro 2010

Se o mundo acabar hoje,você foi feliz?



Lendo um post novo em um blog, a última frase se tornou pertinente em minha mente: ”E se o mundo acabar hoje, você foi feliz?”
Eu respondi sinceramente em meu comentário, disse que existiram momentos bons que guardarei em meu coração por muito tempo, mas também que existem dias, em que eu mesma faço deles dias ruins, então não sei se estou totalmente satisfeita com minha vida. E eis que a pergunta pertinente volta á mente: ”Se o mundo acabar hoje, você foi feliz?”
Eu realmente não sei, por que o que fiz em toda a minha vida, não se resume em eu ser ou estar feliz ou não. Tive as quedas e derrapagens que me fizeram feridas, mas que hoje já cicatrizaram e fazem parte do acervo de aprendizados que guardo, mas também tive momentos divertidos, amigos inesquecíveis, pessoas que me fizeram amar e que me amaram e amam até hoje. Então concluo, se o mundo acabar hoje, talvez eu vá consciente de que vivi o que quis viver, e as coisas ruins que vivi, não foram de total ruins, pois serviram para o meu amadurecimento. Mas eis a pergunta que formulo, depois de toda essa reflexão: Já que o mundo não acabou, o que você irá fazer para continuar feliz?

P.S: O blog a qual têm a frase do post é o A sombra do vento!,recomendo muito ele. 
Ah só um aviso,tinha tirado a página de blogs parceiros,mas agora ela já está de volta,quem quiser trocar parcerias é só entrar em contado comigo *.*

11 dezembro 2010

Auto-conversa


"Em um dia qualquer,trancada em meu mundo feito de quatro paredes(as do meu quarto),tive uma auto-conversa,e eis o assunto da vez:"
É,eu sei.Que tédio mesmo.
Está um saco isso;por que na verdade não temos motivos para ter tédio;mais mesmo assim sentimos ele.
Será por nossa causa mesmo,ou pelas pessoas que nos fazem sentir mal?
Ah sim,as pessoas me fazem ficar com tédio.
Como?
Com suas mesmas histórias insignificantes de sempre.
É,é quase sempre a mesma coisa: brigas,falsidades,mentiras e desilusões amorosas.E sabe por quê me cansa?
Por que todos sabem que todo o sentimento ruím vai passar,mas mesmo assim eles se martirizam com os tais "problemas".Isso me cansa sabe,eu já falei isso?
É eu sei, não sou a única que se cansou disso,mas são poucas as pessoas que falam sobre isso,você não concorda?
Sim,sim! Elas ao invés de questionarem seus "problemas",simplesmente reclamam e levam-os consigo por um bom tempo,até um dia,quem sabe,perceberem que não eram problemas tão graves assim. (Cara de tédio)
Ah sim,eu também nem entro mais nas conversas sobre isso,mais é difícil não ouvir,quando se têm um mundo inteiro buzinando sobre seus problemas em meus ouvidos...

Inclusive eu mesma.

***
Um post meio louco eu sei,mas espero que entendam a mensagem do texto.
Tirei um tempinho nesse final de semana pra vir aqui, ganhei o sorteio de um layut no blog da Ju,e aqui está um lindo e meigo novo visual para meu cantinho,gostaram?
Meu tempo continua curto,as provas e mais provas serão nessa semana que entra,mas já estou na reta final,e é isso o que importa (mesmo estando já com saudades dos amigos).
Enfim,vejo vocês daqui há alguns dias.

02 dezembro 2010

Diferente visão


Me perco nos paradigmas da vida e não me culpe por isso...
Eu estou perdido na beleza
De tudo que eu vejo
O mundo não é tão mau
Como o pintam pra ser
Se todos os filhos
Se todas as filhas
Parassem para compreender isso
Bem, esperançosamente, o ódio diminuíria e o amor poderia começar
Isso pode começar agora..
Bem, talvez, eu esteja apenas sonhando alto...
One Republic - Come Home
P.S: Estou super sem tempo mais pra cá,tenho Feira Cultural,provas do final de ano e mais provas de vestibulares,aviso quando voltar de vez aqui. Obrigado novamente á todos que acompanham o blog e meus textos,os comentários e visitas de vocês são super importantes para mim.

