Destaques

17 maio 2021

Circo dos horrores: autora paraense vence concurso e tem conto selecionado

Beatriz Chaves Messias vence concurso literário e tem conto selecionado para livro 


Obra conta com participação de diversos autores nacionais. Editora realiza financiamento coletivo para que livro tenha uma versão física. 


A estudante de Letras da Universidade Federal do Pará e escritora de Belém (PA), Beatriz Chaves Messias, ou simplesmente Bia Chaves, foi uma entre os vencedores do concurso literário “Circo dos Horrores” promovido pela Psiu Editora, que reúne contos de terror que tem como fundo o ambiente circense. “Foi minha primeira antologia de contos com a Psiu, e a primeira a trabalhar o gênero terror. Fiquei muito feliz com a aprovação e honrada em fazer parte tanto do projeto quanto do grupo dos autores da editora, que tem uma proposta inclusive, jovem e muito pertinente”, comenta. O conto de Beatriz, intitulado “Visão e o espelho”, conta sobre o protagonista Joel, um homem que exerce o ofício de faxineiro num Circo, mas ignora que o lugar esconde um tenebroso segredo. Mas esse é apenas um dentre muitos contos aterrorizantes que integram a antologia. Além de participar de “Circo dos Horrores”, Beatriz também está confirmada em três outros projetos da Psiu, as antologias de contos “3021” e “Além dessa Vida”, e a antologia poética “Simplesmente, Elas”. Também teve crônicas aprovadas em duas antologias poéticas da Editora Pé de Jambo, e uma crônica no projeto literário “Crônicas Paraenses”, organizado pela Professora Jeniffer Yara, numa iniciativa aprovada pela lei Aldir Blanc. E fora os projetos coletivos, a autora também publicou seu primeiro livro solo em 2020, intitulado “Encontros”, pela Editora Caseira, que conta com minicontos ilustrados por quatro artistas paraenses: Ana Lúcia dos Santos Ribeiro, Dávison Queiroz, Gabriel Conceição Sousa e Roberto Moreira Noronha Reinno. E de volta à antologia: “O ambiente do circo tem uma magia encantadora para muitas pessoas e na antologia ‘Circo dos Horrores’ temos a intenção de desconstruir essa relação infantil e lúdica do circo, com situações pavorosas. Escolhi os contos a dedo, apenas os melhores, e esse livro é um pro cheio para os amantes do terror”, comenta Kimberly Trindade, escritora e organizadora da antologia. 


FINANCIAMENTO COLETIVO 

Para que haja uma versão impressa do livro “Circo dos Horrores” a Psiu Editora, em parceria com os autores, estão realizando um financiamento coletivo, também conhecido como vaquinha virtual, com valor de começar a partir de R$ 15. “´É importante que a literatura nacional, jovem e independente seja difundida e valorizada, em especial no gênero terror, ainda muito subestimado atualmente”, finaliza Beatriz. O financiamento coletivo pode receber apoios até o dia 26 de maio de 2021. Para saber mais sobre segue o link: https://www.catarse.me/circodoshorrores

02 abril 2021

10 Quadrinhos, Mangás e Graphic Novels para conhecer

Quem nunca quis se aventurar em novas leituras, de outros formatos que não os tradicionais, mas não sabia por onde iniciar? É pensando em oferecer sugestões de leitura (entre outros produtos) a partir da leitura e opinião de criadores de conteúdo que a mybest Brasil divulga a recomendação de obras e autores ao seu público. Assim, fui convidada pelo site a escrever um pouco sobre meu quadrinho favorito, e o escolhido não poderia ser diferente: Persépolis, de Marjane Sartrapi.

A história é autobiográfica sobre a vida da autora franco-iraniana e traz uma narrativa recheada de assuntos importantes e temas relevantes ocorridos no Irã e com a própria autora, em um processo de autodescoberta e aceitação.

Junto a minha recomendação ainda tem mais nove indicações de outros quadrinhos/Hq's/mangás e graphic novels que você pode conferir no site da mybest Brasil. Tá incrível e já inseri vários em minha lista de desejados!

Essa ação foi patrocinada pela mybest Brasil.

