Destaques

20 janeiro 2021

Resenha - Milênio


Título:
Milênio

Autora: Bruna Guerreiro

Onde comprar: Amazon

Sinopse: Fabiana e Cássio conheceram-se vinte anos atrás, em 1999. Fabiana e Cássio estão prestes a se encontrar, em 2019. Dentro de poucos minutos. Pela primeira vez. E este é o pior dia da vida dele. Vinte anos atrás, em silêncio e sem alarde, nascera entre os dois aquele amor indevido. Empurrara a terra sobre si para brotar, forte, impositivo, inevitável. A separação tinha sido necessária, a única coisa certa a fazer para que não se afogassem em mentiras e erros. Podaram-se os galhos. As flores feneceram. Mas as raízes, ocultas, ficaram dormentes sob o chão. Vinte anos depois, a vida e a morte se encontram numa encruzilhada do destino de Cássio e Fabiana. A partir desse momento, como anzóis lançados em águas fundas e turvas, os flashbacks capturam e resgatam as memórias desse sentimento, trazendo tudo à tona outra vez. 


Fabiana e Cassio se conheceram em uma sala de bate-papo na internet, lá em 1999, e da amizade inesperada, surgiu uma paixão avassaladora. E proibida. Cassio era casado, deixando isso claro desde o início, porém, quem comanda o coração, em tempos de apaixonamento, se não nosso próprio desejo em continuar em contato com nossa paixão? Porém, depois de sua separação e longos vinte anos, os dois estão prestes a se encontrar.


A narrativa de Bruna Guerreiro prende o leitor do início ao fim. Além de sua escrita impecável, narra uma história de amor, proibido, mas muito bem desenvolvida e tão bem contada que quase não nos damos conta de se tratar de uma traição. Sim, Cassio se apaixona perdidamente por Fabiana e troca mensagens com ela por um longo período, mesmo estando casado, mesmo amando sua esposa. E esse é um dos pontos da narrativa interessantes de serem refletidos: há possibilidade de amar duas pessoas igualmente? Ou, há possibilidade de amar duas pessoas, de maneira distinta, mas ainda assim ser amor? Se ninguém é perfeito, como lidar com a quebra da moralidade e ética em um relacionamento a dois? É o que a autora nos faz pensar em sua narrativa pra lá de apaixonante e emocionante.


Cassio não deixa de ser o mocinho da trama, pois mesmo traindo a confiança de uma relação monogâmica como a que tinha, tenta não cair na tentação do contato físico com Fabiana, pois sabe que, a partir disso, a história entre dois já seria outra. E é difícil não pensar em como isso pode soar conivente com a traição masculina tão presenciada, desde sempre, mas lembremos que também Fabiana se apaixonou, aceitou a condição e fez escolhas, ponderadas e baseadas pelos seus sentimentos, mas nunca deixando de ter autonomia sobre suas decisões.

Não pensem que foi fácil... Fabiana sempre foi muito admirada e respeitada por Cassio, mesmo com muitas inseguranças sobre si. A jovem também não deixa de comportar-se de forma a ultrapassar os limites estabelecidos na relação em que se envolveu, mas não se pode negar o quão torturante deve ser apaixonar-se perdidamente por alguém e não poder tê-lo nos braços. E essa dor pode ser sentida pelo leitor, pois há toda uma empatia construída sobre os dois, sobre o que sentem, sobre suas conversas e segredos compartilhados.


Ao longo da trama, em um vai e vem temporal entre 1999 e 2019, vamos conhecendo melhor Cassio e Fabiana, de maneira individual e na relação entre os dois. Não há como negar as semelhanças e a 'química' envolvente entre duas pessoas diferentes, mas que poderiam ser destinados um ao outro, pelo amor. E mesmo em um relacionamento a distância, ocorrido há 20 anos, o entendimento, a compreensão, o afeto é latente. 