01 dezembro 2010

Os Sete

 
A Elania do blog Cheia de Uma Atitude Inesperada me indicou o desafio dos 7:

7 Coisas que tenho que fazer antes de morrer:
> Escrever e publicar um livro
> Viajar á Paris
> Me formar em Arquitetura ou Moda
> Casar/ Ter uma família
> Ir á algum show de uma das bandas que eu goste
> Conhecer o Brasil
> Dirigir

7 Coisas que mais digo:
> Que horror!
> Meu Deus!
> Aff
> Tipo
> Fala sério
> Aff que droga
> Hum

7 Coisas que faço bem:
> Organizar ( Sou perfeccionista,rs)
> Escrever ( eu acho)
> Dormir com som alto (Não sei,mas desde pequena eu consigo dormir com som alto,rs)
> Tirar fotos ( dos outros,e não de mim,rs)
> Analogias (Faço bem,rs)

7 Defeitos meus:
> Perfeccionista
> Bipolar
>Ansiosa (fico histérica por causa disso ás vezes)
> Impulsiva ás vezes
> Anti-social ( ás vezes também)
> Tímida ( Mas as pessoas acham que sou antipática por isso --')
> Teimosa

7 Coisas que amo:
> Deus
> Minha família
> Internet
> Pessoas que me fazem bem
> Escrever
> Ver filmes
> Fast-food

7  Qualidades:
> Perfeccionista (Considero tanto um defeito quanto uma qualidade)
> Fiel
> Afetuosa (Nos dias de hoje eu até considero isso como um defeito,mas tudo bem)
> Romântica ( Isso pode ser uma qualidade?)
> Esforçada
> Ás vezes altruísta (Eu disse ás vezes)
> Criativa

7 Pessoas para fazer o jogo dos sete:
Lara Oliveira
A sombra do vento..!
Lys Fernanda
Marcos de Sousa
Tray
Marie Raya
Tay

 E ainda recebi mais dois selinhos dos blogs Fractions From My Life e Silêncio Infinito:

28 novembro 2010

Guerra ao terror


Vamos invadir os corações enganosos e mentirosos e arrancar a droga da falta de amor e consideração que há.
Precisamos acabar com o tráfico do preconceito e discriminação que existem nesses favelosos corações.
Vamos, juntem todos para essa guerra e só assim acabaremos com esse terror da corrupção,da falta de humanidade e amor que os traficantes de ódio comerciam pelo nosso país e pelo mundo.
Mas não coloque a culpa de todo esse terror apenas nos traficantes e aliados deles,todos temos uma parcela de culpa no que está acontecendo,nessa guerra que agora explode em nossas televisões,revistas e jornais.
A sua escolha em cegar-se á falta de educação,ao respeito aos direitos humanos e á criação de uma camada social marginalizada também têm culpa. Não pense que por ficar em cima do muro você não está dentro da grande parcela culpada por todo esse caos que estamos vivendo.
Mas ainda dá tempo de rever seus conceitos,de parar com as críticas e julgamentos e pensar bem no que falar e no que fazer.
Você têm escolhas. Dessa vez,decida fazer o certo.

#PaznoRio #PaznoMundo

***
Ah,recebi um selo do blog O mundo sob meu Olhar *.* 

As regras são:
1º Repassar o selo para 10 blogs (ahh difícil,então dedico á todos que o quiserem)
2º Avisar a cada blogueiro
3º Falar 10 coisas sobre você

10 coisas sobre mim:
1. Sou bipolar(tripolar se possível)
2. Choro toda vez que vejo algum filme bom
3. Amo moda
4. Sonho em ir para Paris e depois viajar pelo mundo
5. Amo escrever
6. Sou caseira
7. Sou ciumenta
8. Tenho um diário
9. Meus sonhos mechem comigo
10. Não acredito em destino,sorte e supertições

P.S: Ainda tenho que fazer um desafio que há muito tempo me indicaram,talvez no próximo post eu escreva ele.

24 novembro 2010

Em busca do verdadeiro.



Mandaram-me socializar-me, eu até tentei; só que me mandaram de volta ao mundo de onde vim, e aqui estou eu, não sabendo se tento outra vez conseguir amigos verdadeiros e algo que possa ser inesquecível em minha vida e que por mais que eu percao que consegui, me traga lembranças que me farão suspirar; ou se continuo em meu mundo fechado.
Confesso que até me desestimula toda essa hipocrisia e subestimação de valores correntes hoje na maioria das pessoas, esse foi um dos fatores que me fez fechar-me em um mundo só meu, mas a solidão é algo que se muito presente, se torna um incômodo, então lá vou eu novamente, tentar obter uma amizade verdadeira, um alguém com um amor verdadeiro, uma história inesquecível e lembranças que irão fazer-me suspirar um dia quando estiver com a pele enrugada e os ossos cansados.