20 janeiro 2021

Resenha - Milênio


Título:
Milênio

Autora: Bruna Guerreiro

Onde comprar: Amazon

Sinopse: Fabiana e Cássio conheceram-se vinte anos atrás, em 1999. Fabiana e Cássio estão prestes a se encontrar, em 2019. Dentro de poucos minutos. Pela primeira vez. E este é o pior dia da vida dele. Vinte anos atrás, em silêncio e sem alarde, nascera entre os dois aquele amor indevido. Empurrara a terra sobre si para brotar, forte, impositivo, inevitável. A separação tinha sido necessária, a única coisa certa a fazer para que não se afogassem em mentiras e erros. Podaram-se os galhos. As flores feneceram. Mas as raízes, ocultas, ficaram dormentes sob o chão. Vinte anos depois, a vida e a morte se encontram numa encruzilhada do destino de Cássio e Fabiana. A partir desse momento, como anzóis lançados em águas fundas e turvas, os flashbacks capturam e resgatam as memórias desse sentimento, trazendo tudo à tona outra vez. 


Fabiana e Cassio se conheceram em uma sala de bate-papo na internet, lá em 1999, e da amizade inesperada, surgiu uma paixão avassaladora. E proibida. Cassio era casado, deixando isso claro desde o início, porém, quem comanda o coração, em tempos de apaixonamento, se não nosso próprio desejo em continuar em contato com nossa paixão? Porém, depois de sua separação e longos vinte anos, os dois estão prestes a se encontrar.


A narrativa de Bruna Guerreiro prende o leitor do início ao fim. Além de sua escrita impecável, narra uma história de amor, proibido, mas muito bem desenvolvida e tão bem contada que quase não nos damos conta de se tratar de uma traição. Sim, Cassio se apaixona perdidamente por Fabiana e troca mensagens com ela por um longo período, mesmo estando casado, mesmo amando sua esposa. E esse é um dos pontos da narrativa interessantes de serem refletidos: há possibilidade de amar duas pessoas igualmente? Ou, há possibilidade de amar duas pessoas, de maneira distinta, mas ainda assim ser amor? Se ninguém é perfeito, como lidar com a quebra da moralidade e ética em um relacionamento a dois? É o que a autora nos faz pensar em sua narrativa pra lá de apaixonante e emocionante.


Cassio não deixa de ser o mocinho da trama, pois mesmo traindo a confiança de uma relação monogâmica como a que tinha, tenta não cair na tentação do contato físico com Fabiana, pois sabe que, a partir disso, a história entre dois já seria outra. E é difícil não pensar em como isso pode soar conivente com a traição masculina tão presenciada, desde sempre, mas lembremos que também Fabiana se apaixonou, aceitou a condição e fez escolhas, ponderadas e baseadas pelos seus sentimentos, mas nunca deixando de ter autonomia sobre suas decisões.

Não pensem que foi fácil... Fabiana sempre foi muito admirada e respeitada por Cassio, mesmo com muitas inseguranças sobre si. A jovem também não deixa de comportar-se de forma a ultrapassar os limites estabelecidos na relação em que se envolveu, mas não se pode negar o quão torturante deve ser apaixonar-se perdidamente por alguém e não poder tê-lo nos braços. E essa dor pode ser sentida pelo leitor, pois há toda uma empatia construída sobre os dois, sobre o que sentem, sobre suas conversas e segredos compartilhados.


Ao longo da trama, em um vai e vem temporal entre 1999 e 2019, vamos conhecendo melhor Cassio e Fabiana, de maneira individual e na relação entre os dois. Não há como negar as semelhanças e a 'química' envolvente entre duas pessoas diferentes, mas que poderiam ser destinados um ao outro, pelo amor. E mesmo em um relacionamento a distância, ocorrido há 20 anos, o entendimento, a compreensão, o afeto é latente. 


Sabemos que os dois irão se (re)encontrar nos anos 2000 (sim, encontrar, pois nunca se conheceram pessoalmente), mas como irá acontecer e de que forma os dois irão se comportar são as dúvidas que pairam na trama. A expectativa para o encontro é angustiante, pois é grandiosa, e confesso que me senti como uma mocinha de 15 anos, com borboletas no estômago, durante as cenas entre os dois. Como escrito anteriormente, é uma trama que prende o leitor, principalmente se você já gostar muito de romances românticos. A vontade de escrever sobre o final é tentadora, mas vou deixar para a imaginação e desejo de quem lê esta resenha em buscar saber mais.


O livro está em formato e-book, disponível na Amazon, e não há erros a serem apontados. Ainda possui uma trilha sonora perfeita em várias partes, para se ouvir e se deleitar junto às cenas lidas (e são músicas perfeitas para os momentos descritos). Recomendo fortemente aos românticos apaixonados ou aos que desejam se aventurar em um romance romântico profundo. Milênio é de tirar o fôlego.

@blogmeuoutrolado

© Meu Outro Lado – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in