Sabemos que os dois irão se (re)encontrar nos anos 2000 (sim, encontrar, pois nunca se conheceram pessoalmente), mas como irá acontecer e de que forma os dois irão se comportar são as dúvidas que pairam na trama. A expectativa para o encontro é angustiante, pois é grandiosa, e confesso que me senti como uma mocinha de 15 anos, com borboletas no estômago, durante as cenas entre os dois. Como escrito anteriormente, é uma trama que prende o leitor, principalmente se você já gostar muito de romances românticos. A vontade de escrever sobre o final é tentadora, mas vou deixar para a imaginação e desejo de quem lê esta resenha em buscar saber mais.


O livro está em formato e-book, disponível na Amazon, e não há erros a serem apontados. Ainda possui uma trilha sonora perfeita em várias partes, para se ouvir e se deleitar junto às cenas lidas (e são músicas perfeitas para os momentos descritos). Recomendo fortemente aos românticos apaixonados ou aos que desejam se aventurar em um romance romântico profundo. Milênio é de tirar o fôlego.

10 janeiro 2021

4 canais no YouTube para a pesquisa de si



Quem disse que a vida adulta seria fácil?! Quem disse que o autoconhecimento também seria algo natural, espontâneo e indolor? Eu sei que pode soar bem clichê esse termo (e é), mas conhecer a si mesmo, entender seus processos psíquicos e lidar com traumas, sentimentos e sensações ruins (ou até as boas), não é nada fácil e às vezes nem sempre é acessível. Nesse processo, recomendarei sempre a terapia, seja qual tipo for, pois um profissional na área sempre será a fonte mais confiável para lidar com nossos processos psicológicos. Porém, nem sempre temos acesso a um terapeuta/psicólogo ou estamos confortáveis em procurá-los. Assim, trago aqui alguns canais que me ajudaram/ajudam a compreender muita coisa, de forma didática e compreensível, além de ser gratuito.

Flor e Manu

Eu estou sempre recomendando esse canal nas minhas redes sociais. O Emanuel e a Flor são duas pessoas incríveis que falam um pouco sobre tudo, mas, especificamente recomendo os vídeos do Emanuel, que aborda muito das questões humanas, envolvendo a psicanálise/teóricos dela, de forma muito tocante e delicada. Indico a playlist Dose diária, em que ele abordou, durante um ano inteiro, todo dia, um assunto diferente sobre a vida. Os vídeos do casal também tratam sobre questões existenciais/humanas, alguns focando mais em assuntos relacionados a casais/vida a dois. A parceria dos dois é incrível e são duas pessoas inteligentíssimas, gravando vídeos como se estivessem conversando com o telespectador. É um alento em dias tão difíceis.


Casa do Saber

Acredito que este canal já pode ser conhecido de alguns. Nele são abordados diferentes temas, envolvendo desde política à sexualidade e principalmente sobre questões humanas. Foi por lá que conheci Maria Homem, uma psicanalista incrível, e Silvio Almeida, professor e autor que aborda, principalmente, sobre racismo e consciência de classe. Alguns vídeos são mais longos que outros, mas recomendo muitíssimo para quem é curioso em entender sobre o comportamento e mente humana.

Minutos Psíquicos

Este canal conheci por acaso, mas foi muito bem-vindo. Em vídeos curtos e ilustrados, Minutos Psíquicos trata sobre diferentes questões da mente humana, desde ansiedade à solidão, amor romântico, ciúmes, entre tantos outros assuntos relativos às nossas vidas. Sempre recomendando a ida a um psicólogo, o canal não se compromete a expor fórmulas mágicas de como lidar com as situações que enfrentamos, nem esquemas sistematizados sobre ações que poderíamos realizar, mas sim explica, de maneira muito didática, as possibilidades envolvidas nos diferentes enfrentamentos ocorridos na vida humana.

Maria Homem

Eu não poderia deixar de recomendar o canal dessa mulher inspiradora e super-ultra-mega-inteligente que é a Maria Homem. Brinco que faço terapia com ela (e com o Emanuel) pelo YouTube e eles não sabem disso (risos nervosos). A psicanalista fala sobre diferentes questões em seu canal,  tratando sobre assuntos mais "tenebrosos" e às vezes difíceis de lidar, como morte, solidão/solitude, religião, feminismo, entre tantos outros super interessantes. Recomendo os vídeos Princesas do século XXI e Jovens à deriva.