19 novembro 2010

Medo de sonhar(demais)


Por mais sonhadora que seja e por mais que meus sonhos sejam tão perfeitos e encantadores,não quero viver em algo que não existe,e me perder da realidade.
Mas eis que surge a pergunta,qual seria essa realidade?

Inspiração no filme A Origem.

***
E eu sempre com minhas inspirações dos filmes que vejo,rs
Recomendo para quem não viu o filme,é muito bom mesmo,por mais que você demore um tempo á entender.
Quero dar ás boas vindas aos novos seguidores que já faz tempo que estão por aí,e á todos que acompanham o blog,fazendo ele crescer cada dia mais.

16 novembro 2010

Garoto do ônibus.




Ele não parava de se mexer na cadeira do ônibus. E eu nem sei por que estava reparando nisso, só o vi uma vez e tinha o achado estranho em sua forma de falar com seus amigos. Não sei por que agora estou olhando e tentando desvendar o jeito daquele garoto estranho. Reparei que ele me olhou quando subi no ônibus,mas isso concerteza não significava nada, mas agora eu pensava no que ele poderia estar pensando na hora em que me olhou,ou nas horas em que entravam outras garotas. Talvez ele estivesse pensando por alguns segundos em mim, ou talvez estivesse pensando em outra coisa; mas o fato é: por que EU estava pensando nisso?
Talvez eu não tivesse nada para pensar e resolvi reparar no garoto estranho sentado á minha frente, talvez eu estivesse querendo preencher minha cabeça com pensamentos bobos e resolvi pensar no jeito daquele garoto, ou talvez eu simplesmente estivesse querendo um alguém para pensar.


12 novembro 2010

Paranóia.


Ei,pare com essa conversa.Cansei de ouvir você falando sobre essas tais responsabilidades,você precisa de um descanso,aliviar sua mente,esvaziar sua cabeça,nem que seja  por algumas horas.
Vá,saia de casa,caminhe por algumas ruas,inspire o ar que está te rodeando,expire a leveza de um instante em paz e sem preocupações.Você sabe que não precisa de toda essa histeria,você não está sozinha nessa,e a única coisa pior que pode acontecer é o erro,e o recomeço da tentativa de dar certo dessa vez.
Vamos! Páre de tentar achar motivos para continuar assim.Você está afastando as pessoas com isso,até você mesma confessa que está enjoada de toda essa fase conturbada.
Você decide se irá continuar assim,ou se irá mudar de atitude e ir atrás do equilíbrio entre seus deveres e sua diversão,e sabe que se fizer isso,conseguirá obtê-lo.Então vamos,novamente estou te chamando para sair desse lugar conturbado para nos divertimos e descansarmos nesse dia,só você pode tomar a atitude de parar com essa paranóia.

P.S: Desculpem-me a demora para postar,sinceramente não me veio nada pra escrever aqui. Espero que vocês entendam o post.

03 novembro 2010

Coisas inevitáveis


Existem coisas que não dá pra evitar,estou á alguns dias de uma coisa que pode mudar meu futuro,e até meu presente também,e é inevitável estar ansiosa,nervosa e amedrontada com todas as coisas que não conheço e que não sou acostumada á ter ou viver.
Sou ser humano,tenho meus medos e anseios em querer concretizar meus sonhos,e a decepção de não conseguir o que quero,me deixa assim,vulnerável ás sensações obscuras.
Tá certo que me superei,em meses fiz coisas que não pensaria em fazer,amadureci (eu acho) em aprender com os erros e tropeços e aprendi á levantar quando caía sobre os obstáculos que a vida me deu. E é,estou me descobrindo e me achando aos poucos,mas existem coisas que não mudam,sentimentos puros,que justamente por serem puros,eles não nos deixam,e espero que nunca me deixem;confesso que ter sentimentos como o medo e dúvidas são bons,por que nos fazem querer evoluir,solucionar questões e aprender algo na vida.
Portanto,existem coisas que não dá pra evitar,e existem sensações que não dá pra evitar por tais coisas inevitáveis,entende?


***
P.S: Voltei rápido á postar,queria fazer uma última postagem antes das provas dos vestibulares,por que minha inspiração nesse texto foi justamente por causa disso,rs
Ah espero voltar das provas feliz e satisfeita comigo,e desejo boas provas aos que também irão fazer Enem e os vestibulares das faculdades de suas cidades.
Beijos á todos.

01 novembro 2010

Breves contradições

Neste exato momento me questiono. Me sinto idiota às vezes,e lembrando de algumas atitudes minhas,me envergonho. E por isso me questiono,minhas atitudes,são contraditórias,mas são verdadeiras,eu penso.
Só que atitudes minhas e dos outros também fazem-me pensar na vida,questioná-la e tentar entender as loucuras existentes nela.

No final,desisto. São tantas contradições,hipocrisia,futilidades,loucas idealizações,que me fazem ter medo de enlouquecer em tentar compreender.
Talvez a vida não seja feita para ser compreendida e sim vivida.





Pena que meu cérebro não aceite isso.



P.S: A falta de imagem é por que estou postando do celular,estou sem tempo pra vir aqui,Enem é no final dessa semana,e estou mudando de casa também. Oh God,mudanças me cansam! Rs

26 outubro 2010

Uma mente brilhante


"O que é mesmo lógica?
Quem decide o que é racional?
...
É somente nas misteriosas equações do amor
que alguma lógica real pode ser econtrada"

Eu sempre acabo tirando uma lição de vida dos filmes que vejo,e acabo me envolvendo também no enredo e me identificando com os personagens.E fazendo analogias,tiro algumas dúvidas,descubro sentimentos,reflito sobre as mensagens que querem transmitir no enredo do filme.Pode parecer estranho,por que é estranho eu me influenciar tanto assim com coisas que vejo,ouço ou leio;mas existem 'detalhes da vida' que fazem tanta diferença...

P.S: O filme é Uma mente brilhante,ele é sobre a história real de John Nash,um grande matemático que lutou contra a esquizofrenia sem ajuda de remédios.Ele teve grandes conquistas,e de acordo com o filme,toda sua superação se deve ao amor por sua mulher Alicia.
Ah o post anterior,infelizmente,não foi dedicado á nenhum moço bonito,rs.

22 outubro 2010

Moço bonito


Moço bonito,não se esconda nessa sua armadura de ferro,ela simplesmente não lhe cai bem,por mais que engane os outros.
Eu sei que está ferido,mas não há nada de errado em demonstrar sentimentos e ser gentil,por mais que essas atitudes hoje não sejam mais levadas á sério.Eu sei,é difícil se entregar ao coração,ele ás vezes nos traz armadilhas,não pense que já não caí em uma delas,mas seja sensato,sua frieza e seu sarcasmo também não te levarão á nada,ou se levarão,levarão á solidão.
Moço bonito,venha até á mim,conte-me sobre o seu dia,poderemos compartilhar nossas experiências e até fraquezas,não há nada de errado em amar.

P.S:Obrigado á todos os elogios que recebi em meu post da tentativa de narração,rs O carinho e apoio de vocês é algo sem preço! *-*

18 outubro 2010

Eu mudei,e não foi por você.


- Ei,precisamos conversar. Ele a chamou de longe.
- Não,não precisamos. Ela tentou fugir,mas ele a segurou pelo braço.
- Você mudou tanto! Isso por acaso têm á ver com o que vivemos? Ele perguntou.
- Não,é claro que não.Por que essa pergunta agora? Sem graça e meio sem jeito ela indagou.
- Ah,sabe como é,tivemos uma história juntos,significou alguma coisa pra você concerteza,como significou pra mim - Ele a encarou com seus olhos semi-cerrados,a cara indagando a reação da menina.
- É claro que significou, eu caí em uma cilada,não segui minha intuição que dizia para não me envolver com você e me ferrei.É,me ferrei,por que você não passa de um idiota,falso e mentiroso.O que tivemos significou sim,foi um dos meus maiores erros,e só serviu pra uma coisa - Com a face avermelhada e as mãos tremendo pelo nervosismo,o encarou,esperando sua pergunta.
- Então? Não vai me dizer pra quê te serviu?
- Serviu pra minha mudança,você foi o soco na cara que eu precisava pra despertar da ilusão que tava tendo,você foi a cilada que eu caí,o erro que cometi para aprender á crescer e colocar os pés no chão. Fora isso,você só faz parte de lembranças que quero esquecer - Ela estava firme de si,mas seu nervosismo estava evidente em sua face.
- Se isso fosse verdade eu não te afetaria tanto quanto estou te afetando,suas mãos ainda tremem quando estão perto de mim,e você ainda fica nervosa quando me vê. Ele sempre conseguia a deixar de mãos atadas!
- Mesmo que isso seja verdade,o que não é,hoje eu sei quem você é,sei quem você é debaixo de toda essa capa de moço bondoso.Eu mudei,e até você que nunca foi de perceber meus detalhes,percebeu.Então,já conversamos o que tínhamos que conversar,isso é tudo que precisava falar.