E vocês? Conhecem algum canal/vídeo que trate sobre assuntos existenciais ou de autoconhecimento? Não vale indicar daquele rapaz que foi recentemente acusado de violência e abuso hein. Pra quem não sabe de quem eu tô falando, leia aqui sobre a história.

04 janeiro 2021

Resenha - Mapas do Acaso

Título:
Mapas do Acaso
Autora: Carol Lima | Helô Rodrigues (ilustradora)
Sinopse: Um ano e cinco meses é período que Lua não sai de casa desde decretada a pandemia. Não que ela já saísse com frequência antes de tudo acontecer, mas agora ela precisa pegar um avião lotado para o outro país e participar da FictionCon, a maior convenção literária do mundo, onde seu primeiro livro está entre os finalistas de um concurso. No momento ela só quer esganar a sua melhor amiga por ter inscrito seu livro sem ela saber, ter convencido ela de embarcar e fazer o possível para não se contaminar ou surtar durante do voo. O que ela não espera é em uma cidade do tamanho de Nova York esbarrar duas vezes com Matteo, um italiano muito sedutor, e que ele vire seu companheiro de aventuras por três dias nessa viagem que apesar de tudo é a viagem dos seus sonhos. Entre passeios por museus, cidades apaixonantes e beijos roubados, Lua não imagina que depois desses dias a sua vida vai mudar completamente. 
Onde comprar: Site oficial | Amazon 

Mapas do Acaso é o primeiro lançamento da autora parceira do blog, Carol Lima, autora paraense e que estreia em grande estilo com esse romance romântico leve, divertido e contemporâneo às nossas vivências pandêmicas.


O enredo é sobre Lua, escritora e designer, residente de Belém - Pará, que estava isolada em casa há um ano e alguns meses, mas que, após concorrer a um concurso literário, precisa viajar até Nova Iorque para participar da FictionCon, maior evento literário do mundo, e talvez receber seu prêmio caso fique entre as primeiras finalistas. Mas a viagem não só vai trazer uma nova e linda experiência profissional como também romântica, quando conhece Matteo, um italiano belíssimo, a qual se apaixona perdidamente.


Lua está bem preocupada sobre sua viagem. Na trama, a vacina já está sendo aplicada e algumas pessoas já andam sem máscara na rua, principalmente em Nova Iorque, porém, ela segue com os protocolos de segurança, como limpar todo o local onde senta, usar máscara e álcool em gel nas mãos. A realidade de quem viveu isolada mais de um ano se choca com as ruas e locais por onde passa com tanta gente em volta e sem praticar os devidos cuidados. Interessante perceber isso no enredo, pois é algo bem atual, principalmente aos brasileiros que ainda não tem o vislumbre de uma vacina por aqui.


Porém, seu humor muda completamente quando conhece Matteo, um rapaz lindo e inteligente, que a faz conhecer partes da cidade estadunidense e ainda se apaixona perdidamente por ela. É um sonho de romance romântico! E o casal encanta do início ao fim. Mesmo com um enredo clichê, é aquele clichê que todo mundo, no fundo, no fundo, ama ler/assistir (digo assistir porque essa trama é digna de um filme hollywoodiano, eu amaria ver Lua e Matteo nas telonas). Além disso, Lua é também escritora e trabalha com editoras, o que, para quem gosta e é afeita ao ramo, é mais um ponto de identificação com a protagonista. 


Outro ponto a ser destacado é a menção aos amigos de Lua, principalmente sua amiga, Roberta, sempre presente entre mensagens trocadas, dando todo o apoio emocional à jovem escritora e, claro, fazendo o leitor dar boas risadas pelas implicâncias e manias entre elas. Ainda temos outros elementos que chamaram a atenção da leitora que vos escreve: a presença do seu local de moradia, Belém, mencionada em pontos específicos da trama, mas que não deixa de estar ali, o que considerei bem interessante, e, uma smart speaker chamada Jeniffer! Não pude evitar a risada ao ver meu nome ali haha


Por fim, Mapas do Acaso é aquele romance leve, divertido e fácil e delicioso de ler. Recomendo a todos os amantes de um boa história romântica.

@blogmeuoutrolado

© Meu Outro Lado – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in