Ela saiu andando daquele lugar,assustada com sua tranquilidade.Naquela hora,ela soube que ele não a afetava mais,e que os vestígios do que viveram já não a atormentam mais,por que ela mudou,e não foi por ele,ela mudou por que precisava mudar.

P.S: História real-fictícia,rs Só tentei nesse post fazer um texto com discurso direto,uma coisa que não faço muito,não sei se ficou bom,por que não sou boa na narração,mas espero que entendam.

12 outubro 2010

Dream a little dream of me.


Nos momentos mais improváveis ou tediosos,acabo devaneando em meus sonhos,e idealizo e planejo vários deles;com isso pego a fama de garota sonhadora,sonhadora até demais.
Mas ouço e vejo várias pessoas,em vários lugares,dizendo para não desistirmos de nossos sonhos,e isso deve ter algum fundamento verdadeiro.
Então,
sonhe o seu mais lindo sonho,
eternize ele em seus pensamentos,
sonhe um pequeno sonho comigo,
não há nada de errado em sonhar o mais lindo sonho,
e não há nada de errado em demonstrar que é um sonhador,
um eterno sonhador...
Estrelas brilhando acima de você
As brisas da noite parecem sussurrar "Eu te amo"
Pássaros cantando no plátano
Sonhe um pequeno sonho comigo

Diga boa noite e beije-me
Apenas abrace-me apertado e diga que sentirá minha falta
Enquanto eu estou só e triste
Sonhe um pequeno sonho comigo
 
Doces sonhos até os raios de sol te encontrar
Doces sonhos que deixam todas as preocupações para trás
Mas em seus sonhos, quaisquer que eles sejam,
Sonhe um pequeno sonho comigo..."
Dream a little dream of me - The Mamas and The Papas

P.S: Inspiração em Glee.

09 outubro 2010

Não tô afim.


Sou uma romântica desde quando me entendo por gente,amo conto de fadas,filmes de comédia romântica,best-seller's como Crepúsculo,e até ouço de vez em quando Taylor Swift. Mas hoje não é hora para viver um romance,confessamos que viver um romance hoje em dia é coisa rara de se ter,viver ou ver.O amor se tornou algo banal,como dizer eu te amo,como se fosse bom dia.
É comum você vê ratos ou super-ratos,mas é difícil ver algum 'príncipe',escondido de baixo da capa de um homem comum do século XXI,e não é que eu tenha medo de me entregar á um sentimento forte,é que não acho que seja a hora certa,por que quando for,eu irei saber, não? E também não estou desacretidando no amor.
Então é isso,nada de romaces por enquanto,nada de dramas pessoais,arrependimentos,idéias para colocar em prática... Preciso ter foco,nas outras coisas que também são importantes para mim,e concerteza devem ser para vocês que me lêem,como família,estudos,etc.
Então está decidido,que os romances fiquem nos livros que leio,nos filmes que vejo,nos sonhos que tenho e nada mais.







P.S: Será mesmo que isso pode durar?

05 outubro 2010

Mãe!Quero ser artista!

Não adianta negar.
Sou péssima nos cálculos,odeio matemática e física,e amo literatura e arte da história.
Está aqui,dentro de mim,correndo pelas minhas veias,a arte prevalece,de todas as formas possíveis,até num simples texto tentanto expressar meus sentimentos.
E em toda a minha vida tive pistas dessa descoberta,só não dei muita atenção.Até hoje,até finalmente admitir que sou boa nisso,na arte de escrever,de pintar,desenhar,esculpir,decorar;na arte de me expressar.
E é isso,não quero ser engenheira,nem médica,nem advogada,quero ser artista!


P.S: O texto têm á ver com minha vontade de expressar arte por aí,não que eu venha á seguir carreira na Arte,por mais que seja lindo trabalhar com arte *-*

30 setembro 2010

Solstício


No solstício de verão,quero te encontrar.
E como nos livros,iremos viver uma linda história juntos.Você pode não acreditar,mas a luz sempre vencerá a escuridão,e não falo isso por que leio muitos livros de romance,você verá,verá no solstício,e eu irei te provar que tudo que contam nas histórias com finais felizes,é verdade.Não espere,esperar nunca dá certo,apenas lembre-se de mim,lembre da minha prova,quando o solstício de verão chegar...

P.S:Um pouco de magia e esperança não é nada demais...

25 setembro 2010

Fase contraditória.

Não tenho certeza de mais nada,como sempre ando com minhas dúvidas,questionamentos,devaneios e sonhos,não me sinto bem totalmente,mesmo estando em ótimas condições de vida;me sentir insatisfeita me faz insatisfeita,e isso é complexo,eu sei.
Difícil entender uma mente confusa,que talvez esteja passando por uma fase de transição e que está tentanto se expressar com palavras que na verdade não expressam quase nada daquilo que realmente sente.Talvez não seja para ser entendido,e sim vivido,talvez essa fase seja particular demais para se expressar,e os sentimentos estejam se escondendo em palavras erradas.Talvez eu esteja me enganando,talvez,talvez...Viu?Já estou com as tais dúvidas;estou mesmo é cansada disso.
No final de tudo,nada muda,é contraditório,pois já que estou passando por uma fase de transição,alguma coisa deveria mudar,mas não,talvez os dias,o clima,as pessoas mudem,mas aqui dentro,estranhamente continua sendo o mesmo: o coração sempre com seus devaneios mais utópicos possíveis, a mente sempre tentando organizar os deveres que precisa cumprir e as coisas que precisa lembrar, e o corpo sempre tentando sobreviver ás dificudades que enfrenta.
No final,nada mudou.

18 setembro 2010

Ir para o campo.


Me sinto no auge do Arcadismo.
A sensação que tenho dentro de mim me faz querer sair daonde estou e fugir,
ir para longe daqui e sumir...
É...sumir...ir para o campo,para as plantações de margaridas,e ficar ali,
deitada,olhando o céu azul acima de mim, admirando os passáros com suas cantorias e o verde da floresta,
Longe de toda essa sujeira da cidade, esquecendo toda discriminação e injustiças desse mundo.
Posso estar devaneando, podem dizer que estou começando á ficar alienada e fora de minha lucidez,
mas quem não deseja, pelo menos um pouquinho de paz em sua vida?

11 setembro 2010

Reação


Não,eu ainda tenho sentimentos,e ainda penso nas coisas e pessoas que me fazem bem.
Mas entenda,tenho minhas razões para ás vezes demonstrar algo que não sou normalmente.E se sou cruel agora,me desculpe, é a reação natural do meu eu á tudo que presencio.

07 setembro 2010

Dear Diary...

Não irei falar sobre meu dia,e não,não irei falar das decepções,ou mudanças,ou de novos desejos meus.Muito menos sobre as outras pessoas,o mundo e o que penso sobre tudo isso.
Não se preocupe,estou bem,mas esses assuntos são frequentes em minha vida,em meus pensamentos,em meu dia-a-dia;tanto que enjoei deles e falar sobre tudo isso se tornou clichê para mim.
Na verdade não sei o que vim escrever aqui,você sempre me aturou nos meus mais dificeis dias,descobrindo os meus mais mórbidos segredos e arrependimentos e até minhas inesquecíveis alegrias...Mas hoje não quero escrever.Simplesmente por que não saber sobre o quê... Posso estar maluca,você sabe que escrevendo fui mais eu mesma,do que falando;mas hoje é diferente.Não há sobre o que escrever,e também não há motivação dentro de mim para isso.Não,não irei deixar de vir aqui e escrever para você, eu só...
Sinto que devo viver mais um pouco,para poder escrever de novo as palavras verdadeiras que não encontro mais em mim.

***

Nem demorei muito á atualizar,isso por causa do feriado!rs'
Gostei muito de todos terem aprovado a mudança no blog,talvez ocorra uma outra mudança(novamente) em relação ao layout dele,mas o importante é ter vocês sempre aqui,com ou sem mudanças,rs
Espero 'vê-los' logo.
Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger| Personalizado por: Jeniffer Yara | Imagens do Header: Pinterest | Ícones de gadgets/categorias: Freepik | Uso pessoal • voltar ao topo